A Torá comentada para Bnei Noach – Gênesis c1v2

LOUVADO SEJA D’US!

 

Torá Para Não-judeus

 

A Torá Comentada Para Bnei Noach Por Rav Moshe Weiner e Traduzida Por Projeto Noaismo Info

Parashá |פרשה| Bereshit |בראשית|, isto é, Porção Semanal Bereshít (Gênesis 1:1-6:8)

 

Gênesis 1:2
Ora, a Terra estava assombrosamente vazia, e havia trevas sobre a face das profundezas, e o espírito de D’US pairava sobre a face das águas.

Ora, a Terra estava etc.
O texto nos diz que a Criação começou com a criação da Terra, e “Terra” aqui é um termo abrangente que significa toda a Criação (do mundo, e não apenas da terra seca). Somente no Segundo Dia D’US separou os Céus da Terra. (E o fato de mencionar (1:1): “No princípio D’US criou os Céus”, não significa dizer que a criação dos Céus precedeu a criação da Terra, mas sim que foi completada antes, pois a obra da criação dos Céus foi concluída no Segundo Dia, ao passo que a obra de criação da Terra foi concluída no Terceiro Dia.) Assim diz (Capítulo 2:4b) “no dia de Hashem D’US fazer a Terra e os Céus” — indicando que a criação da Terra foi a primeira.

Assombrosamente vazia
[Rashi (Rabi Shlomo Yitschaki) explica “assombrosamente” como desnorteamento e desolação — uma situação em que uma pessoa fica desnorteada com o grau de desolação ali presente; “vazia” implica em intrigar sobre “o que há nela”,] e a escuridão estava na face das [águas das] profundezas, porque as águas englobavam o mundo inteiro, e a Luz ainda não havia sido criada.

E o espírito de D’US pairava
E um “vento” de ante D’US estava “pairando sobre as águas” — o vento [ar] estava pairando sobre as águas.

E o versículo nos informa ainda que o início da Criação Divina apareceu como algo oculto, a saber, que não era de todo compreensível, algo em que não havia nenhuma ordem, mas sim apareceu assombrosamente vazio e escuro, e que a intenção divina — insinuada na frase “o espírito de D’US estava pairando” — transcendia e estava oculta. Só depois D’US disse “Haja luz” — para poder perceber a essência e a razão de tudo, e houve luz.

E este é um grande princípio ético que devemos estar cientes: que o início de cada questão, seja nos acontecimentos do mundo ou em empreendimentos humanos, a princípio parece confuso, desorganizado e inexplicável, como diz o Talmud (Shabat 77): “Da mesma forma que a Criação do mundo: primeiro as trevas, depois a luz”. Porque a intenção de D’US não é de modo algum clara no início — e somente após o esforço humano torna-se evidente que há uma “luz divina” na questão.

 

Todos os colchetes são originais do texto do Rav Moshe Weiner (exceto se estiver indicado N.T. ou Nota do Tradutor).

Por Rav Moshe Weiner
Traduzido do inglês exclusivamente por Projeto Noaísmo Info: © Projeto Noaismo Info — autorizado por Rabi Moshe Perets

© Rav Moshe Weiner (Rabino Supervisor da Organização Ask Noah International e autor do The Divine Code)
© Projeto Noaismo Info (Site Bnei Noach endossado pela Organização Ask Noah International e pelo Rav Shimshon Bisker, de Israel (autor de mais de 40 livros))

Site Bnei Noach (BRA)_Bnei Noach_Filhos de Noé_Leis Universais_Projeto Noaismo Info

© Projeto Noaismo Info (Site Bnei Noach)

A Torá comentada para Bnei Noach – Gênesis c1v1

LOUVADO SEJA D’US!

