Bnei Noach e barba

O Site Bnei Noach,
a-fe-original-·-noaismo.info
(Projeto Noaismo Info),
APRESENTA

 

Perguntas e Respostas

 

Bnei Noach e barba

 

Pergunta:
Eu tenho uma pergunta.
Pode um Ben Noach raspar a barba como quiser, total ou parcialmente, e moldá-la (por exemplo, deixar apenas o bigode ou o cavanhaque)? Ele também pode raspar os lados da cabeça? Ele pode deixar crescer peyots (como alguns hassídicos)?
Há algum mérito em deixar a barba crescer ou é apenas opcional?

Resposta:
O Rabino Orientador do Projeto Noaísmo Info, o Rav Shimshon Bisker, de Israel, responde:

“As proibições de raspar barba recai unicamente sobre o Povo de Israel. Portanto, o ben Noah pode deixar apenas o bigode, cavanhaque, e pode raspar os lados da cabeça, não tem nenhum problema.

Se quiser deixar barba e peiót, não é proibido, porém, não é aconselhado. Ele também deve tomar certos cuidados; veja o vídeo que gravei sobre “dicas para os bnei noach”.

Se quiser deixar barba, basta deixar uma barba pequena (número dois ou três de uma máquina de cortar cabelo). Mas, se for parecer com um integrante de Israel, é melhor não, pois pode gerar mal-entendidos em questão à conduta que tocam em temas da halachá. E, mesmo se um ben Noah deseja fazer por certo período, não é necessário que siga fazendo sempre.

Em relação aos méritos, como em qualquer preceito que não é obrigatório, ele receberá o mérito de desejar fazer a Vontade de Hashem. Mas, se não o faz por motivo de não querer gerar algum problema, como, por exemplo, gerar chilul Hashem (profanação do NOME de D’US) quando tem a aparência de um judeu e não cumpre as Leis como deveria, então, receberá méritos por não fazer. Essa regra é importante e deve ser divulgada.”

© Rav Shimshon Bisker
© Projeto Noaismo Info

Site Bnei Noach (BRA)_Bnei Noach_Filhos de Noé_Leis Universais_Projeto Noaismo Info

© Projeto Noaismo Info (Site Bnei Noach)

Bnei Noach e Salmos pelos animais

O Site Bnei Noach,
a-fe-original-·-noaismo.info
(Projeto Noaismo Info),
APRESENTA

Perguntas e Respostas

 

Bnei Noach e Salmos por animais

 

Pergunta:
É permitido recitar Tehilim (Salmos) por animais e se sim qual?

Resposta:
O Rabino Orientador do Projeto Noaísmo Info, o Rav Shimshon Bisker, de Israel, responde:

“Sim. Somente para dizer de forma mais correta: Recita-se Tehilim [Salmos] para Hashem [D’US], e, se quiser pode pedir a Hashem pela cura de seu animal, não tem problema.

Aconselho recitar o Tehilim 104.”

© Rav Shimshon Bisker
© Projeto Noaismo Info

Site Bnei Noach (BRA)_Bnei Noach_Filhos de Noé_Leis Universais_Projeto Noaismo Info

© Projeto Noaismo Info (Site Bnei Noach)

Bnei Noach e a páscoa cristã

B”H

Shalom para todos!

 

Chegamos a mais uma época pascal, e, obviamente, a cada ano mais pessoas descobrem o movimento Bnei Noach da Torá, e é natural que muitos tenham dúvidas quanto à como se comportar em uma época de festança cristã.

Graças a D’US, o nosso Rabino, o Rabino do Projeto Noaísmo Info, o Rav Shimshon Bisker, de Israel (e autor de mais de 40 livros e também o responsável pelo Manual Completo da Observância Bnei Noach), já nos deu a devida orientação sobre esta época pascal.

Leia-a em:

Bnei Noach e Comer Ovos de Chocolate

Tudo de bom para todos!

Presente de idólatra

O Site Bnei Noach,
a-fe-original-·-noaismo.info
(Projeto Noaismo Info),
APRESENTA

Perguntas e Respostas

 

Sobre um ben-Noach ganhar um presente de um idólatra

 

Pergunta:
Se eu, um ben-Noach, ganhar alguma coisa de um idólatra, devo jogar isso fora?

