Guia Rosh Hashana Bnei Noach

Guia Noaítico de Rósh Hashaná e Ióm Kipúr 2020

PARA BAIXAR GRATUITAMENTE AQUI MESMO NO SITE O GUIA NOAÍTICO DO ROSH HASHANÁ E YOM KIPUR NO FORMATO PDF, EM PARCERIA COM O RAV SHIMSHON BISKER, ACESSE O GUIA VIRTUAL:

https://a-fe-original–noaismo.info/2017/09/09/site-bnei-noach-guia-de-bencaos-e-oracoes-diarias-para-os-bnei-noach/

 

 

Na transliteração dos termos hebraicos o “sh” tem som de “CH”. Exemplos: “Rósh Hashaná”, “Hashém”, “Shemá”, etc.

Na transliteração dos termos hebraicos o “ch” tem som de “RR”. Exemplos: “Nôach”, “Berachót”, “Barúch”, “Chavá”, “Tanách”, etc.


 

ATENÇÃO

Este Guia deve ser usado APENAS NOS DOIS DIAS DO RÓSH HASHANÁ 2020 E NO DIA DO IÓM KIPÚR 2020.

Há orações neste Guia que não devem ser recitadas nos dias comuns porque são exclusivas do Rósh Hashaná e do Ióm Kipúr. E há partes de orações neste Guia que não devem ser recitadas nos dias comuns porque se aplicam exclusivamente ao Rósh Hashaná e ao Ióm Kipúr.

Para as orações do dia a dia, veja o  nosso Guia Noaítico de Bênçãos e Orações Diárias em

https://a-fe-original–noaismo.info/2017/09/09/site-bnei-noach-guia-de-bencaos-e-oracoes-diarias-para-os-bnei-noach/


 

Bendito é Hashém

 

Guia de RÓSH HASHANÁ Para BNEI NOACH 2020 Aprovado pelo Rav Shimshon Bisker, de Israel

/

Guia de IÓM KIPÚR Para BNEI NOACH 2020 Aprovado pelo Rav Shimshon Bisker, de Israel

Por Projeto Noaismo Info & Rav Shimshon Bisker

Tradução, produção, organização, edição e adaptação em Língua Portuguesa (Brasil) por Projeto Noaismo Info. Revisão e Aprovação Rav Shimshon Bisker.

Site Bnei Noach (BRA)_Bnei Noach_Filhos de Noé_Leis Universais_Noaismo.info

https://a-fe-original–noaismo.info/site-bnei-noach-copyright/

 

Esta obra não deve ser comercializada.

O site Noaismo.info não comercializa esta obra. Em nosso site, disponibilizamo-la gratuitamente.


“O homem, todo e qualquer homem, é possuidor de uma alma à imagem e semelhança de D’us.” – Rabi Moshe Grylak


 

O Primeiro Dia da Festividade bíblica (Torânica) universal de Rósh Hashaná de 2020 (1º de Tishrêi de 5781) começa ao pôr do sol da sexta de 18 de Setembro e acaba ao anoitecer do sábado de 19 de Setembro, horário este que também inicia – 02 de Tishrêi de 5781 – o Segundo Dia do Rósh Hashaná de 2020 que acaba ao anoitecer do domingo de 20 de Setembro.

Então:

1° Dia do Rósh Hashaná 2020:
do pôr do sol de 18/9 ao pôr do sol de 19/9;

2° Dia do Rósh Hashaná 2020:
do pôr do sol de 19/9 ao pôr do sol de 20/9.

Rósh Hashaná (literalmente, a “cabeça do ano”) é um feriado que ficou mundialmente conhecido como o Ano Novo JUDAICO por sempre ter sido celebrado apenas pelos judeus. Porém, a Festividade de Rósh Hashaná não comemora nenhum evento judaico. Antes, trata-se da celebração de um evento UNIVERSAL, a saber, a Data da Criação da Humanidade, sim, o exato Dia em que O INFINITO CRIADOR de todo o universo, HaVaYáH (também popularmente chamado de Hashém), O D’US da Torá (e do Tanách* — a bíblia judaica) e do povo de Israel, criou Adám e Chavá (Adão e Eva), o primeiro homem e a primeira mulher.

* Tanách: acróstico de Torá (os Cinco Livros de Moshé), Neviím (Profetas) e Ketuvím (Escritos).

“A primeira Lei que o Povo de Israel recebe como povo, na saída do Egito, quando se torna uma nação, é a Lei de conhecer o calendário (judaico), de saber santificar a lua, de reconhecer o novilúnio.
A pergunta é, por que o calendário judaico é a primeira Mitsvá (Lei Divina)? A resposta simples obviamente é que não dá para fazer nada sem calendário. Como podemos definir quando vão ser as nossas [dos judeus] festas — Pêssach, Shavuót, Sucót, Rósh Chódesh, e assim por diante — sem calendário?
Havia já o mês de Tishrêi. [E] com o mês de Tishrêi realmente o nascimento de Adão, a Criação do mundo, mas isto não é judaico. Contar os anos desde a Criação não é algo tipicamente judaico. Agora D’us está nos dando um calendário que é nosso.”
— Rabi Y. David Weitman

“Rósh Hashaná é o aniversário da criação da humanidade[*]. A primeira coisa que o ser humano fez foi reconhecer a Soberania de D’US como REI do universo. Rósh Hashaná vem a ser, então, o aniversário da Coroação de D’US como REI.”
— Rabí Eliezer Shemtov

[* A criação da humanidade ocorreu em 09 de Setembro de 3761 a.e.c. (ou seja, antes da era comum).]

À parte dos aspectos ritualísticos exclusivamente judaicos (tais como tocar o Shofár, fazer Kidúsh e Havdalá, entre outros), atualmente há não-judeus em todo o mundo que celebram a Festividade bíblica universal de Rósh Hashaná. Esses não-judeus são os Noaítas (em hebraico Bnei Noach — ou, Benêi Nôach, que significa os Filhos ou Descendentes  de Noá (Noé). Os noaítas são não-judeus que devotam HaVaYáH sem se tornarem judeus — sem se converterem ao judaísmo (obviamente, eles também não cumprem mandamentos judaicos que são apenas religiosos — não adotam os rituais e as práticas judaicos identificacionais; pelo menos não deveriam).

“Das Festividades Judaicas, a única que deve ser celebrada pelos não-judeus é o Rósh Hashaná, que não é uma Festividade “Judaica” [i.e., o qual não celebra um evento judaico] mas o aniversário da Criação [da humanidade], quando o mundo inteiro se encontra perante O CRIADOR para o Julgamento[*]. O Rósh Hashaná é a Festividade da Humanidade.”
— Rabi Zvi Aviner

* “Ióm Hadín” – “o Dia do Julgamento”.

 

Rosh Hashaná é o Dia do Julgamento para toda a humanidade. Nesse dia, o humano é julgado por todas as suas ações, e o que virá a acontecer durante o ano vindouro é registrado. …No Rosh Hashaná o mundo é julgado quanto ao que virá a acontecer ao longo do ano. Os sábios (judeus) disseram: “No Rosh Hashaná, toda a humanidade passa diante DELE como um rebanho de ovelhas. Passam por ELE um por vez, um atrás do outro, mas ELE esquadrinha a todos com uma única olhada. Assim, o versículo (Salmos 33:15) declara: “ELE analisa os corações de todos e perscruta todas as obras deles”; D’US, que é O CRIADOR, (com uma única olhada) vê todos os corações da humanidade juntos e compreende todos os seus atos.” O Rabi Cruspedai disse em nome do Rabi Iochanán que, no Rosh Hashaná, são abertos três livros contábeis: um para as pessoas completamente malvadas, um para as pessoas completamente justas e um para as pessoas medianas. As completamente justas são inscritas e seladas imediatamente para a vida. As completamente malvadas são inscritas e seladas imediatamente para a morte. O destino das medianas permanece pendente até o Iom Kipúr. Se elas merecerem (ou seja, se ficarem arrependidas), serão inscritas para a vida; caso contrário (ou seja, se não se arrependerem), serão inscritas para a morte (ibid. 16a-b). O Rosh Hashaná foi decretado como dia do julgamento por dois motivos: Primeiro porque, nesse dia, a Criação do mundo foi completada – e como a intenção Divina foi de que o mundo fosse governado pela característica de justiça rigorosa, o início do ano foi instituído como dia do julgamento. O segundo motivo é que nesse dia Adão foi julgado, se arrependeu e foi perdoado. Esses dois motivos encontram-se insinuados na reza onde recitamos: “Pois fixaste tempo de lembrar e recordar todo espírito e toda alma, e serão recordadas as numerosas ações e infinitas multidões de criaturas. Desde o princípio assim estabeleceste e de outrora o revelaste; o dia de hoje é o dia do começo da TUA Criação, é uma lembrança do primeiro dia” – uma lembrança do primeiro dia do mundo completamente criado e do primeiro dia do julgamento.””
— Escrito por Editora e Livraria Sêfer, texto extraído da obra ‘Livro do Conhecimento Judaico: O Ano Hebreu e Seus Dias Significativos’ (‘Sêfer Hatodaá’), do Rabi Eliahu Kitov.

Portanto, os noaítas — os não-judeus devotos de Hashém — unem-se em espírito aos seus instrutores espirituais — os professores da Verdade Espiritual para toda a humanidade —, o povo judeu, na comemoração da Festa de Rósh Hashaná que é a Coroação de D’US, Hashém, O INFINITO CRIADOR, como REI de tudo e todos dentro do universo.

Está profetizado na Palavra de D’US, a Torá — a Original e Única Palavra de D’US* —, que no futuro próximo o mundo todo abandonará as suas próprias invenções religiosas — todas as religiões —; que “Hashém que agora é o nosso D’US [dos judeus e dos noaítas], será no futuro O D’US ÚNICO para todo o mundo.” (Comentário de Ráshi para Deuteronômio 6:4)
‘Todas as nações procurarão o povo de Israel para que eles lhes ensinem o Caminho adequado para servir D’US.’ (Introdução da Editora Sêfer do Salmo 47) Este Caminho Espiritual adequado para os não-judeus servirem D’US é exatamente o Noaísmo, o movimento bnei noach.

* Os noaítas não crêem em Jesus/Yeshua/Yahushuah, nem no “novo testamento”. Os noaítas não são cristãos nem messiânicos (yeshuanistas — cristãos disfarçados de “judeus”) (veja, por exemplo, https://jewsforjudaism.org/knowledge/articles/is-the-christian-movement-called-qmessianic-judaismq-a-form-of-judaism/ (em inglês)).

A espiritualidade noaítica — a “prática religiosa” dos noaítas — consiste em vivenciar as Sete categorias de Mitsvót (Mandamentos Divinos) Universais da Torá.
As Sete Leis Morais básicas dos Filhos de Noá da Torá são a Fé Original da humanidade, o Caminho Espiritual estabelecido pelo PRÓPRIO D’US para ser seguido por todas as pessoas do mundo inteiro em todas as épocas e lugares.


 

→ Mensagem do Rebe, Líder espiritual de nossa geração

“Rósh Hashaná, o Ano Novo (bíblico — i.e., o Ano Novo de acordo com a Palavra de D’US, a Torá), é celebrado em memória da Criação do mundo e da humanidade. É conhecido como o “Dia da Coroação” do CRIADOR, quando ELE foi proclamado “REI do Universo” depois de ter criado o primeiro humano — a criatura dotada de uma alma singular, inteligência e o poder da fala, a única entre todas as criaturas do mundo que tem a capacidade de percepção consciente da Criação e do CRIADOR e de reconhecer e aceitar, e submeter-se a, a regra Divina. O serviço espiritual particular de Rósh Hashaná é a aceitação de D’US como O REI do mundo inteiro.