 

Desde que substituímos o nosso Projeto anterior por este aqui, o Projeto Noaísmo Info (em agosto de 2015), nós vimos tendo, graças a D’US, muitas surpresas. Produzimos o primeiro e único Guia Bnei Noach de Bênçãos e Orações virtual. Produzimos o primeiro e único Guia Bnei Noach de Bênçãos e Orações em Livro Digital (“sidur” noaítico) e Gratuito, revisado pelo Rav Shimshon Bisker. Distribuimos o primeiro e único Contrato de Casamento Bnei Noach. Produzimos junto com o Rav Shimshon Bisker o primeiro e único livreto digital Bnei Noach infantil (com orações) no Brasil (o Guiazinho). Produzimos o primeiro e único Curso Bnei Noach virtual e gratuito. Lançamos (idealizada pelo Rav Shimshon Bisker) a Livraria virtual Projeto Noaismo Info. Fizemos a primeira e única tradução do livro Bnei Noach infantil no Brasil do Rabi Yerachmiel Altman.
E se você achou que o Projeto Noaísmo Info não teria mais novidades para lançar neste ano de 2022, você se enganou.
Mais uma vez o Projeto Noaismo Info sai na frente trazendo mais uma grande e incrível surpresa.

O Projeto Noaismo Info, graças a D’US, tem a honra e a bênção de orgulhosamente anunciar e apresentar o lançamento de
A TORÁ COMENTADA PARA BNEI NOACH POR RAV MOSHE WEINER E TRADUZIDA POR PROJETO NOAISMO INFO.

Sim, isso mesmo, a partir de agora a Comunidade Bnei Noach do Brasil e todo ben-Noach brasileiro no exterior e todo ben-Noach de fala portuguesa no mundo poderá ter a oportunidade finalmente de ler a Torá, a Própria Palavra Original de D’US, e não apenas isso, mas também lê-la com comentários, e mais ainda, apropriados para os próprios Bnei Noach.

Este é mais um dia histórico para o Movimento Bnei Noach da Torá no Brasil.

Então, vamos iniciar.

 

Torá Para Não-judeus

 

A Torá Comentada Para Bnei Noach Por Rav Moshe Weiner e Traduzida Por Projeto Noaismo Info

Parashá |פרשה| Bereshit |בראשית|, isto é, Porção Semanal Bereshít (Gênesis 1:1-6:8)

 

Gênesis 1:1
No princípio D’US criou os Céus e a Terra.

No princípio
Rabi Isaac disse: [Por que a narrativa da Torá começou com NO PRINCÍPIO — relatando a história da Criação —, quando] a Torá deveria ter começado com “Este mês é para você” (Êxodo 12:2), que é o primeiro mandamento que os israelitas foram ordenados[?] Por qual razão ELE começou com “No princípio”? Por causa [do versículo em Salmos 111:6:] “A força de SUAS obras ELE relatou ao SEU povo, para dar-lhes a herança das nações”. [ELE relatou ao SEU povo a força de SUAS obras na criação do mundo a fim de dar-lhes a herança das nações,] pois se as nações do mundo disserem a Israel: “Vocês são ladrões, pois conquistaram pela força as terras das sete nações [de Canaã]”, eles [Israel] responderão: “Toda [est]a terra pertence ao SANTO, Bendito é ELE; ELE a criou e a deu a quem ELE considerou apropriado. Quando quis, deu-a a eles [os cananeus], ​​e quando quis, tirou-a deles e nos deu”. (Rashi)
A explicação desta declaração dos Sábios é que desde o início da Criação D’US escolheu a nação de Israel como uma nação especial para servi-LO, como diz [Êxodo 19:6:] “E você será para MIM um reino de sacerdotes e uma nação santa”, e ELE designou para eles uma terra particular que deve pertencer somente a eles, e ELE fez saber em SUA Torá que ELE a criou e a deu a quem ELE considerou apropriado.

No princípio D’US criou os Céus e a Terra [N.T., ou, criou o Universo]
Este versículo fala sobre a Criação em geral, e depois explica os detalhes da Criação. A explicação de no princípio é “No princípio do tempo da Criação” [e ELE escreveu no princípio de forma genérica, como se dissesse “No princípio de tudo”] ELE criou essas coisas, e não não houve tempo anterior [a este “princípio”] em que havia algo mais, como algum tipo de material primordial, mas sim o início da criação do tempo e o início da criação da matéria foi no primeiro dia junto com a criação dos Céus e da Terra. E o relato da Criação preenche uma grande necessidade já que é a raiz de toda Fé, pois qualquer um que não acredita que a criação do mundo foi ex Nihilo [= do nada] [N.T., em hebraico Iesh Meain] e sim pensa que o mundo existiu eternamente essencialmente nega a base de toda Fé e é inteiramente desprovido de Torá.