Resposta:
O Rabino Orientador do Projeto Noaísmo Info, o Rav Shimshon Bisker, de Israel, responde:

“Um presente que você ganhou de alguém idólatra não precisa jogar fora por dois motivos:
o primeiro, porque não tem proibição;
o segundo, porque em geral, hoje em dia, praticamente todo mundo não é idólatra de verdade [i.e., um pagão], são pessoas que seguem costumes da família, eles não são pessoas que realmente praticam a idolatria em essência [como os antigos pagãos o faziam].”

© Rav Shimshon Bisker
© Projeto Noaismo Info

Site Bnei Noach (BRA)_Bnei Noach_Filhos de Noé_Leis Universais_Projeto Noaismo Info

© Projeto Noaismo Info (Site Bnei Noach)

Quanto às porções da Torá serem estudadas por Bnei Noach

O Site Bnei Noach,
a-fe-original-·-noaismo.info
(Projeto Noaismo Info),
APRESENTA

Perguntas e Respostas

 

Quanto às porções da Torá serem estudadas por Bnei Noach

 

Pergunta feita por um ben-Noach ou noaíta:
Há um ponto controverso quanto ao estudo semanal e diário das porções da Torá. Alguns rabinos entedem que devemos estudar, outros que é optativo.
Um Ben/Bat Noach deve estudar diariamente a porção semanal?

Resposta:
O Rabino Consultor do Projeto Noaísmo Info, o Rav Shimshon Bisker, de Israel, responde:

“Não é obrigatório.
Aconselho ir estudando em ordem de acordo com o seu ritmo.”

© Rav Shimshon Bisker
© Projeto Noaismo Info

Site Bnei Noach (BRA)_Bnei Noach_Filhos de Noé_Leis Universais_Projeto Noaismo Info

© Projeto Noaismo Info (Site Bnei Noach)

Leis Noaíticas da menor à maior

Louvado é Hashém!

 

O Site Bnei Noach,
a-fe-original-·-noaismo.info
(Projeto Noaismo Info),
o maior Site de conteúdo verdadeimente bnei-Noach do Brasil,

APRESENTA

Perguntas e Respostas

 

Bnei Noach e o Grau de Importância dos seus respectivos Mandamentos

 

Pergunta:
Nos Mandamentos Noaíticos, quais são menos importantes e quais são mais importantes?

Resposta:
Por Rabi Dr. Michael Schulman
“As Sete (7) Leis Noaíticas (os Mandamentos Universais da Torá) específicas, em si mesmas, são todas importantes.”

 

© Rabi Dr. Michael Schulman
(Ask Noah International — Organização que endossa o Projeto Noaismo Info)
© Projeto Noaismo Info

 

Para entender como não há Mandamento Divino menor ou maior para bnei-Noach, o nosso Rabino, o Rabino do Projeto, Rav Shimshon Bisker, de Israel, o Rabino Orientador do Projeto Noaísmo Info, autor de mais de 40 livros, explana muito bem, por completo, os detalhes de cada um deles, dos Mandamentos Universais, numa linguagem fácil tanto para os iniciantes quanto para os mais avançados. Para saber mais, contate-nos (sitebneinoach@gmail.com).

Site Bnei Noach (BRA)_Bnei Noach_Filhos de Noé_Leis Universais_Projeto Noaismo Info

© Projeto Noaismo Info (Site Bnei Noach)

Você não precisa se converter para nem uma religião para ir para o Céu

O Site Bnei Noach,
a-fe-original-·-noaismo.info
(Projeto Noaismo Info),
APRESENTA

 

Você não precisa se converter para nem uma religião para ir para o Céu

 

Por Rav Itzhak Pollack

 

Todas as religiões lhe vendem um pedaço do céu se você se afilia a elas. No judaísmo, contrário à crença popular de ter de pertencer a alguma religião (principalmente cristã) para ir para o céu, não é preciso ser judeu para ir para o céu. Alguém que não é judeu pode se aperfeiçoar espiritualmente e pode, inclusive, assegurar um lugar no Mundo Por Vir e não precisa se converter para isto.

A obrigação de cumprir as mitsvót (os Mandamentos entregues por D’US para Moisés no Monte Sinai) da Torá é apenas para os judeus. No entanto, a mesma Torá ordena Sete Mandamentos que são temas gerais para os não-judeus, subdividindo-se estas sete leis em 70 decretos, e Rabi Maimônides afirma: “Qualquer nao-judeu que cumpra os sete mandamentos para servir D’US pertence aos justos entre as nações do mundo e têm sua porção no Mundo Por Vir.”