Ainda que a consciência e o reconhecimento da DIVINDADE ONIPOTENTE devam, naturalmente, ser o princípio subjacente da conduta humana todo e cada dia do ano, a Palavra de D’US, a Torá, designa um dia especial no ano como um “Dia da Recordação” (“Yóm Hazicarón”) para que este sirva como uma ocasião de voltar a dedicar-se ao serviço de D’US e como fonte de inspiração contínua ao longo de todo o ano.

Com sinceros votos de Ketivá Vechatimá Tová (“Uma boa inscrição e selamento [no Livro da Vida]”), para um ano bom e doce; “bom” conforme definido na Torá — o bem genuíno — tanto materialmente quanto espiritualmente.”

Rabi Menachem Mendel Schneerson (O Rebe)


 

Texto

“Rósh Hashaná é o início de um novo ano. É a oportunidade de cada pessoa de começar sua vida de novo. Certamente, a cada dia – ou mesmo, a qualquer momento em nossa vida – podemos optar por tomar diferentes caminhos na vida – melhorar o que é preciso – mas Rósh Hashaná é o momento mais auspicioso do ano para fazê-lo. Trata-se de um novo começo. Um novo ano representa novas possibilidades.

Muitos de nós se acostumam com o mundo e com a vida do jeito que está. Muitos são pessimistas sobre o futuro do mundo, especialmente à vista dos recentes eventos. Muitos indivíduos e mesmo nações se veem presa de círculos viciosos, e às vezes parece não haver saída.

Rósh Hashaná nos ensina que o futuro pode ser radicalmente diferente do presente. Por meio da oração, do arrependimento – corrigindo nossos erros e fazendo um empenho para melhorar – da tsedacá (caridade) e da guemilút chassadím, prática de boas ações – atos de santidade e bondade – cada um de nós pode mudar o curso de sua vida. Cada um de nós pode ser elevado da tristeza à alegria, do fracasso ao sucesso, da carência à riqueza – material e espiritualmente. O conceito de destino é estranho ao Judaísmo: em qualquer momento de nossa vida, mas especialmente em Rósh Hashaná, podemos mudar nosso destino.

No entanto, os problemas tratados em Rósh Hashaná não são uma avaliação de atos positivos e negativos, mas sim, a postura da pessoa diante do REI do Universo. O tema de Rósh Hashaná é a proclamação de D’US como REI do Universo porque cada ano, em Rósh Hashaná, D’US toma a decisão: criar o mundo de novo, como O fez quando criou o Universo? Ou ELE decidirá que seria melhor que tudo voltasse a ser como era antes que o Universo fosse criado? Rósh Hashaná é, portanto, não apenas o dia em que nasce um novo ano, mas o dia em que nasce um novo mundo.

Rósh Hashaná é o dia em que o mundo é criado, a cada ano. Em outras palavras, Rósh Hashaná não é o início do ano porque se segue ao último dia do ano anterior, mas porque o ano se inicia como um novo fenômeno, completamente à parte do ano que recém termina. Isto significa que em Rósh Hashaná, o mundo é criado de novo. Em Rósh Hashaná, o homem deve considerar não os atos que cometeu no ano findo, mas seus princípios, seus valores, e como ele vê a vida e o mundo. Como em Rósh Hashaná um novo mundo é criado, este é o dia mais auspicioso para a pessoa começar de novo seu relacionamento com D’US. No entanto, uma renovação verdadeira, um novo capítulo na vida da pessoa, só pode nascer de uma reavaliação dos valores e dos padrões morais dessa pessoa. Rósh Hashaná, portanto, não é um dia para se decidir sobre as pequenas mudanças que queremos fazer no futuro ou lamentar sobre os pequenos erros passados. Pelo contrário, em Rósh Hashaná, é necessário reconstruir o relacionamento entre D’US e o mundo. No dia em que o mundo, e, por conseguinte, a vida de todos nós, é criada de novo, cada um de nós deve proclamar a Majestade Divina. O fato óbvio de que não há rei sem súditos tem um corolário crucial: se os súditos não reconhecem seu rei, este se torna irrelevante como seu soberano. D’US criou o mundo para o propósito do Atributo de Majestade, e isso significa que se não reconhecermos e afirmarmos esse fato, ELE não terá nenhum motivo para criar o mundo de novo.

Esta indagação, este exame de consciência pessoal, é mais bem conduzido quando a pessoa confronta a si mesma com o atributo da Majestade Divina. Em Rósh Hashaná, muitas pessoas se perguntam: “O que este ano reserva para mim?” Mas o que deveriam se perguntar, é: “Quão bom sou para a totalidade da existência?” Em outras palavras, ao invés de se preocupar tanto com o que lhe toca, e com o que o REI fará para ele, a pessoa deveria se perguntar o que o REI espera dele e como ele pode melhor contribuir para o reinado DELE.

Em Rósh Hashaná, coroamos D’US como nosso REI, porque sem um rei não pode haver um reino. Nesse dia, recebemos a oportunidade de elevar-nos acima do mundo como ele é, em outras palavras, recebemos a oportunidade de sermos parceiros de D’us na recriação de SEU reino.”

— Revista Morashá
© Instituto Morashá de Cultura.


 

ATENÇÃO
Nenhuma das atividades descritas aqui são necessárias ou obrigatórias aos noaítas. Os noaítas que desejarem realizá-las (uma, algumas ou todas) devem fazê-lo voluntariamente, conscientes de que Hashém (D’US) não lhes ordenou praticá-las. Além disso, os noaítas não devem impor quaisquer proibições a si mesmos.

As Tefilót (Orações) e Berachót (Bênçãos) deste Guia podem ser recitadas pelos noaítas individualmente ou em grupo.



● Leitura Bíblica

No sábado (19/9), primeiro dia do Rósh Hashaná, lê-se:
Gênesis 21:1-34, e, 1 Samuel 1:1-2:10

No domingo (20/9), segundo dia do Rósh Hashaná, lê-se:
Gênesis 22:1-24, e, Jeremias 31:1-19

 


● Se por roupas novas pela primeira vez, recite:

Bendito és TU, Hashém, nosso D’US, REI do universo, que veste os desnudos.|


 

→ AO ANOITECER DA SEXTA 18/9 E AO ANOITECER DO SÁBADO 19/9

● ACENDIMENTO DE VELA

O Rabi Jacob Immanuel Schochet (Chabad), primeiro rabino supervisor da Organização Ask Noah International, explica:
“Se Bnei Noach quiserem acender vela em honra ao sétimo dia judaico (o dia de se fazer a festa de shabát) ou aos [outros] dias das festividades judaicas, [as quais são anuais,] eles podem fazê-lo logo após o pôr do sol, já que é costume do mundo em geral acender vela para ocasiões festivas.” (© Ask Noah International; © Projeto Noaismo Info)

Enquanto os judeus estarão acendendo suas velas antes do anoitecer da sexta, os Noaítas (Bnei Noach) seguem a orientação do Rabi Jacob I. Schochet — e da Ask Noah — conforme acima e poderão estar acendendo, se quiserem, uma vela (ou mais, 7?) depois do anoitecer da sexta (exatamente sem cerimônias, sem rituais, sem bênçãos, sem cumprir mandamentos judaicos religiosos) — tradicionalmente a vela é acesa pela mulher da casa —, conscientes assim de que há uma distinção estabelecida pelO PRÓPRIO Hashém entre Israel e as outras nações.

● Oração

TU, Hashém, cria o dia e a noite e faz com que as tardes escureçam; TU cria as chamas do fogo; bendito e louvado és TU, Hashém, nosso D’US, REI do universo, que ilumina o mundo e o torna santo por proporcionar à humanidade Mandamentos Universais para guiá-la e elevá-la. Seja TUA vontade, D’US, que a luz de TEUS Mandamentos ilumine todo o mundo e que se reconstrua o Bet Hamicdásh (o Templo de Yerushaláim) rapidamente, em nossos dias, e que o mundo inteiro conheça TUA Palavra, a Torá, para que todos TE sirvam com reverência e que todos os que chegam ao mundo associem-se às suas respectivas partes na TUA Torá.

Nós TE agradecemos, D’US, que temos o privilégio de conhecer-TE e servir-TE através dos Sete Mandamentos Universais da Torá que TU ordenaste para nós.

Abençoa-nos com a iluminação espiritual nesta noite de Festividade, Hashém, nosso D’US. Neste dia (há 5781 anos) TU criaste o primeiro humano Adám. Que TU sejas reconhecido como REI e CRIADOR do ser humano por toda a humanidade rapidamente e em nossos dias.

Que seja TUA vontade, Hashém, D’US de Israel e de toda a humanidade, mostrar TEU favor a todos os TEUS servos e em particular a mim e a minha família; e concede-nos uma vida longa e boa em serviço a TI; recorda-nos com bênção e boa memória; tem-nos presentes para salvação e misericórdia; outorga-nos grandes bênçãos; e que TU completes nosso lar e faças com que TUA DIVINA PRESENÇA repouse dentro de nós.

Concede-nos o privilégio de criar filhos e netos que sejam sábios e compreensivos, que TE amem e TE temam, D’US, que possam crescer para serem pessoas honestas, unidas a TI, Hashém, nosso D’US e REDENTOR, que possam iluminar o mundo com obras boas e justas, e que cada um de seus esforços seja em serviço a TI, nosso D’US, CRIADOR do céu e da terra. Ouve, por favor, nossas súplicas neste tempo e que o TEU semblante (i.e., a TUA PRESENÇA) brilhe sobre nós.|

● Todos podem recitar a seguinte benção↓

“Bendito és TU, nosso D’US, REI do universo, que nos deu vida e nos manteve e nos possibilitou chegar a esta ocasião.”|


APENAS NA PRIMEIRA NOITE do Rósh Hashaná — isto é, na noite da sexta, 18 de Setembro, desejamos uns aos outros

“Leshaná Tová Ticatêv Vetechatêm”

“Que você seja inscrito(a) e selado(a) para um bom ano.”|


Abençoando os Filhos

(Ao recitar a bênção, normalmente o pai, ou o pai e a mãe, coloca uma mão, a direita, sobre a cabeça de seu(s) filho(s) e diz)

Que Hashém lhe abençoe (materialmente) e lhe proteja (fisicamente). Que Hashém faça SEU semblante resplandecer sobre você (quer dizer, que a luz da Torá dos Sete Mandamentos ilumine a sua vida diária, para o seu crescimento espiritual) e seja gracioso com você. Que Hashém volte SEU semblante para você (com clemência) e lhe conceda a paz. Que o/a (nome do filho/da filha) ande com Hashém entre os justos das nações agora e para sempre.