D’US criou
O significado de “criou” é um ato [que é particular somente de D’US] para produzir algo do nada absoluto para uma existência detectável. [E esta capacidade não pode ser encontrada entre as coisas criadas, nem pode ser compreendida por elas em absoluto, mas esta capacidade é peculiar somente a D’US.]

D’US
Este nome, [Elohim em hebraico], é um dos nomes do SANTO, Bendito é ELE. O significado deste nome é Regência e Soberania, pois D’US age como PERSCRUTADOR e JUIZ, já que ELE perscruta e julga o mundo inteiro. Este nome é mencionado primeiro no ato da Criação [no Capítulo 1. Nem um outro nome de D’US é mencionado até Gênesis 2:4: “no dia de Hashem D’US fazer”] porque a Criação é realizada por meio deste nome, quando a existência do mundo deve aparecer como uma existência criada. E o início da conduta divina com o mundo é por meio do atributo da Justiça, como exemplificado pelo nome Elohim [e só mais tarde O SANTO, Bendito é ELE, aparecerá como descrito por outros nomes que indicam outros tipos de conduta, como o atributo de Misericórdia ou outros atributos].

Elohim
Este nome significa domínio, um fato que dá importância ao criado [o mundo, os humanos] como os sábios disseram: “não há rei sem nação”. Em contraste, o nome Havayáh (Y-H-V-H) significa O CRIADOR da existência, daí o criado [o mundo, os humanos] não tem qualquer auto-importância em relação ao poder de criação do CRIADOR, APENAS ELE é a única figura na verdadeira existência, portanto, tudo o que é criado é anulado diante DELE. Veja 2:4.

 

Todos os colchetes são originais do texto do Rav Moshe Weiner (exceto se estiver indicado N.T. ou Nota do Tradutor).

Por Rav Moshe Weiner
Traduzido do inglês exclusivamente por Projeto Noaísmo Info: © Projeto Noaismo Info — autorizado por Rabi Moshe Perets

© Rav Moshe Weiner (Rabino Supervisor da Organização Ask Noah International e autor do The Divine Code)
© Projeto Noaismo Info (Site Bnei Noach endossado pela Organização Ask Noah International e pelo Rav Shimshon Bisker, de Israel (autor de mais de 40 livros))

Site Bnei Noach (BRA)_Bnei Noach_Filhos de Noé_Leis Universais_Projeto Noaismo Info

© Projeto Noaismo Info (Site Bnei Noach)

O Que Dizer Sobre a Humanização dos Animais?

apresenta

A PRIMEIRA MATÉRIA DO NOVO ANO DE 2022, GRAÇAS A D’US!

Perguntas & Respostas

 

Pergunta:
O que a Torá da Verdade tem a dizer sobre alguns humanos que estão humanizando ou que humanizam os animais?

 