Os Sete Mandamentos Universais da Torá são:

1. Crer apenas em Hashém
2. Não maldizer O SEU NOME
3. Não assassinar
4. Não roubar
5. Não cometer atos sexuais ilícitos
6. Não comer carne (ou qualquer parte) de animal que está vivo
7. Estabelecer tribunais de justiça

[Para ver onde na bíblia (Torá) se encontram estas Leis Divinas para todos os povos do mundo, veja:

Curso Bnei Noach parte 8

E para ver dentre as Sete Leis Noaíticas quais são as maiores e quais as menores, veja:

Leis Noaíticas da menor à maior

.]

 

[Nota do Projeto Noaísmo Info:
Ainda assim, ao se deparar pela primeira vez com os Sete Mandamentos Universais da Torá, muitos questionam…]
“E o shabát? O shabat não foi dado desde o começo para a humanidade, para todos? Como não observá-lo?”

O Rav Itzhak Pollack prossegue explicando:
“Onde se diz isso (que o shabat foi dado desde o começo para toda a humanidade)? A ordem de observar o shabat se dá só depois de Yaacov, para os filhos de Yaacov. O que havia antes era um dia de repouso, mas nada que ver com as mitsvót dadas aos judeus para observarem shabat.
Shabat é uma mitsvá direta para o povo judeu. Mas o fato de torná-lo um dia especial para os demais povos não o fazem incorrer em uma transgressão. O que caracteriza transgressão é celebrá-lo como judeus.”

[De toda forma, alguns ainda podem indagar:]
“Desde o começo do mundo o sétimo dia foi santificado. Então, o sétimo dia já não era sagrado antes da nação de Israel existir?”

Sobre isto, quem responderá agora é o Rabi Dr. Michael Schulman, diretor da organização internacional Ask Noah (Ask Noah International), organização esta que, graças a D’US, reconhece o Projeto Noaismo Info:
“O 7º dia não foi desde o início denominado “santo” por D’US. Isso não aconteceu até ELE tê-lo dito pela primeira vez, a qual foi para os israelitas, um mês depois que ELE os tirou do Egito. Naquele momento, D’US ordenou uma “santidade” (a palavra em hebraico significa literalmente “separação”) para o 7º dia apenas para eles, através de Moisés, no versículo de Êxodo 16:23. D’US disse (as palavras de Gênesis 2:3) em conexão com a primeira sexta-feira na qual os israelitas estavam colhendo o maná que D’US enviou do céu para eles comerem. Em outras palavras, a primeira vez que D’US fez esta declaração (de Gênesis 2:3) foi para os israelitas um mês e poucos dias depois que ELE os tirou do Egito. Este versículo significa: “D’US abençoou o sétimo dia” enviando uma porção dobrada de maná na sexta-feira para que os judeus pudessem comer a outra metade (desta porção dobrada) de maná no sábado, quando ele não caía (embora em todos os outros dias qualquer maná que sobrasse apodrecesse), e “ELE o declarou ‘santo’ (ou seja, separado)” retendo o maná no sábado para que os judeus não saíssem dos limites de seu acampamento para colhê-lo. (Veja Rashi.)”

[E, contudo, alguns ainda afirmam categoricamente:]
“Isaías cap. 56. Todos podem e devem cumprir o Shabat.”
[Ou:] “(O Shabat) Deve ser cumprido não apenas pelos filhos de Israel mas também pelos filhos dos estrangeiros. Isaías 56:6 é uma referência a todos os gentios.”

Agora, a questão é, como podem afirmar que o texto que fala dos (filhos dos) estrangeiros que se agregaram à (nação judaica de) Hashém, ou seja, se converteram ao judaísmo, refere-se a todos os gentios do mundo que permanecem gentios? Lugar algum de Isaías 56 trata de gentios que são gentios, que não se converteram ao judaísmo, cumprirem Shabat. Como também o explica o Rabi Dr. Michael Schulman, da Ask Noah International:
“O texto hebraico literal não diz simplesmente “estrangeiro” (“nechar”), diz “ben-hanechar”: o filho do estrangeiro, que vem a se juntar ao ETERNO, ou seja, a pessoa (não-judia) que se converte para se tornar judeu, na Aliança judaica com O ETERNO. Refere-se a alguém que era originalmente gentio e que então se converteu (ao judaísmo) para se tornar judeu.”
O comentarista Ibn Ezra explica:
“O filho do estrangeiro: os verdadeiros (autênticos) conversos.”