(A criança responde: Amén.)|

Vinde e cantemos para Hashém; aclamemos A ROCHA da nossa salvação. Apresentemo-nos perante ELE com agradecimentos e louvêmo-LO com salmos. Pois um GRANDE D’US é Hashém, um GRANDE REI acima de todos os poderes (do universo, os quais foram deificados pelos humanos).
Para o Diretor do Coro, no (instrumento musical) “Guitít”. (Um salmo.) Por Assáf. Cantai com alegria a D’US, que é a nossa fortaleza; aceitai a Soberania dO D’US de Yaacóv (em Rósh Hashaná). Entoai um salmo e tocai o pandeiro, a agradável lira com a harpa. Soprai (vós judeus) o Shofár na lua nova (de Rósh Hashaná), no dia fixado como dia da nossa festividade. Porque (como dissemos) (soprar o Shofár em Rósh Hashaná) é um decreto (Divino) (apenas) para (o povo de) Israel (para despertá-los para retornarem a D’US) uma ordenança do D’US de Yaacóv.
ELE o estabeleceu para Yossêf (José) como testemunho, quando este saiu para governar na terra do Egito (i.e., Yossêf foi libertado da prisão em Rósh Hashaná e tornou-se vice-rei do Egito nesse mesmo dia), onde entendeu uma língua que não conhecia.
D’US disse: “EU livrei seu ombro (Israel) da carga, e do caldeirão da servidão EU retirei suas mãos (i.e., a escravidão dos filhos de Israel no Egito terminou em Rósh Hashaná). Na angústia clamaste e EU te livrei; com voz de trovão EU te respondi e provei-te junto às águas de Merivá. Ouve, povo MEU, EU te advertirei, ó Israel, se ME escutares! Não haverá deuses estranhos em teu meio nem adoração a divindades alheias.
(Pois) EU sou Hashém, teu D’US, que te fez subir da terra do Egito; abre bem a tua boca (exponha todos os teus desejos) e EU os concederei. Mas o MEU povo não ouviu a MINHA voz, e Israel não ME quis (escutar). Assim, EU os deixei seguir segundo a obstinação dos seus corações, (sim) EU os deixei seguir os seus próprios conselhos. Ah, apenas se ME ouvisse o MEU povo, se Israel apenas trilhasse MEUS caminhos, num instante EU abateria os seus inimigos, e contra os seus adversários alçaria MINHA mão.”
Os inimigos de Israel que odeiam Hashém murchariam diante DELE, e seu castigo duraria para sempre (i.e., e essa época de bênção para Israel seria para sempre). Mas a Israel ELE nutriria com o melhor dos alimentos, e com o mel que emana da rocha o saciaria. (Tehilím/Salmos 81)|

(Há um Midrásh que diz que este salmo foi criado por Adám após o arrependimento do pecado.)
Um salmo. (Por Moshé.) Um cântico para (os Levitas entoarem aos sábados,) o Sétimo Dia. É bom louvar Hashém e cantar louvores ao TEU NOME, ó ALTÍSSIMO! Proclamar TUA bondade toda manhã e TUA fidelidade todas as noites com uma variedade de instrumentos e com cântico. Pois TU, ó Hashém, me alegraste com TEUS feitos; com as obras das TUAS mãos me regozijarei. Quão magníficas elas são, ó Hashém, e quão insondáveis são TEUS pensamentos!
Um insensato não sabe e um tolo não entende que quando os iníquos brotam como erva e os malévolos florescem (i.e., quando pessoas más prosperam), é para serem destruídos para sempre. Porém TU, Hashém, permaneces eternamente exaltado, pois eis que TEUS inimigos, Hashém, pois eis que, certamente, TEUS inimigos perecerão, e todos os que praticam iniquidades desaparecerão. Exaltaste minha força como a dos chifres do (animal) “rem” e me ungiste com óleo puro (i.e., e me abençoaste com grande prazer): Meus olhos viram a queda de meus inimigos, e meus ouvidos escutaram (a condenação) dos malfeitores que se levantam contra mim. Os justos, porém, florescerão como palmeiras e crescerão como os cedros no Líbano.
Plantados na Casa de Hashém (no Bet Hamicdásh — o Templo de Yerushaláim), florescerão nos átrios do nosso D’US. Mesmo na velhice serão vigorosos e fortes (em sua aderência à Torá e seus mandamentos) e produzirão frutos (i.e., prosperarão) para declarar que Hashém é íntegro; minha FORTALEZA, em QUEM não há nenhuma falha. (Tehilím/Salmos 92)|

(Há um Midrásh que diz que este salmo foi criado por Adám antes do pecado.)
(Salmo por Moshé. Na era messiânica, todos declararão): Hashém fez-SE REI; pois ELE vestiu-SE de grandeza; sim, Hashém vestiu-SE, cingiu-SE de força e grandeza (e as nações reconheceram que ELE estabeleceu o universo).
Firme e inabalado está o mundo por ELE criado. Firme está o TEU trono desde a mais remota antiguidade; TU és eterno (sem começo nem fim).
Como rios (furiosos) eles (os inimigos de Israel) levantaram, ó Hashém, como rios eles levantaram sua voz (contra TI); como rios eles levantam sua destrutibilidade (mais que as poderosas ondas do mar). Porém, (eu sei que) mais poderoso que a voz de muitas águas e que as poderosas ondas do mar és TU nas alturas sublimes, Hashém. Fidelíssimos são os TEUS testemunhos (mediante as palavras dos TEUS profetas) em relação (à reconstrução do Bet Hamicdásh — o Templo de Yerushaláim — e) à santidade que (então) embelezará a TUA Casa, ó Hashém, para todo o sempre. (Tehilím/Salmos 93)|

(Salmo por Moshé.) Cantai a Hashém uma nova canção (nova porque, na era messiânica, o mundo inteiro reconhecerá e servirá Hashém), cantai a Hashém toda a terra. Cantai a Hashém, bendizei SEU NOME, proclamai dia a dia a salvação que DELE provém.
Que (nós judeus) relatemos SUA glória entre as nações e SEUS feitos maravilhosos entre todos os povos, porque Hashém é grande e digno dos mais altos louvores. ELE é temível acima de todos os poderes (i.e., acima de todas as SUAS criações celestes — tanto os astros quanto os anjos celestiais), pois todos os “deuses” das nações são literalmente nada, enquanto Hashém é O CRIADOR do universo. A honra e a majestade estão diante DELE; glória e beleza resplandecem de SEU Santuário. Rendei a Hashém, ó famílias dos povos, rendei a Hashém honra e majestade. Rendei a Hashém a honra devida ao SEU NOME; vinde a SEUS átrios (do Bet Hamicdásh — o Templo de Yerushaláim) trazendo oferendas. Prostrai-vos ante Hashém em SUA Sagrada Morada; tremam diante DELE todos na terra. Proclamai entre as nações: “Hashém reina!”
ELE firmou o mundo de forma a não ser abalado. ELE julgará os povos com equidade. Os céus se alegrarão e a terra se regozijará, bramará o mar em toda a sua plenitude. Os campos com tudo que neles há exultarão, e todas as árvores da floresta cantarão em júbilo diante de Hashém, pois eis que ELE vem para julgar a terra. ELE julgará o mundo com SUA justiça, e os povos com a SUA verdade. (Tehilím/Salmos 96)|

Um salmo por David. Hashém é meu PASTOR e por isto nada me pode faltar. ELE me faz repousar em  campos verdejantes, conduz-me a águas tranquilas. ELE restaura minha alma; guia-me por veredas da  justiça por amor de SEU NOME. Ainda que eu caminhe no vale das sombras da morte (i.e., em todos os  lugares perigosos), nada temerei, pois TU estarás comigo; TEU bastão e TEU cajado me darão apoio e conforto (pois eles me mostram que minha existência não está dirigida pelo acaso). TU me preparas uma  mesa de delícias na presença de meus inimigos. TU unges com óleo minha cabeça, meu cálice transborda.
Certamente a bondade e misericórdia me acompanharão por todos os dias de minha existência. E, por todo o  sempre, habitarei na Casa de Hashém (no Bet Hamicdásh — o Templo de Yerushaláim). (Tehilím/Salmos 23)|

● Os Alimentos Simbólicos da Celebração do Rósh Hashaná e As Sete Leis de Hashém para todos os descendentes de Nôach (Noá)

Nas duas noites de Rósh Hashaná (sexta 18/9 e sábado 19/9), antes de ser servido o jantar festivo de Rósh Hashaná, é costume comer-se certos alimentos simbólicos nesta festa. O consumo de cada um deles é precedido por uma bênção ou uma pequena oração. 

A seguinte é uma adaptação do serviço de comida do Rósh Hashaná no Machzór Artscroll. Estas bênçãos particulares foram concebidas para dar atenção especial às Sete Mitsvót (Mandamentos Divinos) dos noaítas e por isso elas têm mais significado para a comunidade noaítica. Os alimentos escolhidos para a associação com estas bênçãos são doces devido às bênçãos serem criadas em um estilo positivo. Eles foram designados assim porque a oração no serviço de Hashém é doce. Portanto, é adequado não comer alimentos amargos ou azedos nos dois dias festivos.

Depois de cada bênção (e do seu respectivo “amên” por parte dos participantes que não estejam recitando-as) o alimento associado logo é passado a cada pessoa para que cada um tenha o seu pedaço ou porção para comer. Outra opção seria passá-los de antemão para que cada pessoa tenha o seu no momento da leitura da bênção. É importante mencionar que quem não pode ingerir um ou vários dos alimentos simbólicos — por não gostar ou por lhe fazer mal — deve olhar ou apontar para esses alimentos ao recitar a bênção correspondente. Mesmo que não coma o alimento, se ele(a) recitar a bênção correspondente, isso terá um efeito significativo.

Muitas pessoas têm o costume de comer açúcar e mel em Rósh Hashaná. O açúcar representa a bondade Divina revelada (as bênçãos reveladas, que tanta alegria nos dão). O mel, a bondade Divina oculta: bênçãos que se apresentam disfarçadas como se fossem eventos e experiências difíceis (geralmente estas bênçãos causam dor), mas que, posteriormente, revelam-se como tendo sido em nosso benefício.

 

Pega-se o copo de vinho doce ou suco de uva e recita-se a:

● Bênção do vinho doce ou suco de uva natural

Bendito és TU, Hashém, nosso D’US, REI do universo, que cria o fruto da vinha.

Toma-se o vinho doce ou suco de uva.

Após beber o vinho doce ou suco de uva, pega-se o pão e recita-se a:

● Benção do pão

Bendito és TU, Hashém, nosso D’US, REI do universo, que faz sair o pão da terra.

Parte-se um pedaço do pão, do tamanho de uma mordida, imerja-o no mel ou açúcar e o coma, e em seguida passa-se um pedaço a cada um dos presentes (cada um também imergindo o seu pedaço no mel ou açúcar e o comendo).

Após comer o pedaço de pão, pega-se a maçã vermelha e recita-se a:

● Benção da maçã

Bendito és TU, Hashém, nosso D’US, REI do universo, que cria o fruto da árvore.

Parte-se uma fatia da maçã vermelha, imerja-a no mel ou açúcar e a coma, e em seguida passa-se uma fatia a cada um dos presentes (cada um também imergindo a sua fatia no mel ou açúcar e a comendo).

Pega-se mais uma fatia da maçã e recita-se:

Que seja TUA vontade, Hashém nosso D’US, renovar para nós um ano bom e doce.

Imerja-a no mel ou açúcar e a coma (cada um dos presentes fazendo o mesmo).

 

Após comer a outra fatia de maçã, continua-se com os alimentos:

● Manga ou Mamão

Referente a mitsvá (mandamento) de Hashém da Proibição da Idolatria
(Dirigindo nossa Espiritualidade ao INFINITO CRIADOR — HaVaYáH, também chamado Hashém)

Que seja TUA vontade, Hashém nosso D’US, que toda a humanidade abandone a idolatria.

● Figos

Referente a mitsvá (mandamento) de Hashém da Proibição do Roubo
(Responsabilidade e Respeito pelos Bens Pessoais)

Que seja TUA vontade, Hashém nosso D’US, que sejam eliminados os desejos de todos os nossos inimigos.

● Beterrabas

Referente a mitsvá (mandamento) de Hashém da Obrigação de Estabelecer Leis e Tribunais
(A Fundação de uma Sociedade Pacífica e Justa)

Que seja TUA vontade, Hashém nosso D’US, que a justiça prevaleça no mundo.