Resposta:
Por Rabi Jaim Mates Frim

É bom aprender as boas e más qualidades dos animais para sermos melhores seres humanos. E é interessante aprender das respostas de cada um, para entendermos melhor.
Não estou querendo dizer em momento algum que os animais são melhores que os seres humanos ou que diante da escolha de uma sobrevivência (D’US nos livre) haveria de se dar prioridade a um animal em vez de a uma pessoa. Fomos criados para cuidar do, e trabalhar o, universo, multiplicarmos e enchermos o mundo e revelarmos a DIVINDADE que há nele. Revelar que em tudo está D’US e que não há nada nem ninguém mais que ELE e fora DELE. Viver, nos divertir e sermos felizes com ELE.
A Torá nos ensina e nos ordena cuidar dos animais e tratá-los bem, não fazê-los sofrer, e fazermos um mundo para que todos [pessoas e animais] vivamos melhor.
O Arizal (sábio rabi Yitschac (Isaac) Luria) ensina que há almas [re]encarnadas em animais, plantas e minerais, mas apenas para seguirem evoluindo ou fazerem alguma retificação. Não em todos os animais nem em tudo o que existe, e não entendemos bem de que se trata e como isso funciona. Assim, não temos de humanizar os animais, nem tratá-los com pensamentos, sentimentos ou virtudes a nível dos humanos.
É um desafio entender que o ser humano é que é a máxima criação do universo, a única [criação] com livre-arbítrio. Isso nos dá responsabilidade perante D’US e a SUA Criação, e perante nós mesmos, e por isso podemos crescer e cair, melhorar e piorar, fazer o bem e o mal. E se caímos muito baixo é para nos elevarmos mais acima, além de nossa própria natureza e capacidades.
Somos os únicos com consciência de nós mesmos e de nosso redor.
Os únicos que podem falar com D’US e decidir trabalhar e viver com ELE ou não.
Os únicos que podem criar algo novo e transformarmos a nós mesmos para prazer e delícia do CRIADOR.
O pior ser humano pode superar-se e ser melhor, o melhor. O animal, o vegetal e o mineral não podem ser mais do que são: nem melhor nem pior, nem mau nem bom, não podem decidir mudar nem desviar-se de suas naturezas.
Quem ama e valoriza mais os animais do que as pessoas, ou D’US, simplesmente está “trocando as bolas” e está-se perdendo do verdadeiro ponto, o motivo pelo qual ele foi criado.

 

Por Rabi Jaim Mates Frim
Traduzido do espanhol por Projeto Noaísmo Info: © Projeto Noaismo Info

© Rabi Jaim Mates Frim
© Projeto Noaismo Info

 

Feliz novo ano de 2022 com sucesso e tudo de bom para todos!

APROVEITE O NOVO ANO DE 2022 PARA ADQUIRIR MAIS CONHECIMENTO DIVINO ATRAVÉS DE NOSSOS LIVROS DIGITAIS NA NOSSA LIVRARIA VIRTUAL

Curso Bnei Noach parte 30 – ESPECIAL: LIVRARIA virtual Projeto Noaismo Info

Site Bnei Noach (BRA)_Bnei Noach_Filhos de Noé_Leis Universais_Projeto Noaismo Info

© Projeto Noaismo Info (Site Bnei Noach)

9a Parte do Curso Bnei Noach — Especial: Guia Bnei Noach de Bênçãos e Orações Revisado por Rav Shimshon em PDF gratuito

B”H

 

Parte 9 do Mini Curso Virtual Gratuito de Introdução ao Tema de Bnei Noach

⇑ CLIQUE ⇑
PARA ACESSAR A NOVA LIÇÃO (parte/página) DO CURSO

 

O Curso Bnei Noach do Projeto Noaismo Info é composto de um conjunto de páginas correlacionadas. Cada nova página é uma nova lição. Porém, como página não possui Tag, quando publicamos uma nova página (uma lição nova do Curso) publicamos também um post que direciona para a página em questão, de modo que cada post possui as Tags (assuntos) daquela página.

Curso virtual gratuito de Introdução ao Tema de Bnei Noach

× Este post é um Post de Divulgação.


 

O PROJETO NOAÍSMO INFO TEM A HONRA E O ORGULHO DE APRESENTAR, GRAÇAS A D’US, O MINI CURSO GRATUITO DE INTRODUÇÃO AO TEMA DE BNEI NOACH.

⇑ CLIQUE AQUI

Site Bnei Noach (BRA)_Bnei Noach_Filhos de Noé_Leis Universais_Projeto Noaismo Info

© Projeto Noaismo Info (Site Bnei Noach)

A prova de que Jesus não é o mashiach

 

Muitos ex-cristãos — se não todos — que agora são Noaítas ou Bnei Noach pensam que para o judaísmo a maior prova de que Yeshu (Jesus) não é o mashíach (messias) é o não cumprimento das profecias bíblicas messiânicas. Porém, na verdade, dentro do próprio judaísmo este fator (o não cumprimento das profecias messiânicas) ou é o menor — ou o menos importante — de todos os fatores, ou, de fato, ele nem sequer é levado em conta.

