Curiosidades: Você sabia…

Curiosidades

 

Você sabia…

…que houve uma época em que as pessoas idosas não tinham uma aparência envelhecida?

 

…que houve uma época em que não existia doença alguma?

 

…que houve uma época em que — quando as doenças já existiam — as pessoas doentes não se recuperavam das suas respectivas doenças?

 

Por Projeto Noaismo Info

 

O Talmud Sanhedrín Daf 107b explica:

“Até o tempo de Avrahám não havia envelhecimento algum, e os velhos e os jovens tinham a mesma aparência. Quando alguém via Avrahám dizia: Esse é Yitschák (Isaac), e quando alguém via Yitschák dizia: Esse é Avrahám. Avrahám orou por misericórdia, que ele se submeteria ao envelhecimento, como se afirma: “E Avrahám (Abraão) era velho, avançado em idade” (Bereshít/Gênesis 24:1). Não há menção de envelhecimento antes desse versículo.

Até a época de Yaakóv não havia fraqueza alguma, isto é, doença. Yaakóv orou por misericórdia e veio a haver fraqueza, como se afirma: “Disseram a Yossêf (José): ‘Eis que teu pai (Yaakóv/Jacó) está enfermo'” (Bereshít/Gênesis 48:1).

Até o tempo de Elishá (Eliseu) não houve pessoa alguma enferma que se recuperou da sua doença, e Elishá veio e orou por misericórdia e se recuperou, como se afirma: “E Elishá (Eliseu) estava doente da sua doença da qual iria morrer” (Melachím II/2 Reis 13:14). Essa é a primeira menção de uma pessoa que estava doente e que não morreu dessa doença.”

 

Traduzido do inglês por Projeto Noaismo Info:
© Projeto Noaismo Info

Site Bnei Noach (BRA)_Bnei Noach_Filhos de Noé_Leis Universais_Noaismo.info

© Projeto Noaismo Info (Site Bnei Noach)

Bamidbar não sofreu nenhuma alteração em quase dois mil anos

 

“Idêntica

No ano passado, a equipe de Sealers já havia divulgado resultados preliminares, mostrando que havia trechos do Levítico [Bamidbar na bíblia Judaica] no pergaminho. Agora, porém, foi possível identificar, linha a linha, o conteúdo do pergaminho. As colunas escritas trazem o primeiro capítulo do livro, tal qual podem ser lidas hoje. “Essa versão do pergaminho de Ein Gedi é 100% idêntica à que tem sido usada por séculos. Para nós, é absolutamente incrível que, em 2 mil anos, o texto não tenha sido alterado”, comemora Emmanuel Tov”.

http://www.correiobraziliense.com.br/app/noticia/ciencia-e-saude/2016/09/22/interna_ciencia_saude,549853/tecnica-digital-desvenda-pergaminho-de-2-mil-anos-encontrado-em-israel.shtml

 

E agora maometanos?

Site Bnei Noach (BRA)_Bnei Noach_Filhos de Noé_Leis Universais_Noaismo.info

A história de uma Bnei Noach

Por Eliana, uma Bat Noach estrangeira

 

A mãe de Eliana pensava que era judia (ela não era messiânica, ela se associava com o reformismo e o conservadorismo) e descobriu através de sua filha (a Eliana) que não era. Ambas agora são Bnei Noach (lê-se Benêi Nôarr) ou noaítas.

 

(Legendado para o português.)

Site Bnei Noach (BRA)_Bnei Noach_Filhos de Noé_Leis Universais_Noaismo.info

Mashiach: The Principle of Mashiach and the Messianic Era in Jewish Law and Tradition

Read

Mashiach: The Principle of Mashiach and the Messianic Era in Jewish Law and Tradition

in

A systematic compilation of the essential Halachic and conceptual teachings about Moshiach and the Messianic redemption from the Biblical, Talmudic-Midrashic and other authoritative sources.
 Mashiach: The Principle of Mashiach and the Messianic Era

O que é a Festa de Purim?

PURIM 2016
Começa ao pôr do sol de Quarta-feira, 23 Março, 2016
Termina ao anoitecer de Quinta-feira, 24 Março, 2016
• Ta’anit Esther – 23 Março, 2016
• Shushan Purim – 25 Março, 2016
Purim comemora a salvação do povo judeu da destruição planejada pelo perverso Haman. A história é relatada na Meguilá de Ester.

Purim

A vida após a vida

A vida após a vida

 

Para o Judaísmo é fato que, na verdade, não há nada após a vida, porque a vida nunca termina.

 

Existe vida após a morte?
O que o Judaísmo diz a respeito?
Você sabia que a crença na Ressurreição dos Mortos é uma crença originalmente judaica? (E, a propósito, que a crença no messias também é uma crença de origem judaica?)

Aprenda sobre este tema ouvindo essas 3 incríveis palestras do Rabi Y. David Weitman

(O Rabi David Weitman é emissário do Rebe e fundador do Beit Chabad Morumbi.)

 

1. Vida após a Morte

https://www.4shared.com/mp3/ksH47d0Nda/Vida_aps_a_Morte_-_Por_RavY_Da.html

 

2. Visita ao cemitério

https://www.4shared.com/mp3/uwmgvCxUee/Visita_ao_Cemitrio_-_Por_RavY_.html

 

3. Paraíso e Ressurreição dos Mortos

https://www.4shared.com/mp3/3teN9hqOee/Paraso_e_Ressurreio_dos_Mortos.html

 

© Rabi David Weitman
© Maayanot

Site Bnei Noach (BRA)_Bnei Noach_Filhos de Noé_Leis Universais_Noaismo.info

© Projeto Noaismo Info (Site Bnei Noach)

O que é a Festa de Chanucá?