● Tâmaras

Referente a mitsvá (mandamento) de Hashém da Proibição da Blasfêmia
(Respeitando O INFINITO CRIADOR)

Que seja TUA vontade, Hashém nosso D’US, que as palavras de nossas bocas sempre sejam favoráveis a TI.

● Ameixas

Referente a mitsvá (mandamento) de Hashém da Proibição de Assassinato e Lesão
(Guardando a Santidade da Vida Humana)

Que seja TUA vontade, Hashém nosso D’US, que o mau decreto de nossa sentença seja rasgado em pedaços, e que TUA proteção reine sobre nós.

● Sem alimento simbólico

Referente a mitsvá (mandamento) de Hashém da Proibição de Comer Carne que foi Removida de um Animal Vivo — e da Proibição de Crueldade com os Animais
(A Responsabilidade do Domínio Humano Sobre o Reino Animal)

Nenhum alimento está associado com esta bênção.

Que seja TUA vontade, Hashém nosso D’US, recordar nossas bondades, ignorar nossas iniquidades, e conceder-nos o perdão.

● Romã

Simbolizando os Méritos da sociedade

Que seja TUA vontade, Hashém nosso D’US, que nossos méritos cresçam em número como as sementes da romã.

● Peixe

Referente a mitsvá (mandamento) de Hashém das Relações Sexuais Proibidas
(Definindo os Limites da Intimidade)

Que seja TUA vontade, Hashém nosso D’US, que nossos desejos sempre estejam a serviço de TI.

 

Após o término da cerimônia dos alimentos simbólicos de Rósh Hashaná, seguimos com a refeição (janta) festiva.

As refeições (jantas e almoços) de Rósh Hashaná devem ser muito alegres e fartas, incluindo comidas doces e deliciosas.|

→ Janta Festiva

(Se for comer pão junto com a comida, basta apenas a Bênção do Pão. Se não for comer pão, é necessário as Bênçãos de cada classe de alimentos. E assim também se for tomar vinho ou suco de uva natural junto com a comida, basta apenas a Bênção do Vinho/Suco de uva)

● Bênção após a janta

Para o Diretor do Coro, um cântico com instrumentos de cordas (neguinót); um salmo. (Por David.) Que D’US nos conceda SUA graça e nos abençoe, e que ELE faça resplandecer SEU semblante (i.e. SUA PRESENÇA) sobre nós para sempre, para que na Terra seja conhecido SEU Caminho, e entre todas as nações, SUA salvação. Então todas as nações TE reconhecerão, ó D’US; sim, todas as nações TE reconhecerão. Todas as nações se alegrarão e cantarão louvores, porque TU julgarás os povos com equidade (ou, favoravelmente), e TU governarás as nações da Terra para sempre (isto é, pelo caminho reto TU as guiarás para sempre). E, portanto, todos os povos TE reconhecerão, ó D’US; sim, todos os povos TE reconhecerão. Então a terra produzirá em abundância seus frutos; e D’US, nosso próprio D’US, nos abençoará. Sim, D’US nos abençoará e todos, desde os mais remotos cantos da Terra, O reverenciarão e temerão.
L
ouvai Hashém, ó vós, todas as nações! Enalteçam-NO todos os povos! Porque imensa é SUA constante bondade para conosco, e para sempre durará a fidelidade de Hashém. Louvai Hashém! (Tehilím/Salmos 67; 117)

 

(Se comer pão ou algo feito de farinha durante a refeição, recite)

Bendito és TU, Hashém, nosso D’US, REI do universo, que nos alimenta e ao mundo inteiro com a SUA bondade, com graça, benevolência e com misericórdia; ELE dá alimento a todo ser, pois a SUA benevolência dura para sempre. Pela SUA grande bondade, que está sempre conosco, nunca nos falta e que não nos falte alimento para todo o sempre, por SEU GRANDE NOME. Pois ELE é um D’US bondoso que nutre e sustenta a todos e faz bem a todos e providencia alimento para todas as SUAS criaturas as quais criou. Como está dito: “TU abres a mão e satisfazes toda coisa viva com favor.” Bendito és TU, Hashém, que provê alimento a todos.

 

(Se não comer pão ou algo feito de farinha durante a refeição, recite)

Bendito és TU, Hashém, nosso D’US, REI do universo, que por SUA generosidade nós comemos e graças a SUA bondade nós vivemos.

 

(Depois de fazer uma das duas bênçãos acima, continue recitando)

Que O MISERICORDIOSO reine sobre nós para todo o sempre. Que O MISERICORDIOSO seja bendito no céu e na terra. Que O MISERICORDIOSO envie uma bênção abundante a esta casa e sobre esta mesa na qual comemos. Que O MISERICORDIOSO abençoe o Rebe, nosso mestre. Que O MISERICORDIOSO abençoe meu pai, e minha mãe, a eles, seu lar, seus filhos e tudo que é seu; a nós e a tudo o que é nosso. Que O MISERICORDIOSO renove para nós este ano para o bem e para a bênção. Que O MISERICORDIOSO nos conceda o privilégio de alcançar os dias de Mashíach e a vida do Mundo Vindouro.

Nosso D’US, que ascenda, venha e alcance, seja vista, aceita, e ouvida, trazida à memória e lembrada diante de TI a lembrança e recordação de nós Noaítas, a lembrança de Mashíach — o filho (descendente) de David, TEU servo —, a lembrança de Yerushaláim — TUA cidade sagrada —, e a lembrança de todo TEU povo, a Casa de Israel, para salvação, bem-estar, graça, bondade, misericórdia, boa vida e paz, neste Dia da Recordação. Lembra-TE de todos nós, Hashém nosso D’US, neste dia para o bem; e tem-nos presente neste dia para bênção; e ajuda-nos neste dia para a boa vida. E com a promessa de salvação e compaixão, compadece-TE e SÊ benigno conosco; tem piedade de todos nós e salva-nos; pois nossos olhos estão dirigidos a TI, pois TU, D’US, és um REI gracioso e misericordioso.

◆ No domingo, PULE este parágrafo↓◆

O Rebe disse: “o Rebe é o representante de D’US.” E o Rebe explicou sobre o ritual festivo semanal judaico de Shabát: “O Shabát é ‘um sinal entre MIM (Hashém) e entre vocês Povo de Israel (Shemót/Êxodo 31:17)’, em outras palavras, o Shabát pertence apenas aos judeus — o Shabát é apenas para os judeus.”
TU, Hashém, deste a SEU povo Israel TEU sagrado dia [festivo semanal]  de Shabát, em lembrança à obra da Criação; [a Festa de Shabát é] a primeira das sagradas Festividades [dos filhos de Israel], comemorando a Saída [deles] do Egito. TU os escolheste e TU os distinguiste dentre todas as nações, e TU lhes deste TEU sagrado dia [festivo semanal]  de Shabát como patrimônio. [Sim,] TU
, Hashém, nosso D’US, não deste o dia [festivo semanal] de Shabát às nações do mundo pois TU o deste a SEU povo Israel — aos descendentes de Yaacóv, a quem TU escolheste — como sinal e como pacto, e TUA palavra, nosso REI, é verdade e perdura para sempre: “E os filhos de Israel farão o [ritual festivo semanal de] Shabát, estabelecendo o [ritual de] Shabát por todas as suas gerações como um pacto eterno. Ele é um sinal perpétuo entre [TI] e os filhos de Israel, de que em seis dias Hashém fez os céus e a terra, e no sétimo dia acabou SUA obra, que havia feito, e descansou no sétimo dia de toda SUA obra que D’US criou para funcionar.” Bendito és TU, Hashém, que santifica o Dia [semanal que TU deste a Israel para a Festa] de Shabát e Israel e o Dia [universal anual] de Recordação.

◆ No domingo, prossiga daqui↓◆

Nosso D’US, reina sobre o mundo inteiro em TUA glória, SÊ exaltado sobre toda a terra em TEU esplendor, e revela-TE na majestade de TEU glorioso poder sobre todos os habitantes de TEU mundo terrestre. Que tudo o que foi feito saiba que TU o fizeste; tudo o que foi criado compreenda que TU o criaste; e declare todo aquele que possua alento (de vida) em suas narinas que Hashém, D’US de Israel, é REI, e SEU Reinado tem domínio sobre tudo. Concede-nos nossa porção (de vida) em TUA Torá dos Sete Mandamentos; sacia-nos com TUA bondade, alegra nossa alma com TUA salvação e purifica nosso coração para servir-TE com sinceridade, pois TU és O VERDADEIRO D’US, e TUA palavra, nosso REI, é verdadeira e perdura para sempre.

Observa favoravelmente, Hashém, nosso D’US, TEU povo Israel e atende sua prece (pela reconstrução do Templo); restabelece o Serviço ao Santuário da TUA Casa Sagrada (ao Bet Hamicdásh — o Templo de Yerushaláim) e aceita com amor e favor as oferendas (i.e., sacrifícios que são queimados sobre o fogo) de Israel e suas preces; e que o Serviço de TEU povo Israel seja sempre bem aceito.

Que nossos olhos possam ver TEU retorno a Tsión com misericórdia. Bendito és TU, Hashém, que restaura SUA PRESENÇA DIVINA a Tsión (ao Bet Hamicdásh — o Templo de Yerushaláim).

E inscreva todos os filhos de TEUS (dois) pactos (o pacto noaico e o pacto judaico) para uma boa vida. (Yaalé Veiavó (maior))|

● Salmos noturnos

Vinde e cantemos para Hashém; aclamemos A ROCHA da nossa salvação. Apresentemo-nos perante ELE com agradecimentos e louvêmo-LO com salmos. Pois um GRANDE D’US é Hashém, um GRANDE REI acima de todos os poderes deificados.
(Salmo por Moshé.) Quem quer que encontre refúgio no abrigo do ALTÍSSIMO (i.e., que medite sobre o serviço de D’US e estude SUA Torá) estará sempre sob SUA proteção. Sobre Hashém eu declarei (e todos aprenderão de mim): “ELE é meu refúgio e minha fortaleza, meu D’US, em QUEM deposito toda a minha confiança.” Porque ELE te livrará do laço do caçador traiçoeiro e da peste que assola tenebrosamente. ELE te cobrirá com SUAS asas e sob elas encontrarás abrigo seguro; SUA Verdade (a Torá) é um escudo abrangedor. (Por isso) não temas o terror que campeia durante a noite, nem a flecha que busca seu alvo durante o dia, nem a peste que se propaga nas trevas, nem tampouco o destruidor que ataca ao meio-dia.
Ainda que tombem mil ao teu lado (esquerdo) e dez mil à tua direita, tu não serás atingido (por essas pragas). Somente com teus olhos contemplarás e verás a retribuição proporcionada aos ímpios. Porque tu disseste: “Hashém é meu refúgio”, e fizeste com que O ALTÍSSIMO seja seu abrigo, nem um desastre se abaterá sobre ti e calamidade alguma se aproximará de tua tenda. Pois ELE encarrega SEUS anjos cuidarem de ti e de te protegerem por todos os caminhos. Tomar-te-ão nas suas mãos para que não tropece teu pé em alguma pedra. Poderás pisar sobre o leão e a víbora, sobre o filhote do leão e a serpente, sem perigo (i.e., nem animais selvagens nem cobras te prejudicarão).
“Porque ele se uniu a MIM, EU o protegerei; EU o manterei a salvo, porque ele ME ama. Quando ele ME chamar, EU lhe responderei; EU estarei com ele quando ele enfrentar atribulações; EU o resgatarei e farei com que seja honrado. EU o contemplarei com uma longa vida e o farei ver MEU poder salvador” (disse Hashém aos anjos celestes). (Tehilím/Salmos 91)