Conhecemos os Trezes Princípios da Torá e sabemos que eles afirmam:

“Sétimo Princípio: Moisés é o maior profeta, não houve antes dele, nem haverá depois quem o iguale;

Oitavo Princípio: a Torá, conforme nós a conhecemos (tanto a escrita quanto a oral), foi dada por D’us a Moisés e por ele transmitida até as nossas gerações. Moisés recebeu diretamente de D’us, no monte Sinai, duas Torót: uma escrita e a outra oral;

Nono Princípio: a Torá é imutável;

Décimo Segundo Princípio: o mashíach (o verdadeiro messias) virá, e embora demore, sua vinda deve ser aguardada diariamente.”

Como explica Chaim Szwertszarf:

“O sétimo elimina aqueles que reconhecem outro profeta completo e máximo, além de Moisés (como por exemplo, Yeshu (Jesus) ou Maomé).
O oitavo elimina os críticos que acham que a Torá (Pentateuco) não foi escrita por Moisés, mas que é obra posterior, escrita por diversos autores.
O nono elimina todas as novas mensagens que pretendem substituir ou acrescentar ou diminuir do que está escrito no Pentateuco ( como por exemplo, o Novo testamento ou o Coran).
O décimo segundo elimina aqueles que dizem que o Messias já se revelou em absoluto.”

 

Como podemos observar, o 8° Princípio diz que Hashém deu duas Torót, uma escrita e a outra oral. E explicando sobre a identidade do Mashíach, Rabí Maimônides ou Rambám, declarou:

“O mashíach estudará a Torá de acordo com a Torá Escrita e a Torá Oral.”

Sobre esta afirmação de Rambám, o Rabí Abraham Stone, em seu ‘Highlights of Moshiach’, publicado pela S. I. E. (1992), diz:

“Por que Rambam adiciona estas palavras? Isso segue o final da Halachá 3 (em edições sem censura): ‘Quem quer que adicione à [Torá] ou exclui da Torá, ou interpreta a Torá incorretamente, ele é certamente um malfeitor e um herege (isso nega qualquer crença em Yeshu como o Mashiach)’.”

 

Portanto, para o Judaísmo basta apenas o fato de que Yeshu (Jesus) não seguiu a Torá nem de uma forma nem de outra* para ele ser descartado como o mashíach.

* Para aqueles messiânicos (cristãos que fingem ser judeus se travestindo de judeus) que iludidos ainda pensam que isso não é verdade e que Yeshu seguia sim, corretamente, a Torá e, portanto, não ensinou nada de diferente, ou seja, nada estranho à ela, daremos apenas dois exemplos: vejam João 14:6, e, João 8:42, 44, e tentem encontrar qualquer ponto em comum ou encontrar qualquer conexão dessas palavras com as palavras da Torá.

 

Escrito por Projeto Noaismo Info: © Projeto Noaísmo Info

Site Bnei Noach (BRA)_Bnei Noach_Filhos de Noé_Leis Universais_Noaismo.info

© Projeto Noaismo Info (Site Bnei Noach)

Os Verdadeiros Judeus Messiânicos

 

Os Verdadeiros Judeus Messiânicos:
os judeus que têm permanecido fiéis ao judaísmo

 

Por moré Yosef Ben Shlomo Hakohen

Como sabemos, o cristianismo diviniza Jesus e também o vê como o Messias prometido; assim, alguns judeus que têm adotado crenças cristãs nos últimos anos começaram a chamar a si mesmos de “judeus messiânicos”. Precisamos nos lembrar, entretanto, que eles não têm direito a este título já que ele pertence aos judeus que têm permanecido fiéis ao judaísmo e que, portanto, aguardam o verdadeiro Messias.