O que é a Festa Judaica de Chanucá?

 

Chanucá 2015

Começa ao pôr do sol de Domingo, 6 de Dezembro, 2015

Termina ao anoitecer de Segunda-feira, 14 de Dezembro, 2015

 

Chanucá comemora a reinauguração do Templo Sagrado de Jerusalém, após a vitória dos macabeus. É celebrada durante oito dias através do acendimento da chanukiyá.

 

A História de Chanucá Resumida

A Ocupação Síria

Há mais de 2000 anos, o rei selêucida Antiochus III governava Israel. A princípio, ele tratava com bondade os judeus e lhes dava alguns privilégios; porém quando os romanos o derrotaram, Antiochus forçou os povos de seu império a fornecerem o ouro necessário para pagar os tributos romanos. Seu filho e sucessor, Seleucus IV, continuou a opressão.

Porém o pior conflito causado pela ocupação síria de Israel veio de dentro, com o crescimento do poder dos judeus “helenistas”, que adotaram a cultura grega idólatra. O Cohen Hagadol, Sumo Sacerdote, Yochanan, previu o perigo dessa influência. Enfurecidos por essa oposição, os helenistas tentaram fomentar o conflito entre o Rei Seleucus e Yochanan.

“Louco!”

Logo, Seleucus foi assassinado e seu irmão Antiochus IV tornou-se rei. Um tirano cruel, Antiochus zombava da liberdade religiosa. Era chamado “Epifânio” (amado pelos “deuses”), porém um historiador contemporâneo, Polebius, chamou este rei perverso de “Epimanes”, que significa “louco”.

Esperando impôr uma religião e cultura comuns, Antiochus negou a liberdade religiosa aos judeus, suprimindo a Lei da Torá. Ele instalou o irmão de Yochanan em seu lugar, o helenista Jason, como ele chamava a si mesmo em grego – que passou a divulgar os costumes gregos no sacerdócio. No entanto, seu amigo helenista Menelau expulsou Jason. Enquanto isso, Antiochus empreendeu uma guerra bem-sucedida contra o Egito. Roma exigiu que ele parasse, e ele cedeu. Em Jerusalém, nesse interim, espalharam-se boatos da morte acidental de Antiochus, e o povo se rebelou contra Menelau, que fugiu.

Mártires

Antiochus soube da rebelião em Jerusalém; já furioso por ter suas ambições frustradas no Egito, enviou seu exército para atacar os judeus, matando milhares. Emitiu então decretos severos proibindo a religião judaica, confiscando e queimando Rolos de Torá. Guardar o Shabat, realizar a circuncisão e cuidar das leis dietéticas eram agora castigadas com a morte. Apegando-se à sua fé, milhares de judeus sacrificaram a própria vida.

Matityahu…

Por fim, os soldados de Antiochus chegaram à aldeia de Modi’in. Construíram um altar na praça principal e exigiram que Matityahu, um sacerdote idoso e líder da comunidade, oferecesse sacrifícios aos deuses gregos. Ele recusou, professando a lealdade do seu povo ao pacto de D’us com Israel.

Quando um judeu helenista aproximou-se para oferecer um sacrifício, Matityahu agarrou a espada e matou-o. Seus filhos e seguidores mataram muitos invasores e perseguiram os restantes, depois destruíram o altar. Matityahu sabia que Antiochus certamente enviaria soldados; então ele e um bando de seguidores fugiram rumo às colinas da Judéia.

…e filhos

À beira da morte, Matityahu conclamou seus filhos a continuarem sua luta. Um irmão, Shimon “o Sábio”, os guiaria; outro os lideraria na guerra, Yehudá, “o Forte” – chamado Macabeu, um acrônimo do hebraico “Mi Camocha Ba’e-lim Hashem” – “Quem é como Tu, ó D’us”.

Antiochus enviou Apolônio para eliminar os Macabeus. Embora maior e mais bem equipado, o exército de Apolônio foi derrotado pelos Macabeus, que agora derrotavam uma tropa síria atrás da outra. Antiochus decidiu mostrar seu poder militar para esmagar o corajoso pequeno bando de judeus. Mais de 40000 soldados sírios foram enviados à luta. Após uma série de batalhas, os Macabeus venceram!

Uma pequena ânfora

Em seguida, os Macabeus foram libertar Jerusalém. Tiraram do Templo os ídolos ali colocados pelos sírios. Construíram um novo altar, consagrado a 25 de Kislêv de 3595 (165 AEC [Antes da Era Comum]).

Os sírios tinham roubado a Menorá de ouro do Templo, portanto os Macabeus imediatamente fizeram uma nova, porém de metal menos nobre. Embora o azeite impuro pudesse ser usado para acender a lamparina do Templo se necessário, eles insistiram em usar apenas a única ânfora de azeite com o selo do ultimo Sumo Sacerdote justo, Yochanan.

Aquela pequena e única ânfora, contendo azeite somente para um dia, durou os oito dias, conforme comemoramos todos os anos: os Oito Dias de Chanucá.

© Chabad

 

Para saber mais sobre a Festa de Chanucá:

6-14 de dezembro, 2015
Mensagem de Chanucá
Artigos e Inspiração
Leis e Costumes de Chanucá
Histórias

 

Domingo à noite, 6 de dezembro
Acenda uma vela em sua Chanukyiá.  [Guia de acendimento…]

Brasil
Portugal

        Resto do mundo (Inglês)