Cântico para as ascensões (espirituais do ser humano que devem ser de nível a nível). (Por David.) Eu ergo meus olhos para o alto de onde virá meu auxílio. Meu socorro vem de Hashém, O CRIADOR dos céus e da terra. ELE não permitirá que resvale teu pé, pois jamais SE omite AQUELE que te guarda. O GUARDIÃO de Israel jamais descuida, jamais dorme. Hashém é TUA proteção. Como uma sombra, te acompanha a SUA destra. De dia não te molestará o (calor do) sol e nem (te molestará a friagem d)a lua à noite. Hashém te guardará de todo mal; ELE preservará tua alma. Tu estarás sob a proteção de Hashém ao saíres e ao voltares, desde agora e para todo o sempre. (Tehilím/Salmos 121)

Cântico para as ascensões (espirituais do ser humano que devem ser de nível a nível). (Por David.) Bendizei Hashém, todos vós, servos de Hashém, que estais na Casa de Hashém (no Bet Hamicdásh — o Templo de Yerushaláim) à noite para louvá-LO. Ergam suas mãos em santidade e bendizei Hashém. E que de Tsión vos abençoe Hashém, que criou os céus e a terra. (Tehilím/Salmos 134) Que, durante o dia, Hashém derrame SUA benevolência, para, à noite, eu LHE cantar louvores, pois ELE é O D’US de minha própria vida. A salvação dos justos vem de Hashém; ELE é sua fortaleza nos tempos de aflição. Hashém os ajuda e os livra dos maus e os salva, pois NELE se refugiaram.|

Nós nos curvamos, nos ajoelhamos e oferecemos louvores diante do SUPREMO REI dos reis, O SANTO, bendito é ELE, que expande os céus e estabelece a terra. O trono de SUA Glória está nos Céus acima, e a DIVINA PRESENÇA de SUA Força está nas alturas sublimes. ELE é nosso D’US; não há nenhum outro. Em verdade, ELE é nosso REI, nada há além DELE, como está escrito em SUA Torá: “Deverás saber hoje e levarás ao teu coração que Hashém é D’US nos céus acima e sobre a terra abaixo, não há nenhum outro.” (Devarím/Deuteronômio 4:39) E portanto nós esperamos em TI, Hashém, nosso D’US, para ver em breve o esplendor do TEU poder banir a idolatria da terra — e os deuses falsos serão totalmente destruídos; para aperfeiçoar o mundo sob a Soberania do TODOPODEROSO. Toda a humanidade invocará o TEU NOME, e retornarão a TI todos os ímpios da terra. Então todos os habitantes do mundo reconhecerão e saberão que diante de TI deve ajoelhar-se todo joelho, e toda língua deve jurar por TEU NOME. Perante TI, Hashém, nosso D’US, eles curvar-se-ão e prostrar-se-ão e darão honra a TEU NOME GLORIOSO, e todos assumirão sobre si o jugo do TEU Reino, e TU reinarás sobre eles em breve para todo o sempre, pois a realeza é TUA e por toda a eternidade TU reinarás gloriosamente, conforme está escrito na TUA Torá: “Hashém reinará para sempre.” (Shemót/Êxodo 15:18) E está dito: “Hashém será REI sobre o mundo inteiro; nesse dia Hashém será UM e o SEU NOME UM.” (Zechariá/Zacarias 14:9) (Alênu)|

Concede a paz, bondade e bênção, vida, graça, benevolência e misericórdia, sobre nós Noaítas e sobre todo o TEU povo Israel. Abençoa-nos, nosso PAI, a todos nós como um (i.e., a todos nós conjuntamente) com a luz do TEU semblante (i.e., com a luz da TUA PRESENÇA), porque com a luz do TEU semblante nos deste, Hashém, nosso D’US, a Torá dos Sete Mandamentos, vida, amor, bondade, retidão, misericórdia, bênção e paz. E que seja favorável aos TEUS olhos abençoar-nos e abençoar todo o TEU povo Israel com paz, e todo ser TE dará graças. E verdadeiramente louvarão e abençoarão para sempre O TEU GRANDE NOME porque TU és bom, ó D’US. Nossa salvação e nossa ajuda perpétua é O D’US que é bom. Bendito és TU, Hashém, porque TEU NOME é bom, e a TI é adequado dar graças. “E orientará as causas entre as nações e ensinará aos povos que eles deverão transformar suas espadas em arados e suas lanças em foices, para que povo algum erga contra outro sua espada, e eles não farão a guerra nunca mais.” (Ieshayáhu/Isaías 2:4) E no Livro da Vida, bênção, paz e prosperidade, salvação, consolo e decretos favoráveis, sejamos recordados e inscritos nós Noaítas  e todo TEU povo, a Casa de Israel, perante TI, para uma vida feliz e para a paz. Bendito és TU, Hashém, QUEM faz a paz. (Da Paz)|

● Oração de Arrependimento

Para o Diretor do Coro, um salmo por David, composto quando Natán, o profeta, veio para adverti-lo após sua união com Bat-Shéva. Concede-me TUA graça, ó D’US, conforme TUA benevolência, e por TUA imensa misericórdia apaga minhas transgressões. Limpa-me completamente da minha iniquidade e purifica-me do meu pecado. Pois eu reconheço minhas transgressões e ante mim está sempre meu pecado. Contra TI eu pequei e ante TEUS olhos pratiquei o mal; portanto, fundamentadas são TUAS palavras e justificada TUA sentença. Em iniquidade nasci e em pecado me concebeu minha mãe. TU buscas a verdade que se esconde no íntimo; traz-me sabedoria ao âmago de meu coração. Asperge-me com hissopo até que eu me purifique; limpa-me até que eu me torne mais branco que a neve. Faz-me novamente ouvir sons de alegria e regozijo para que possa exultar meu corpo alquebrado. Volta TUA face dos meus pecados (que estão de pé para acusar-me) e apaga todas as minhas iniquidades. Ó D’US, cria em mim um coração puro e renova a integridade no interior de meu espírito. Não me afastes da TUA PRESENÇA, nem retires de mim TEU espírito de Santidade. Rejubila-me novamente com TUA redenção e sustenta-me com TUA generosidade.
Aos ímpios ensinarei TEUS caminhos e como pecadores podem retornar a TI. Livra-me do pecado de sangue derramado (do Uriá), ó D’US, D’US da minha salvação; então minha língua cantará exaltando TUA justiça. Hashém, abre meus lábios e minha boca dirá o TEU louvor. Pois TU não desejas que eu traga sacrifícios, nem queres oferendas (para uma transgressão intencional). A oferenda desejável para D’US é o coração contrito; um coração angustiado e pleno de arrependimento, ó D’US, TU jamais desprezarás. Em TUA boa vontade, faze o bem a Tsión e edifique as muralhas de Yerushaláim (i.e., reconstrua TEU Templo). Então comprazer-TE-ás com sacrifícios sinceros, e oferendas trazidas a TEU Altar (no Bet Hamicdásh reconstruído). (Tehilím/Salmos 51)|

● Antes de dormir

→ Uma história, por Rabi Chaim Yosef David Azulai, o Chidá:
“Perguntei para um não-judeu no que ele acredita e ele me respondeu que acredita em Hashém, O D’US de Israel. Então eu lhe disse: você deve dizer todas as manhãs e todas as noites “Shemá Yisrael Hashém Elohênu Hashém Echád – Ouça Israel: Hashém é O Nosso D’US, Hashém é Um” e você deve cumprir os Sete Mandamentos de Nôach da Torá e você deve independentemente das circunstâncias ou condições ter cuidado com shitúf (combinar qualquer outra coisa com a adoração de Hashém), antes, você deve dedicar-se à unidade absoluta de Hashém, O D’US de Israel. E o não-judeu aceitou e disse que rezaria apenas para Hashém, O D’US de Israel.” (© Projeto Noaismo Info)

● Oração

SHEMÁ YISRAEL, HASHÉM ELOHÊNU, HASHÉM ECHÁD.
OUVE ISRAEL, HASHÉM É NOSSO D’US, HASHÉM É UM SÓ.

(Em voz baixa) Bendito seja O NOME GLORIOSO de D’US no SEU Reino para todo o sempre.

Amarás Hashém, teu D’US, com todo o teu coração e com toda a tua alma e com todas as tuas posses. E estas palavras que EU te ordeno hoje devem estar sobre o teu coração, e as inculcarás em teus filhos, e delas falarás quando estiver sentado em tua casa e quando andar pelo caminho, ao deitar-te e ao levantar-te.

(Continuação do Shemá Noaítico.
Opcional prossegui-lo.)
A Torá de Hashém é completa, dando respostas para a alma sedenta; somente o testemunho de Hashém é eternamente confiável, dando conhecimento aos mais simples. Os preceitos de Hashém são justos, dando alegria ao coração; os mandamentos de Hashém são claros, iluminando os olhos. O temor de Hashém é puro e, portanto, dura para a eternidade; os julgamentos de Hashém são verdadeiros, inteiramente justos. São mais desejáveis do que o ouro e outros ornamentos, mais doces que o mel que se forma nos favos. TEU servo se esmera em cumpri-los e sei que guardá-los é o grande caminho da vida! Mas quem consegue discernir seus próprios erros? (Por isso) purifica-me das faltas involuntárias que não percebo. Preserva-me também dos pecados conscientes (intencionais), para que eles não me dominem; eu serei então plenamente íntegro e estarei inocente de grandes transgressões. Possam as palavras de minha boca e a prece de meu coração serem aceitas por TI, ó Hashém, minha ROCHA (FORTALEZA) e meu REDENTOR. (Tehilím/Salmos 19:8-15)

Bendito sejas TU, ó Hashém, que me ensinas TEUS Preceitos. Concede-me discernimento e sabedoria, pois eu creio plenamente em TEUS Mandamentos. Antes de estudar TUA Torá, eu andava em erro, mas agora TUA Palavra tenho guardado. TUA Palavra (A Torá) é uma lâmpada para os meus pés e uma luz para o meu caminho. TU rejeitas os que de TEUS Ensinamentos se afastam, porque eles vivem em mentira e falsidade.
TU és meu D’US e eu TE exaltarei; meu D’US és TU e eu sempre TE louvarei. (Tehilím/Salmos 119:12, 66-67, 105, 118; 118:28)|

Hashém reinará para sempre. (Shemót/Êxodo 15:18)|

● Aceitação Verbal da Unidade e Majestade de D’US

Nosso PAI, MISERICORDIOSO PAI que é compassivo, tem piedade de nós, e concede ao nosso coração entendimento para compreender e discernir, para perceber, para aprender e ensinar, para observar, para praticar e cumprir TUA vontade com amor. Ilumine nossos olhos em TUA sabedoria (a Torá), faça com que nossos corações se apeguem aos TEUS Sete Mandamentos, e una nossos corações para amar e temer TEU NOME, e que jamais nos envergonhemos, desonremos ou tropecemos. Por confiarmos no TEU SANTO, GRANDE e ASSOMBROSO NOME, podemos nos regozijar e exultar na TUA salvação. Hashém, nosso D’US, que TUA misericórdia e TUA abundante bondade nunca, nunca, nos abandonem.
D
‘US TODOPODEROSO, aceitamos o que está escrito em TUA Palavra, a Torá: “E saberás hoje e considerarás no teu coração que Hashém — ELE é O D’US em cima nos céus e embaixo na terra; não há nenhum outro.” Aceitamos os preceitos de: “Amarás Hashém, teu D’US, com todo o teu coração e com toda a tua alma e com todas as tuas posses”; e “temerás Teu D’US, servirás ELE e jurarás (somente) pelo SEU NOME”; e “teme D’US e observa os SEUS mandamentos, porque para isto foi criada a humanidade.” (Devarím/Deuteronômio 4:39; 6:5; 6:13; Kohélet/Eclesiastes 12:13) (Oração composta pelo Rabi Dr. Jacob Immanuel Schochet (Chabad), primeiro rabino supervisor da asknoah.org)|