Uma das principais razões pelas quais os judeus que adotaram as crenças cristãs, incluindo a divinização de Jesus, não devem ser chamados de “judeus messiânicos” é porque nossas escrituras sagradas definem o Messias como um ser humano. Por exemplo, o Profeta Isaías descreve o Messias como um homem que descende de Jessé, o pai de Davi:

“Um rebento sairá do tronco de Ishai (Jessé) e um ramo de suas raízes brotará. E sobre ele pousará o espírito de Hashém, espírito de sabedoria e de compreensão, de capacidade de aconselhamento e de fortaleza, de conhecimento e de temor a Hashém.” (Isaías 11:1-2 Bíblia Hebraica Editora Sêfer)

A passagem acima indica claramente que o Messias é um ser humano iluminado que teme D’US, mas que não é D’US. Os cristãos, no entanto, chamam o homem que vêem como o Messias de “Deus e Salvador” – uma crença que contradiz a seguinte proclamação divina: “EU, SOMENTE EU, sou D’US, e não há SALVADOR além de MIM.” (Isaías 43:11)

Outra razão importante pela qual os judeus que têm adotado crenças cristãs não devem ser chamados de “judeus messiânicos” é porque Isaías revela na passagem seguinte que o verdadeiro Messias inaugurará uma era de paz mundial e de iluminação espiritual quando ele vier; além disso; na era do Messias, D’US também reunirá [em Israel] todos os exilados [do povo] de Israel:

“Não causarão dano e nada destruirão em MEU santo Monte (Tsión), porque o mundo inteiro estará repleto do Conhecimento de Hashém, como as águas cobrem o mar. Nesse dia o descendente de Ishai será como um estandarte de ponto de encontro para todos os povos. A ele acorrerão todas as nações, e a sua paz será com honra. Será nesse dia que Hashém O MESTRE de todos mais uma vez mostrará SUA mão para recuperar os remanescentes de SEU povo (Israel) que tiverem ficado na Assíria, no Egito, em Patros, em Cush, em Elam, em Shinar, em Chamat, e nas ilhas do mar. ELE erguerá um estandarte para as nações e ajuntará os dispersos de Israel; e ELE reunirá (em Israel) os dispersos de Judá dos quatro cantos da Terra.” (Isaías 11:9-12)

As profecias acima não foram cumpridas durante a vida de Jesus; assim, vê-lo como o Messias é uma traição à tradição profética. Os verdadeiros judeus messiânicos são aqueles que esperam o verdadeiro Messias que inaugurará a era da paz e da iluminação espiritual para Israel e para o mundo. Neste espírito, eles proclamam o seguinte princípio de nossa fé: “Eu creio com total fé na vinda do Messias, e ainda que ele possa se atrasar, no entanto, espero cada dia por sua chegada.”

Enquanto estou sentado em minha casa em Jerusalém, oro para que nossos irmãos e irmãs perdidos que têm adotado crenças cristãs retornem para seu D’US Único e Amoroso, para sua Torá que dá vida e para seu povo, para quem foi dada a Torá e suas interpretações.

Por moré Yosef Ben Shlomo Hakohen

© Yosef Ben Shlomo Hakohen
© Projeto Noaismo Info: traduzido do inglês por © Projeto Noaísmo Info

Site Bnei Noach (BRA)_Bnei Noach_Filhos de Noé_Leis Universais_Noaismo.info

© Projeto Noaismo Info (Site Bnei Noach)

 

Veja também

https://a-fe-original–noaismo.info/2019/12/09/um-alerta-especialmente-para-os-judeus-cuidado-com-os-autointitulados-judeus-messianicos/

E

https://a-fe-original–noaismo.info/2020/08/03/uma-carta-para-os-bnei-noach/

O coronavírus e a Torá (A Palavra) de D’us

 

Nesse incrível vídeo, o Rabi Eliahu Hasky explica o que é o coronavírus e como ele surgiu e também qual Recado O CRIADOR da humanidade está querendo passar para ela com esse acontecimento.

O Rabi fala das Sete Leis de Noé da Torá para todos os não-judeus do mundo. Você já as conhece? Sabe do que elas tratam? Quer aprender sobre elas? Acesse e estude as seguintes matérias:

 

E para ficar familiarizado(a) com as palavras utilizadas neste Site, veja

https://a-fe-original–noaismo.info/2019/04/12/dicionario-do-noaismo/

Site Bnei Noach (BRA)_Bnei Noach_Filhos de Noé_Leis Universais_Noaismo.info

© Projeto Noaismo Info (Site Bnei Noach)

Que tipo de livro é a Bíblia (Torá)?

 


“Toda a Torá foi dada para tornar este mundo físico um lugar espiritual e harmônico.” — Rabi Eli Levy (Chabad)


Que tipo de livro é a Bíblia (Torá)?