Portanto, como conclue o nosso prezado Rabino do Projeto, o Rav Shimshon Bisker, de Israel, o Rabino Orientador do Projeto Noaísmo Info (autor de mais de 40 livros):
“O ben-Noach (noaíta/não-judeu que assume sobre si a observância dos Sete Mandamentos Universais da Torá para servir D’US) não é obrigado a observar o shabat.
Fazer a vontade de Hashém (D’US) é o principal (inclusive quando o nosso desejo e os nossos sentimentos são diferentes).
Tudo o que não é propício de fazer não tem recipiente de suportar, portanto, gera danos.
Não se deve estimular um ben-Noach a cumprir shabat, inclusive parcialmente [nota do Proj.: seja “lembrando-o” mas não “guardando-o”, seja abstendo-se das melachot mas quebrando pelo menos uma].”

 

Por Rav Itzhak Pollack (e Rabi Dr. Michael Schulman e Rav Shimshon Bisker)
Traduzido do espanhol (e do inglês) por Projeto Noaísmo Info: © Projeto Noaismo Info

© Rav Itzhak Pollack
© Rabi Dr. Michael Schulman (asknoah.org)
© Rav Shimshon Bisker
© Projeto Noaismo Info

 

Quer aprender mais sobre o judaísmo, ou sobre os Mandamentos Universais da Torá (ou sobre Bnei Noach — ou o movimento Bnei Noach da Torá), ou sobre Hashém, ou sobre a conversão ao judaísmo (que, como explicado nesta matéria, não é obrigatória), ou sobre o shabát ou outras práticas judaicas? Acesse a nossa livraria virtual, a Livraria virtual Projeto Noaismo Info (ou entre em contato conosco):

Curso Bnei Noach parte 30 – ESPECIAL: LIVRARIA virtual Projeto Noaismo Info

Site Bnei Noach (BRA)_Bnei Noach_Filhos de Noé_Leis Universais_Projeto Noaismo Info

© Projeto Noaismo Info (Site Bnei Noach)

Acende-se a vela por um falecido fora ou dentro de casa?

O Site Bnei Noach,
a-fe-original-·-noaismo.info
(Projeto Noaismo Info),
APRESENTA

Perguntas e Respostas

 

Bnei Noach acendem a vela por um falecido fora ou dentro de casa?

 

Pergunta:
É verdade que a vela para [o aniversário de passamento de] uma pessoa falecida tem de ser acesa fora de casa?

Resposta:
(Lembrando que a parte 13 do Curso Bnei Noach* tratou da questão do que se pode fazer no aniversário de passamento de alguém, mas não foi abordado a dúvida acima.)
O Rabino Consultor do Projeto Noaísmo Info, o Rav Shimshon Bisker, de Israel, responde:

“Não tem nenhum problema em acender vela dentro da casa.”

 

© Rav Shimshon Bisker
© Projeto Noaismo Info

*

Curso Bnei Noach parte 13

 

Site Bnei Noach (BRA)_Bnei Noach_Filhos de Noé_Leis Universais_Projeto Noaismo Info

© Projeto Noaismo Info (Site Bnei Noach)

O Que Dizer Sobre a Humanização dos Animais?

apresenta

A PRIMEIRA MATÉRIA DO NOVO ANO DE 2022, GRAÇAS A D’US!

Perguntas & Respostas

 

Pergunta:
O que a Torá da Verdade tem a dizer sobre alguns humanos que estão humanizando ou que humanizam os animais?

 