Que todos os povos da terra saibam que Hashém é D’US; não há outro. (1 Reis 8:60)|

● Última Bênção antes de dormir

TU, Hashém, com SUA palavra faz com que as tardes escureçam, abre as portas do céu com sabedoria, e varia os temposaltera os períodos do dia com discernimento. (Hashém) ordena as estrelas em suas posições no céu conforme SUA vontade. ELE cria o dia e a noite; envolve a luz perante a escuridão e a escuridão perante a luz, faz com que transcorra o dia e traz a noite, e separa o dia da noite; Hashém MESTRE das legiões é SEU NOME. TU, Hashém, faz com que as tardes escureçam.
Dou graças a TI, Hashém, por todo o bem que TU tens feito a nós, e especialmente por — (mencionar as coisas específicas) — que TU fizeste a mim hoje.
MESTRE do universo! Eu perdoo quem quer que tenha me enfurecido ou magoado, ou que me prejudicou, e peço a TI, Hashém, que TU abras os corações daqueles a quem eu possa ter prejudicado para que também me perdoem. E, ao mesmo tempo, peço, Hashém, TEU perdão se tenho pecado ou cometido qualquer transgressão contra TI.
Dá-me a minha porção na TUA Torá dos Sete Mandamentos; ajuda-me a ser observante deles e não me permitas cometer transgressões.
Escute, Israel! Hashém é O nosso D’US, Hashém é UM SÓ.
Quando te deitares, não sentirás temor; te deitarás e teu sono será doce.
Que durma bem; que desperte com misericórdia.
TU, Hashém, faz cair os laços de sono sobre meus olhos e sonolência sobre minhas pálpebras e dá luz à pupila do olho. Seja a TUA vontade, Hashém, meu D’US, fazer-me deitar em paz e levantar-me para uma boa vida e paz. Não permitas que meus pensamentos me perturbem, nem sonhos ruins nem as fantasias pecaminosas, e que minha progênie seja perfeita perante TI. Ilumina meus olhos, para que eu não durma o sono da morte. Bendito és TU, Hashém, que em SUA glória ilumina todo o mundo.|

A partir daqui

→ AO AMANHECER DO SÁBADO 19/9 E AO AMANHECER DO DOMINGO 20/9

● Imediatamente após acordar, antes de levantar-se, recite:

Dou graças a TI, REI VIVO e ETERNO, pois TU misericordiosamente devolveste minha alma dentro de mim.
Grande é a SUA fé em mim.|

● Depois de levantar-se e após usar o banheiro (i.e., após fazer suas necessidades fisiológicas), recite:

Bendito és TU, Hashém, nosso D’US, REI do universo, que formou o homem com sabedoria e nele criou muitos orifícios e cavidades. Revelado e sabido é perante o Trono da TUA Glória que, se apenas um deles fosse bloqueado ou um deles fosse aberto, seria impossível existir mesmo por um curto momento. Bendito és TU, Hashém, que cura todo ser vivo e faz maravilhas.

(Recite todas as vezes em que fizer as necessidades fisiológicas)|

AMO do universo, que já reinava antes da criação de qualquer criatura; quando, por SUA vontade, todas as coisas foram feitas, somente então SEU NOME foi proclamado REI. E depois que todas as coisas forem elevadas, sozinho O REVERENCIADO reinará. ELE foi, ELE é, e ELE será em glória. ELE é UM e ÚNICO, e não há outro que a ELE se compare, que se associe com ELE. Sem princípio e sem fim; poder e domínio pertencem a ELE. ELE é meu D’US e meu sempre VIVO REDENTOR, uma fortaleza em tempos de aflição. ELE é meu estandarte e meu refúgio, minha porção no dia que eu O chamo. Em SUA mão eu confio o meu espírito, quando eu durmo e quando eu acordo. E com minha alma, meu corpo também, Hashém está comigo, eu não temerei. (Adón Olám)|

TU és O MESMO antes do mundo ser criado e TU és O MESMO desde que o mundo foi criado.|

Bendito é AQUELE que falou e o mundo surgiu; bendito é ELE; bendito é AQUELE que diz e faz; bendito é AQUELE que decreta e cumpre; bendito é AQUELE que cria (a cada dia) o universo; bendito é AQUELE que SE compadece da terra; bendito é AQUELE que SE compadece das criaturas; bendito é AQUELE que recompensa com abundância àqueles que O temem; bendito é AQUELE que vive para sempre e existe eternamente; bendito é AQUELE que redime e salva. Bendito seja O SEU NOME. Bendito és TU, Hashém, nosso D’US, REI do universo, D’US BENEVOLENTE, PAI MISERICORDIOSO, que é louvado pela boca de SEU povo Israel, exaltado e glorificado pela língua de SEUS devotos e SEUS servos e pelos Salmos de David, TEU servo. Nós TE enalteceremos, Hashém, nosso D’US, com louvores e cânticos; TE exaltaremos, louvaremos e glorificaremos, TE proclamaremos REI, e mencionaremos TEU NOME, nosso REI, nosso D’US. TU és O ÚNICO — A VIDA de todos os mundos, ó REI; louvado e glorificado é SEU GRANDE NOME para todo sempre. Bendito és TU, Hashém, REI enaltecido com louvores. (Barúch Sheamár)|

Hashém é REI, Hashém foi REI, Hashém será REI para todo o sempre. Hashém reina por toda a eternidade, enquanto exterminados foram os povos que se rebelaram contra ELE. Que toda a Terra se encha com a SUA Glória. E que bendigam TEU GLORIOSO NOME, pois TU é exaltado acima de toda a bênção e todo o louvor. És TU Que és Hashém – apenas TU! TU fizeste os Céus, o Céu dos Céus e todas as suas constelações, a Terra e tudo o que há nela, os mares e tudo o que neles há, e TU sustentas vida em todos eles e as legiões dos Céus a TI se prostram. O D’US do universo é o nosso REI. Realmente, TU és o primeiro e TU és o último e além de TI não temos nenhum REI, REDENTOR e LIBERTADOR. Hashém será REI sobre toda a Terra; nesse dia Hashém será UM e O SEU NOME UM.
TU, Hashém, forma a luz e cria a escuridão, estabelece a paz e cria todas as coisas.|

→ Café da Manhã (da Tarde ou da Noite)

(Se for comer pão, a bênção do pão já é o suficiente para todo o café da manhã, incluindo café e leite e sucos e chás; bolachas e bolo e cereais; frutas etc., exceto suco de uva natural. Se não for comer pão, é necessário a bênção de cada classe de alimentos)

Bendito és TU, Hashém, nosso D’US, REI do universo, que faz sair o pão da terra.|

● Bênção após o Café da Manhã (da Tarde ou da Noite)
(E também após qualquer tipo de lanche no decorrer do dia)

Bendito és TU, Hashém, nosso D’US, REI do universo, que por SUA generosidade nós comemos e graças à SUA bondade nós vivemos.|

● Ao estar-se pronto para iniciar seu dia, recite:

Meu D’US, a alma que TU me deste dentro de mim é pura. TU a criaste, TU a formaste, TU a sopraste em mim, e TU a preservas dentro de mim. E TU a tomarás de mim, finalmente, mas a devolverás dentro de mim no Tempo Vindouro, na ressurreição dos mortos. Enquanto a alma estiver em mim, sou grato a TI, ó Hashém meu D’US, MESTRE de todas as obras, SENHOR de todas as almas. Bendito és TU, Hashém, que devolve as almas aos corpos mortos.

TU, Hashém, remove o sono dos meus olhos e a sonolência das minhas pálpebras.

E que seja TUA vontade, Hashém, nosso D’US, nos acostumarmos a TUA Palavra, A Torá, e fazer-nos apegar aos TEUS mandamentos universais. Não nos deixes cair em pecado, nem em transgressão ou iniquidade, nem em tentação, nem em vexame; que a má inclinação não tenha domínio sobre nós. Faze com que nos apeguemos à boa inclinação e às boas ações; e subjuga nossa inclinação a ser subserviente a TI.
Concede-nos hoje e em todos os dias graça, benevolência e misericórdia em TEUS olhos e nos olhos de todos que nos contemplam.

Que seja TUA vontade, Hashém meu D’US, proteger-me hoje e todos os dias de homens insolentes e do despudor; de um homem perverso, de uma má companhia, de um mau vizinho e de uma má ocorrência; de um olho mau (inveja), de uma língua maliciosa, de difamação, de falso testemunho, de ódio dos homens, de acusações caluniosas, de morte não natural, de severas doenças e de infortúnio; do adversário destrutivo (Satán), de um julgamento severo, de um oponente insensível, e da retribuição do Guehinóm (punição na vida após a vida).|

● Os Salmos matutinos

Vinde e cantemos para Hashém; aclamemos A ROCHA da nossa salvação. Apresentemo-nos perante ELE com agradecimentos e louvêmo-LO com salmos. Pois um GRANDE D’US é Hashém, um GRANDE REI acima de todos os poderes deificados.
Um salmo por David. Hashém, quem pode habitar em TEU Tabernáculo (no Bet Hamicdásh — o Templo de Yerushaláim)? Quem pode ascender a TEU Sagrado Monte (Tsión)? Aquele cujo caminho é de retidão, que pratica o que é direito, cujo coração se rende à verdade (i.e., que não é hipócrita — literalmente: um na boca e um no coração). Aquele que não tem nenhuma calúnia em sua língua, que jamais praticou o mal contra seu amigo nem causou vergonha (por suas ações) a seus parentes. O malévolo lhe é repulsivo, mas ele honra os que temem Hashém; aquele que não anula um juramento mesmo quando lhe é danoso. Aquele que nunca empresta seu dinheiro a juros, nem aceita suborno contra o inocente. Aquele que desta forma se comporta, mesmo que sucumbe, isso não será para sempre, pois se erguerá e continuará firme sobre seus pés. (Tehilím/Salmos 15)

Para o Diretor do Coro, um cântico com instrumentos de cordas (neguinót); um salmo. (Por David.) Que D’US nos conceda SUA graça e nos abençoe, e que ELE faça resplandecer SEU semblante (i.e. SUA PRESENÇA) sobre nós para sempre, para que na Terra seja conhecido SEU Caminho, e entre todas as nações, SUA salvação. Então todas as nações TE reconhecerão, ó D’US; sim, todas as nações TE reconhecerão. Todas as nações se alegrarão e cantarão louvores, porque TU julgarás os povos com equidade (ou, favoravelmente), e TU governarás as nações da Terra para sempre (isto é, pelo caminho reto TU as guiarás para sempre). E, portanto, todos os povos TE reconhecerão, ó D’US; sim, todos os povos TE reconhecerão. Então a terra produzirá em abundância seus frutos; e D’US, nosso próprio D’US, nos abençoará. Sim, D’US nos abençoará e todos, desde os mais remotos cantos da Terra, O reverenciarão e
temerão. (Tehilím/Salmos 67)

Um salmo de agradecimento. (Por Moshé.) Habitantes de toda a terra, aclamai Hashém com regozijo.
Sirvam Hashém com alegria e apresentai-vos com cânticos alegres diante DELE.
Proclamai que Hashém é D’US; ELE nos fez e nós (judeus) somos SEU povo e o rebanho que ELE pastoreia — somente a ELE pertencemos.
Com agradecimento atravessai SEUS portões (do Bet Hamicdásh — o Templo de Yerushaláim) e erguei louvores em SEUS pátios; rendei-LHE graças e bendizei SEU NOME. Porque pleno de bondade é Hashém; SUA misericórdia é eterna e SUA fidelidade e dedicação se estendem por todas as gerações. (Tehilím/Salmos 100)|

→ Uma história, por Rabi Chaim Yosef David Azulai, o Chidá:
“Perguntei para um não-judeu no que ele acredita e ele me respondeu que acredita em Hashém, O D’US de Israel. Então eu lhe disse: você deve dizer todas as manhãs e todas as noites “Shemá Yisrael Hashém Elohênu Hashém Echád — Ouça Israel: Hashém é O Nosso D’US, Hashém é Um” e você deve cumprir os Sete Mandamentos de Nôach da Torá e você deve independentemente das circunstâncias ou condições ter cuidado com shitúf (combinar qualquer outra coisa com a adoração de Hashém), antes, você deve dedicar-se à unidade absoluta de Hashém, O D’US de Israel. E o não-judeu aceitou e disse que rezaria apenas para Hashém, O D’US de Israel.” (© Projeto Noaismo Info)

● Oração

SHEMÁ YISRAEL, HASHÉM ELOHÊNU, HASHÉM ECHÁD.
OUVE ISRAEL, HASHÉM É NOSSO D’US, HASHÉM É UM SÓ.

