O toque do Shofar para Bnei Noach ouvirem no Rosh Hashaná

Como vimos em https://a-fe-original–noaismo.info/2021/09/06/perguntas-e-respostas-especial-bnei-noach-e-rosh-hashana-shofar/ , Bnei Noach (noaítas) podem ouvir o shofar por gravação de vídeo ou áudio. O link acima contém um vídeo em inglês com o toque do Shofar no final, mas, quem quiser/preferir ver o nosso querido Rabi Eliahu Hasky, do Projeto Torá Com Você, tocando o shofar, aí está.

Perguntas e Respostas Especial: Bnei Noach e Rosh Hashaná (Shofar)

Bnei Noach e o Toque do Shofar

Perguntas & Respostas

 

Perguntas:

Bnei Noach (noaítas) são obrigados a ouvir o toque do Shofar em Rosh Hashaná?
Bnei Noach podem ou devem tocar o Shofar?
Bnei Noach podem ouvir o toque do Shofar em vídeo ou áudio?
Há um horário específico para Bnei Noach ouvirem o toque do Shofar?
Bnei Noach devem ou podem ir a uma sinagoga para ouvir o toque do Shofar?

 

Respostas:

Gentilmente dadas pelo Rabi Dr. Michael Schulman, diretor e dono da Organização Internacional, Ask Noah International, especialmente para o Projeto Noaismo Info.

 

Os judeus observantes têm o costume de ouvir/tocar o shofar durante todos os dias do mês de Elul (exceto em seus dias de shabat. E não no último dia de Elul, a fim de fazer separação entre o costume e o mandamento real em Rosh Hashaná).

Um gentio/noaíta não deve tocar um shofar em Rosh Hashaná, porque esse é um mandamento ritual apenas para judeus.

Tudo bem se um ben-Noach (noaíta) quiser ouvir o toque do shofar em Rosh Hashaná (porque ouvir é passivo, não ativo), mas não é um mandamento para ele, então ele não deve fazer nenhuma bênção para isso — nem se ele ouvir pessoalmente, nem se ele ouvir um áudio. (Para judeus, ouvir um áudio não cumpre o mandamento e, de qualquer forma, um judeu seria proibido de tocar o shofar em Rosh Hashaná enquanto realiza uma gravação de áudio, então eu recomendo que um noaíta não deve ouvir um áudio AO VIVO de um judeu tocando o shofar em Rosh Hashaná.)

Se um noaíta quiser ir a uma sinagoga ortodoxa para ouvir o shofar pessoalmente, espera-se que a sinagoga esteja MUITO lotada e, em algumas sinagogas, os congregantes têm de pagar com antecedência para reservar uma cadeira para sentar-se, de modo que pode haver espaço apenas para pessoas em pé. Mas este ano, infelizmente, algumas sinagogas estão optando (ou são forçadas pelo governo) a admitir apenas pessoas que foram vacinadas contra a Covid-19. Além disso, a segurança agora é muito rigorosa nas sinagogas durante os grandes feriados, então pode haver seguranças armados ou desarmados checando as pessoas que entram, e as pessoas da congregação podem ficar muito nervosas com estranhos (especialmente não-judeus) que vêm para o serviço. Portanto, o conselho para um noaíta seria contatar a sinagoga (ou o Rabino diretamente) antes de Rosh Hashaná, para obter a permissão do Rabino para vir ao serviço. Uma maneira mais conveniente para um noaíta ouvir o shofar em Rosh Hashaná seria descobrir quando e onde o Centro Chabad local irá tocar o shofar em locais públicos (parques etc.). Mas se você quiser ouvir uma gravação, há uma feita no site. Está no final da curta lição de áudio:
https://asknoah.org/audio/rosh-hashanah-the-new-year .

Se preferirem ouvir o estimado Rabi Eliahu Hasky, do Torá Com Você, tocando o shofar, acessem:
https://a-fe-original–noaismo.info/2021/09/06/o-toque-do-shofar-para-bnei-noach-ouvirem-no-rosh-hashana/  .

Qualquer hora entre o nascer e o pôr do sol é o momento para um judeu observar o mandamento de ouvir um shofar em Rosh Hashaná; acontece de ser incluído como parte do serviço judaico da oração matinal. Não há obrigação de um noaíta ouvir o toque do shofar. O benefício para um noaíta pode ser SE ouvir isso o motivará a realizar o arrependimento.

 

Agradecemos ao Rabi Dr. Michael Schulman da Ask Noah International por responder exclusivamente para o Projeto Noaismo Info estas perguntas e dúvidas de muitos Bnei Noach.

 

Para aprender mais e outros detalhes sobre Bnei Noach e Rosh Hashaná, não deixe de conferir as duas lições especiais do Curso Bnei Noach:

https://a-fe-original–noaismo.info/curso-bnei-noach-parte-18-especial-de-rosh-hashana/ ;

https://a-fe-original–noaismo.info/curso-bnei-noach-parte-19-especial-de-rosh-hashana-2/ .