Resposta:
Por Rabi Jaim Mates Frim

É bom aprender as boas e más qualidades dos animais para sermos melhores seres humanos. E é interessante aprender das respostas de cada um, para entendermos melhor.
Não estou querendo dizer em momento algum que os animais são melhores que os seres humanos ou que diante da escolha de uma sobrevivência (D’US nos livre) haveria de se dar prioridade a um animal em vez de a uma pessoa. Fomos criados para cuidar do, e trabalhar o, universo, multiplicarmos e enchermos o mundo e revelarmos a DIVINDADE que há nele. Revelar que em tudo está D’US e que não há nada nem ninguém mais que ELE e fora DELE. Viver, nos divertir e sermos felizes com ELE.
A Torá nos ensina e nos ordena cuidar dos animais e tratá-los bem, não fazê-los sofrer, e fazermos um mundo para que todos [pessoas e animais] vivamos melhor.
O Arizal (sábio rabi Yitschac (Isaac) Luria) ensina que há almas [re]encarnadas em animais, plantas e minerais, mas apenas para seguirem evoluindo ou fazerem alguma retificação. Não em todos os animais nem em tudo o que existe, e não entendemos bem de que se trata e como isso funciona. Assim, não temos de humanizar os animais, nem tratá-los com pensamentos, sentimentos ou virtudes a nível dos humanos.
É um desafio entender que o ser humano é que é a máxima criação do universo, a única [criação] com livre-arbítrio. Isso nos dá responsabilidade perante D’US e a SUA Criação, e perante nós mesmos, e por isso podemos crescer e cair, melhorar e piorar, fazer o bem e o mal. E se caímos muito baixo é para nos elevarmos mais acima, além de nossa própria natureza e capacidades.
Somos os únicos com consciência de nós mesmos e de nosso redor.
Os únicos que podem falar com D’US e decidir trabalhar e viver com ELE ou não.
Os únicos que podem criar algo novo e transformarmos a nós mesmos para prazer e delícia do CRIADOR.
O pior ser humano pode superar-se e ser melhor, o melhor. O animal, o vegetal e o mineral não podem ser mais do que são: nem melhor nem pior, nem mau nem bom, não podem decidir mudar nem desviar-se de suas naturezas.
Quem ama e valoriza mais os animais do que as pessoas, ou D’US, simplesmente está “trocando as bolas” e está-se perdendo do verdadeiro ponto, o motivo pelo qual ele foi criado.

 

Por Rabi Jaim Mates Frim
Traduzido do espanhol por Projeto Noaísmo Info: © Projeto Noaismo Info

© Rabi Jaim Mates Frim
© Projeto Noaismo Info

 

Feliz novo ano de 2022 com sucesso e tudo de bom para todos!

APROVEITE O NOVO ANO DE 2022 PARA ADQUIRIR MAIS CONHECIMENTO DIVINO ATRAVÉS DE NOSSOS LIVROS DIGITAIS NA NOSSA LIVRARIA VIRTUAL

Curso Bnei Noach parte 30 – ESPECIAL: LIVRARIA virtual Projeto Noaismo Info

Site Bnei Noach (BRA)_Bnei Noach_Filhos de Noé_Leis Universais_Projeto Noaismo Info

© Projeto Noaismo Info (Site Bnei Noach)

Festividade Cristã do Natal e O Ano Novo Gentílico

apresenta

Perguntas & Respostas Sobre Natal e o Ano Novo Gentílico

Por Rav Shimshon Bisker, de Israel, o Rabino Consultor do Projeto Noaísmo Info

 

Naturalmente, todos os anos chegam novas pessoas ao Noaísmo, ou o movimento Bnei Noach da Torá. Portanto, é sempre necessário nesta época do ano relembrarmos qual deve ser a conduta dos noaítas, ou Bnei Noach, no que diz respeito aos costumes natalinos e também referente à comemoração do novo ano gentílico. Graças a D’US, nosso querido Rav já nos respondeu algumas das dúvidas mais frequentes sobre estes temas. Veja-as em

Então é… dezembro

 

e se você quiser aprender sobre como os judeus devem se comportar nestas mesmas questões, veja

Saudações de Fim de Ano

 

Aproveite e estude também as nossas seguintes matérias:

Qual é a atitude judaica com relação a Jesus?

A verdadeira história de Jesus e do cristianismo

 

A verdadeira história de Jesus e do cristianismo PARTE 2

A VERDADEIRA HISTÓRIA DE JESUS E DO CRISTIANISMO PARTE 3 (Rabi Maimônides)

 

ADQUIRA LIVROS DIGITAIS DO RAV SHIMSHON BISKER, DE ISRAEL, NA LIVRARIA virtual PROJETO NOAISMO INFO

Curso Bnei Noach parte 30 – ESPECIAL: LIVRARIA virtual Projeto Noaismo Info

Site Bnei Noach (BRA)_Bnei Noach_Filhos de Noé_Leis Universais_Projeto Noaismo Info

© Projeto Noaismo Info (Site Bnei Noach)