(Em voz baixa) Bendito seja O NOME GLORIOSO de D’US no SEU Reino para todo o sempre.

Amarás Hashém, teu D’US, com todo o teu coração e com toda a tua alma e com todas as tuas posses. E estas palavras que EU te ordeno hoje devem estar sobre o teu coração, e as inculcarás em teus filhos, e delas falarás quando estiver sentado em tua casa e quando andar pelo caminho, ao deitar-te e ao levantar-te.

(Continuação do Shemá Noaítico.
Opcional prossegui-lo.)
A Torá de Hashém é completa, dando respostas para a alma sedenta; somente o testemunho de Hashém é eternamente confiável, dando conhecimento aos mais simples. Os preceitos de Hashém são justos, dando alegria ao coração; os mandamentos de Hashém são claros, iluminando os olhos. O temor de Hashém é puro e, portanto, dura para a eternidade; os julgamentos de Hashém são verdadeiros, inteiramente justos. São mais desejáveis do que o ouro e outros ornamentos, mais doces que o mel que se forma nos favos. TEU servo se esmera em cumpri-los e sei que guardá-los é o grande caminho da vida! Mas quem consegue discernir seus próprios erros? (Por isso) purifica-me das faltas involuntárias que não percebo. Preserva-me também dos pecados conscientes (intencionais), para que eles não me dominem; eu serei então plenamente íntegro e estarei inocente de grandes transgressões. Possam as palavras de minha boca e a prece de meu coração serem aceitas por TI, ó Hashém, minha ROCHA (FORTALEZA) e meu REDENTOR. (Tehilím/Salmos 19:8-15)

Bendito sejas TU, ó Hashém, que me ensinas TEUS Preceitos. Concede-me discernimento e sabedoria, pois eu creio plenamente em TEUS Mandamentos. Antes de estudar TUA Torá, eu andava em erro, mas agora TUA Palavra tenho guardado. TUA Palavra (A Torá) é uma lâmpada para os meus pés e uma luz para o meu caminho. TU rejeitas os que de TEUS Ensinamentos se afastam, porque eles vivem em mentira e falsidade.
TU és meu D’US e eu TE exaltarei; meu D’US és TU e eu sempre TE louvarei. (Tehilím/Salmos 119:12, 66-67, 105, 118; 118:28)|

Hashém reinará para sempre. (Shemót/Êxodo 15:18)|

● Aceitação Verbal da Unidade e Majestade de D’US

Nosso PAI, MISERICORDIOSO PAI que é compassivo, tem piedade de nós, e concede ao nosso coração entendimento para compreender e discernir, para perceber, para aprender e ensinar, para observar, para praticar e cumprir TUA vontade com amor. Ilumine nossos olhos em TUA sabedoria (a Torá), faça com que nossos corações se apeguem aos TEUS Sete Mandamentos, e una nossos corações para amar e temer TEU NOME, e que jamais nos envergonhemos, desonremos ou tropecemos. Por confiarmos no TEU SANTO, GRANDE e ASSOMBROSO NOME, podemos nos regozijar e exultar na TUA salvação. Hashém, nosso D’US, que TUA misericórdia e TUA abundante bondade nunca, nunca, nos abandonem.
D’US TODOPODEROSO, aceitamos o que está escrito em TUA Palavra, a Torá: “E saberás hoje e considerarás no teu coração que Hashém — ELE é O D’US em cima nos céus e embaixo na terra; não há nenhum outro.” Aceitamos os preceitos de: “Amarás Hashém, teu D’US, com todo o teu coração e com toda a tua alma e com todas as tuas posses”; e “temerás Teu D’US, servirás ELE e jurarás (somente) pelo SEU NOME”; e “teme D’US e observa os SEUS mandamentos, porque para isto foi criada a humanidade.” (Devarím/Deuteronômio 4:39; 6:5; 6:13; Kohélet/Eclesiastes 12:13) (Oração composta pelo Rabi Dr. Jacob Immanuel Schochet (Chabad), primeiro rabino supervisor da asknoah.org)|

Que todos os povos da terra saibam que Hashém é D’US; não há outro. (1 Reis 8:60)|

● Cântico do Dia (Para o sábado)

Um salmo. (Por Moshé.) Um cântico para (os Levitas entoarem aos sábados,) o Sétimo Dia. É bom louvar Hashém e cantar louvores ao TEU NOME, ó ALTÍSSIMO! Proclamar TUA bondade toda manhã e TUA fidelidade todas as noites com uma variedade de instrumentos e com cântico. Pois TU, ó Hashém, me alegraste com TEUS feitos; com as obras das TUAS mãos me regozijarei. Quão magníficas elas são, ó Hashém, e quão insondáveis são TEUS pensamentos!
Um insensato não sabe e um tolo não entende que quando os iníquos brotam como erva e os malévolos florescem (i.e., quando pessoas más prosperam), é para serem destruídos para sempre. Porém TU, Hashém, permaneces eternamente exaltado, pois eis que TEUS inimigos, Hashém, pois eis que, certamente, TEUS inimigos perecerão, e todos os que praticam iniquidades desaparecerão. Exaltaste minha força como a dos chifres do (animal) “rem” e me ungiste com óleo puro (i.e., e me abençoaste com grande prazer): Meus olhos viram a queda de meus inimigos, e meus ouvidos escutaram (a condenação) dos malfeitores que se levantam contra mim. Os justos, porém, florescerão como palmeiras e crescerão como os cedros no Líbano.
Plantados na Casa de Hashém (no Bet Hamicdásh — o Templo de Yerushaláim), florescerão nos átrios do nosso D’US. Mesmo na velhice serão vigorosos e fortes (em sua aderência à Torá e seus mandamentos) e produzirão frutos (i.e., prosperarão) para declarar que Hashém é íntegro; minha FORTALEZA, em QUEM não há nenhuma falha. Hashém (foi QUEM) escolheu (os filhos de) Israel para SI, (o povo de) Israel como SEU tesouro entre todos os povos. Salva-os, Hashém, nosso D’US; junta os filhos de Israel dentre as nações, para que possam dar graças a TEU SANTO NOME e glorificar em TEU louvor. Bendito és Hashém, O D’US de Israel, por toda a eternidade; e que todo o povo diga: Amên, louvai Hashém! Bendito és Hashém desde Tsión, que mora em Yerushaláim; louvai Hashém! Bendito és Hashém D’US, O D’US de Israel, que faz maravilhas sozinho. Bendito és SEU GLORIOSO NOME para sempre, e que toda a terra se encha de SUA Glória. Amên e Amên. (Tehilím/Salmos 92; 135:4; 106:47-48; 135:21; 72:18-19)|

● Cântico do Dia (Para o domingo)

Por David, um salmo. A Hashém pertence a terra e tudo que nela existe, o mundo e todos os que nele habitam. Pois ELE a assentou sobre os mares e sobre os rios a consolidou.
Quem poderá subir ao monte de Hashém e quem poderá estar no SEU Santo Lugar? Somente aquele com mãos limpas e coração puro, que não jurou em MEU NOME em vão e não prometeu falsamente. De Hashém ele receberá bênçãos, uma justa recompensa do D’US de sua salvação. Tal é a geração dos que a ELE se voltam, dos que buscam a TUA PRESENÇA, ó D’US de Yaacóv.
Erguei vossos batentes, ó portais (do Bet Hamicdásh, o Templo de Yerushaláim) e erguei-vos, ó eternas portas, para que O GLORIOSO REI possa entrar (para ouvir os cânticos e louvores daqueles que lá estão). Quem é ESTE GLORIOSO REI? Hashém, forte e poderoso; Hashém, poderoso na batalha. Erguei vossos batentes, ó portais e erguei-vos, ó eternas portas, para que O GLORIOSO REI possa entrar. Quem é ESTE GLORIOSO REI? Hashém, O MESTRE das legiões, é ELE O GLORIOSO REI por toda a eternidade.
Hashém (foi QUEM) escolheu (os filhos de) Israel para SI, (o povo de) Israel como SEU tesouro entre todos os povos. Salva-os, Hashém, nosso D’US; junta os filhos de Israel dentre as nações, para que possam dar graças a TEU SANTO NOME e glorificar em TEU louvor. Bendito és Hashém, O D’US de Israel, por toda a eternidade; e que todo o povo diga: Amên, louvai Hashém! Bendito és Hashém desde Tsión, que mora em Yerushaláim; louvai Hashém! Bendito és Hashém D’US, O D’US de Israel, que faz maravilhas sozinho.
Bendito és SEU GLORIOSO NOME para sempre, e que toda a terra se encha de SUA glória. Amên e Amên. (Tehilím/Salmos 24; 135:4; 106:47-48; 135:21; 72:18-19)|

Um Cântico para as ascensões (espirituais do ser humano que devem ser de nível a nível). (Por David.) Na minha angústia eu clamei a Hashém e ELE me respondeu.
Ó Hashém, livra minha alma de (pessoas de) lábios mentirosos e (de pessoas de) línguas enganadoras (uma pessoa enganosa finge estar do seu lado). O que tu ganharás DELE (de D’US) e o que te será acrescido por teres uma língua enganadora? Calúnias (=motsí shem rá: refere-se a falar mentiras sobre as outras pessoas) são como as flechas aguçadas dos guerreiros, que transportam brasas vivas. Ai de mim (diz Israel), que (por não ter aprendido a lição para não falar dos outros — não fazer lashôn hará (lit. “más línguas”)=fofocas: refere-se a falar depreciativamente sobre si mesmo ou sobre os outros, mesmo que o assunto seja verdadeiro) tive que (ir para o exílio) peregrinar em Méshech e habitar nas tendas de Quedár (referente aos governos das nações do mundo, sob os quais o povo judeu está exilado). Por muito tempo minha alma teve que morar entre aqueles que odeiam a paz. Sou da paz (i.e., eu não quero a guerra), mas mesmo quando lhes falo de paz eles preferem a guerra.
(Portanto, ó Hashém) concede a paz, bondade e bênção, vida, graça, benevolência e misericórdia, sobre nós Noaítas e sobre todo o TEU povo Israel. Abençoa-nos, nosso PAI, a todos nós como um com a luz do TEU semblante, porque com a luz do TEU semblante nos deste, Hashém, nosso D’US, a Torá dos Sete Mandamentos, vida, amor, bondade, retidão, misericórdia, bênção e paz. E que seja favorável aos TEUS olhos abençoar-nos e abençoar todo o TEU povo Israel com paz, e todo ser TE dará graças. E verdadeiramente louvarão e abençoarão para sempre O TEU GRANDE NOME porque TU és bom, ó D’US. Nossa salvação e nossa ajuda perpétua é O D’US que é bom. Bendito és TU, Hashém, porque TEU NOME é bom, e a TI é adequado dar graças. “E orientará as causas entre as nações e ensinará aos povos que eles deverão transformar suas espadas em arados e suas lanças em foices, para que povo algum erga contra outro sua espada, e eles não farão a guerra nunca mais.” (Ieshayáhu/Isaías 2:4) E no Livro da Vida, bênção, paz e prosperidade, salvação, consolo e decretos favoráveis, sejamos recordados e inscritos nós Noaítas  e todo TEU povo, a Casa de Israel, perante TI, para uma vida feliz e para a paz. Bendito és TU, Hashém, QUEM faz a paz. (Tehilím/Salmos 120; Da Paz)|