Boas aulas!

Um Shaná Tová Umetuká para todos os leitores do site Bnei Noach Projeto Noaismo Info.

 

Por Rabi Dr. Michael Schulman e Projeto Noaísmo Info

© Projeto Noaismo Info

Site Bnei Noach (BRA)_Bnei Noach_Filhos de Noé_Leis Universais_Projeto Noaismo Info

© Projeto Noaismo Info (Site Bnei Noach)

Shabat, festas judaicas e os Bnei Noach

 

O Shabát e as festividades judaicas não devem ser observados pelos Bnei Noach (noaítas). Por que?

Diz a Torá em Bereshít/Gênesis 8:22: “Dia e noite eles não descansarão”. Daqui aprendem os sábios no Talmúd (Sanhedrín 58b) que um “gentio que descansa, é passível de pena de morte”.

O conceito de “descanso” aqui se refere a tomar um dia da semana como dia de descanso religioso, quer dizer, em nome de D’us, mesmo que não o sétimo dia da semana. O conceito de “morte” aqui se refere à morte celestial, não à morte por uma corte terrestre.

Esta idéia está mencionada na lei judaica (halachá) em Rambám (Rabi Maimônides), Leis dos Reis, cap. 10, lei 9. Isto significa que os gentios tem proibida a observância do Shabát [incluindo honrá-lo, já que não se honra um ritual]. Isto não quer dizer que eles não podem descansar no sentido literal da palavra, e sim que esse descanso não pode ser em honra ao fato de que D’us criou o universo em seis dias e no sétimo dia descansou.

Por sua vez, em Shemót/Êxodo 31:12-17 a Torá diz claramente que o sétimo dia judaico é um dia para a festividade exclusiva para o povo judeu.

 

“12. D’US disse a Moshé

13. para falar aos israelitas e lhes dizer: Devem todavia cumprir os MEUS shabatót. É um sinal entre EU e vocês por todas as gerações, para fazer com que [os povos] compreendam que EU, D’US, os estou fazendo santos.

14. (Por conseguinte,) cumpram o Shabát como algo sagrado para vocês. Todo aquele que fizer trabalho (durante a festa do Shabát) será cortado espiritualmente de seu povo, e por conseguinte, todo aquele que o viole será condenado à morte.

15. Façam o seu trabalho durante os seis dias da semana, mas façam no sétimo dia [a festa do] Shabát de Shabatót, [uma festa] sagrada para D’US. Quem fizer qualquer trabalho no sétimo dia será condenado à morte.

16. Os israelitas, deste modo, farão o Shabát, e o dia de fazê-lo será um dia de repouso por todas as gerações, como pacto eterno.

17. É um sinal entre EU e os israelitas de que durante os seis dias da semana D’US fez o céu e a terra, mas no sétimo dia deixou de trabalhar e retirou-SE para o espiritual.”

 

Rabi Ráshi, um dos principais comentaristas da Torá, explica sobre o versículo 13 acima que a idéia de “um sinal” é que é uma mostra da grandeza do povo judeu que D’us lhes legou o Shabát. Logo ele explica que fazer com que compreendam se refere a que todas as nações do mundo saibam queEU, D’US, os estou fazendo santos”, ou seja, que D’us santifica o povo judeu com o Shabát.

Assim também todas as festividades mencionadas na Torá são sinais do vínculo entre o povo judeu e Hashém e se aplica à mesma lei [explicada por Rabi Maimônides,] de modo que os gentios não devem observar essas festas.

As exceções a esta regra são as festas do Rósh Hashaná, quando comemoramos a criação da humanidade — de todos os seres humanos —, e Ióm Kipúr, o dia da expiação.

O Talmúd (Rosh Hashaná 16a) explica que Rósh Hashaná é o dia do Julgamento Divino para todos os seres humanos e Ióm Kipúr, o dia da expiação, é o dia em que é selado esse julgamento. Daqui surge que estas duas festas têm relação com os gentios também.

No entanto, essa relação não é com os preceitos específicos de cada uma destas festas, como escutar o som do Shofár [e quanto mais tocá-lo] no Rosh Hashaná e jejuar no Ióm Kipúr, mas com o conteúdo conceitual da festa: Rosh Hashaná como o dia do julgamento e da aceitação de Hashém como REI sobre toda a criação e Ióm Kipúr como o dia da expiação das transgressões e do perdão divino.

A forma adequada que um gentio pode passar estes dias é recitando salmos. Todos os salmos. Em Ióm Kipúr pode-se adicionar, em algum momento do dia, uma confissão dos pecados do ano anterior, e inclusive de anos anteriores. Mas não como uma obrigação.

Rabino Tuvia

 

© Rabi Tuvia
© Projeto Noaismo Info: traduzido do espanhol por © Projeto Noaísmo Info

Site Bnei Noach (BRA)_Bnei Noach_Filhos de Noé_Leis Universais_Noaismo.info

© Projeto Noaismo Info (Site Bnei Noach)