 

Por Rabi Eli Brackman (Chabad)

 

Nos últimos anos tem havido uma enorme quantidade de livros sobre a Bíblia que servem como guia para diferentes áreas da vida e perspectivas.

É possível encontrar livros sobre a Bíblia como literatura, Bíblia como arqueologia, Bíblia como poesia, Bíblia como história, Bíblia como filosofia, Bíblia como código para a ciência política e Bíblia como guia para a sabedoria nos negócios.

Em um livro muito intrigante do rabino Jonathan Sacks, The Home that we Build Together (O Lar que Vamos Construir Juntos), ele argumenta que a Bíblia Hebraica pode ser usada como um livro de texto sobre como construir uma sociedade multicultural bem-sucedida no século 21 no Reino Unido.

Similarmente, no livro Jewish Wisdom for Business Success: Lessons from the Torah and Other Ancient Texts (Sabedoria Judaica para o Sucesso nos Negócios: Lições da Torá e Outros Textos Antigos), o rabino Levi Brackman argumenta que os textos antigos da Torá podem servir como uma fonte de sabedoria e perspicácia sobre como ter êxito nos negócios.

Enquanto a sabedoria da Torá pode ter algo a dizer ao mundo contemporâneo da política e dos negócios, isto não é essencialmente o que a Torá é e pode levar a interpretações errôneas.

A Torá é essencialmente um trabalho espiritual destinado a aproximar uma pessoa de D’us e assegurar a vivência de uma vida ética e moral entre essa pessoa e sua família e vizinhos.

Isto é indicado no Mishnê Torá do rabino Maimônides (1138-1204), leis de Chanucá (Ch. 3), onde ele afirma que o propósito da Bíblia Hebraica é trazer paz ao mundo.

Para ser claro isto não significa que este é um trabalho sobre a resolução de conflitos a nível geopolítico, mas principalmente sobre a paz entre vizinhos e a harmonia familiar.

Toda a Torá é para este propósito — trazer paz entre uma pessoa e outra.

As histórias da Torá devem ser vistas de maneira similar. Não é um livro de história ou política — deve-se ver a Torá como um texto relevante para o desenvolvimento pessoal e espiritual da pessoa.

No pacto do Monte Sinái os judeus aceitaram um sistema de lei, social e espiritual, ao qual foram obrigados, além das leis universais da sociedade.

O D’us da Bíblia Hebraica é a fonte da moralidade e a Bíblia é o código de ética absoluto. “A Torá é o Ensinamento DIVINO para o povo judeu e para a humanidade.” A Bíblia Hebraica ensina como o indivíduo pode se aproximar de D’us e se tornar um ser humano mais espiritual e moral.

A Torá não é um livro de política ou história, mas de ensinamentos morais para a própria vida pessoal.

 

© Rabi Eli Brackman

Traduzido do inglês por Projeto Noaismo Info

Site Bnei Noach (BRA)_Bnei Noach_Filhos de Noé_Leis Universais_Noaismo.info

© Projeto Noaismo Info (Site Bnei Noach)

 

Você sabia que a Bíblia (Torá) tem uma mensagem para você, não-judeu?

Se você ainda não conhece esta mensagem, para conhecê-la, acesse

https://a-fe-original–noaismo.info/2016/01/29/o-caminho-espiritual-do-nao-judeu/

e ler

https://a-fe-original–noaismo.info/2016/03/08/bnei-noach-o-caminho-da-tora-para-os-nao-judeus/

 

Dedicado a Natan S. O., e em homenagem ao Rebe anterior (o sexto Rebe de Lubavitch), Rabi Yosef Yitschak Schneersohn.

Nova página do site do Projeto Noaismo Info

 

No mês de aniversário do Projeto Noaísmo Info, uma nova página, graças a D’us.

Confira:

https://a-fe-original–noaismo.info/palavras-do-rebe-a-toda-a-humanidade-a-todos-os-nao-judeus-do-mundo/

Site Bnei Noach (BRA)_Bnei Noach_Filhos de Noé_Leis Universais_Noaismo.info

© Projeto Noaismo Info (Site Bnei Noach)