Neste dia TEU Reinado é enaltecido, TEU trono está estabelecido com benevolência, e TU estás sentado sobre ele em verdade. É verdade que TU és O JUIZ, AQUELE Que apresenta as provas, O CONHECEDOR e A TESTEMUNHA, Que registra e sela, Que conta e avalia, e TU recordas todas as coisas que foram esquecidas. TU abres o Livro da Lembrança e ele se lê sozinho; a assinatura de cada pessoa está nele. O grande Shofár é soado, e os anjos exclamam: “O Dia do Julgamento está aqui!” Todos os seres criados passarão diante de TI (um a um) como um rebanho de ovelhas. Como um pastor examina o seu rebanho, assim TU fazes passar (diante de TI) cada alma viva, e TU contas, avalias e as tem presentes, e TU estabeleces a porção específica para as necessidades de todas as TUAS criaturas, e TU inscreves o veredito de seu julgamento:

Quantos partirão e quantos nascerão; quem viverá e quem morrerá; quem viverá o tempo que lhe foi atribuído e quem partirá antes de seu tempo; quem (perecerá) pela água e quem pelo fogo; quem pela espada e quem por um animal selvagem; quem pela fome e quem pela sede; quem pelo terremoto e quem pela epidemia; quem asfixiado e quem apedrejado; quem permanecerá em seu país e quem não; quem terá tranquilidade e quem será perturbado; quem desfrutará de bem-estar e quem sofrerá tribulações; quem será pobre e quem será rico; quem será rebaixado e quem será enaltecido.

Mas o Arrependimento, a Oração e a Caridade afastam a severidade do decreto.

Pois assim como TEU NOME é grande, assim também é TEU louvor (grande) até os confins da terra. TU és lento para encolerizar-TE e fácil de aplacar, pois TU não desejas a morte de quem merece a morte, mas que retorne de seu caminho e viva. E (mesmo) até o dia de sua morte TU o esperas; se ele apenas se arrepender, TU o acolherás de imediato. Realmente, TU és seu CRIADOR e TU conheces sua má inclinação, pois eles são apenas carne e sangue. A origem do homem é pó e seu fim é o pó. Ele ganha seu pão ao risco de sua vida. Ele é comparado a uma louça quebrada, à grama seca, a uma flor murcha, a uma sombra que passa, a uma nuvem que se desvanece, ao vento que sopra, ao pó que se dissipa e a um sonho efêmero.

Mas TU és O REI, O D’US vivo e eterno.
Através de todas as gerações proclamem o Reinado de D’US, pois somente ELE é exaltado e santo. (Unetanê Tôkef)|

→ Almoço Festivo

(Se for comer pão junto com a comida, basta apenas a Bênção do Pão. Se não for comer pão, é necessário as Bênçãos de cada classe de alimentos. E assim também se for tomar vinho ou suco de uva natural junto com a comida, basta apenas a Bênção do Vinho/Suco de uva)

● Bênção após o almoço

Para o Diretor do Coro, um cântico com instrumentos de cordas (neguinót); um salmo. (Por David.) Que D’US nos conceda SUA graça e nos abençoe, e que ELE faça resplandecer SEU semblante (i.e. SUA PRESENÇA) sobre nós para sempre, para que na Terra seja conhecido SEU Caminho, e entre todas as nações, SUA salvação. Então todas as nações TE reconhecerão, ó D’US; sim, todas as nações TE reconhecerão. Todas as nações se alegrarão e cantarão louvores, porque TU julgarás os povos com equidade (ou, favoravelmente), e TU governarás as nações da Terra para sempre (isto é, pelo caminho reto TU as guiarás para sempre). E, portanto, todos os povos TE reconhecerão, ó D’US; sim, todos os povos TE reconhecerão. Então a terra produzirá em abundância seus frutos; e D’US, nosso próprio D’US, nos abençoará. Sim, D’US nos abençoará e todos, desde os mais remotos cantos da Terra, O reverenciarão e temerão.
Louvai Hashém, ó vós, todas as nações! Enalteçam-NO todos os povos! Porque imensa é SUA constante bondade para conosco, e para sempre durará a fidelidade de Hashém. Louvai Hashém! (Tehilím/Salmos 67; 117)

Bendito és TU, Hashém, nosso D’US, REI do universo, que nos alimenta e ao mundo inteiro com a SUA bondade, com graça, benevolência e com misericórdia; ELE dá alimento a todo ser, pois a SUA benevolência dura para sempre. Pela SUA grande bondade, que está sempre conosco, nunca nos falta e que não nos falte alimento para todo o sempre, por SEU GRANDE NOME. Pois ELE é um D’US bondoso que nutre e sustenta a todos e faz bem a todos e providencia alimento para todas as SUAS criaturas as quais criou. Como está dito: “TU abres a mão e satisfazes toda coisa viva com favor.” Bendito és TU, Hashém, que provê alimento a todos.

 

(Se não comer pão ou algo feito de farinha durante a refeição, recite)

Bendito és TU, Hashém, nosso D’US, REI do universo, que por SUA generosidade nós comemos e graças a SUA bondade nós vivemos.

 

(Depois de fazer uma das duas bênçãos acima, continue recitando)

Que O MISERICORDIOSO reine sobre nós para todo o sempre. Que O MISERICORDIOSO seja bendito no céu e na terra. Que O MISERICORDIOSO envie uma bênção abundante a esta casa e sobre esta mesa na qual comemos. Que O MISERICORDIOSO abençoe o Rebe, nosso mestre. Que O MISERICORDIOSO abençoe meu pai, e minha mãe, a eles, seu lar, seus filhos e tudo que é seu; a nós e a tudo o que é nosso. Que O MISERICORDIOSO renove para nós este ano para o bem e para a bênção. Que O MISERICORDIOSO nos conceda o privilégio de alcançar os dias de Mashíach e a vida do Mundo Vindouro.

Nosso D’US, que ascenda, venha e alcance, seja vista, aceita, e ouvida, trazida à memória e lembrada diante de TI a lembrança e recordação de nós Noaítas, a lembrança de Mashíach — o filho (descendente) de David, TEU servo —, a lembrança de Yerushaláim — TUA cidade sagrada —, e a lembrança de todo TEU povo, a Casa de Israel, para salvação, bem-estar, graça, bondade, misericórdia, boa vida e paz, neste Dia da Recordação. Lembra-TE de todos nós, Hashém nosso D’US, neste dia para o bem; e tem-nos presente neste dia para bênção; e ajuda-nos neste dia para a boa vida. E com a promessa de salvação e compaixão, compadece-TE e SÊ benigno conosco; tem piedade de todos nós e salva-nos; pois nossos olhos estão dirigidos a TI, pois TU, D’US, és um REI gracioso e misericordioso.

◆ No domingo, PULE este parágrafo↓◆

O Rebe disse: “o Rebe é o representante de D’US.” E o Rebe explicou sobre o ritual festivo semanal judaico de Shabát: “O Shabát é ‘um sinal entre MIM (Hashém) e entre vocês Povo de Israel (Shemót/Êxodo 31:17)’, em outras palavras, o Shabát pertence apenas aos judeus — o Shabát é apenas para os judeus.”
TU, Hashém, deste a SEU povo Israel TEU sagrado dia [festivo semanal]  de Shabát, em lembrança à obra da Criação; [a Festa de Shabát é] a primeira das sagradas Festividades [dos filhos de Israel], comemorando a Saída [deles] do Egito. TU os escolheste e TU os distinguiste dentre todas as nações, e TU lhes deste TEU sagrado dia [festivo semanal]  de Shabát como patrimônio. [Sim,] TU, Hashém, nosso D’US, não deste o dia [festivo semanal] de Shabát às nações do mundo pois TU o deste a SEU povo Israel — aos descendentes de Yaacóv, a quem TU escolheste — como sinal e como pacto, e TUA palavra, nosso REI, é verdade e perdura para sempre: “E os filhos de Israel farão o [ritual festivo semanal de] Shabát, estabelecendo o [ritual de] Shabát por todas as suas gerações como um pacto eterno. Ele é um sinal perpétuo entre [TI] e os filhos de Israel, de que em seis dias Hashém fez os céus e a terra, e no sétimo dia acabou SUA obra, que havia feito, e descansou no sétimo dia de toda SUA obra que D’US criou para funcionar.” Bendito és TU, Hashém, que santifica o Dia [semanal que TU deste a Israel para a Festa] de Shabát e Israel e o Dia [universal anual] de Recordação.

◆ No domingo, PULE este parágrafo↓◆

Nosso D’US, reina sobre o mundo inteiro em TUA glória, SÊ exaltado sobre toda a terra em TEU esplendor, e revela-TE na majestade de TEU glorioso poder sobre todos os habitantes de TEU mundo terrestre. Que tudo o que foi feito saiba que TU o fizeste; tudo o que foi criado compreenda que TU o criaste; e declare todo aquele que possua alento (de vida) em suas narinas que Hashém, D’US de Israel, é REI, e SEU Reinado tem domínio sobre tudo. Concede-nos nossa porção (de vida) em TUA Torá dos Sete Mandamentos; sacia-nos com TUA bondade, alegra nossa alma com TUA salvação e purifica nosso coração para servir-TE com sinceridade, pois TU és O VERDADEIRO D’US, e TUA palavra, nosso REI, é verdadeira e perdura para sempre.

Observa favoravelmente, Hashém, nosso D’US, TEU povo Israel e atende sua prece (pela reconstrução do Templo); restabelece o Serviço ao Santuário da TUA Casa Sagrada (ao Bet Hamicdásh — o Templo de Yerushaláim) e aceita com amor e favor as oferendas (i.e., sacrifícios que são queimados sobre o fogo) de Israel e suas preces; e que o Serviço de TEU povo Israel seja sempre bem aceito.

Que nossos olhos possam ver TEU retorno a Tsión com misericórdia. Bendito és TU, Hashém, que restaura SUA PRESENÇA DIVINA a Tsión (ao Bet Hamicdásh — o Templo de Yerushaláim).

E inscreva todos os filhos de TEUS (dois) pactos (o pacto noaico e o pacto judaico) para uma boa vida. (Yaalé Veiavó (maior))|

● Os Salmos vespertino

Vinde e cantemos para Hashém; aclamemos A ROCHA da nossa salvação. Apresentemo-nos perante ELE com agradecimentos e louvêmo-LO com salmos. Pois um GRANDE D’US é Hashém, um GRANDE REI acima de todos os poderes deificados.
Felizes são os que (no presente momento) vivem na TUA Casa (a sinagoga) e também TE louvam. (Felizes serão os que ainda terão o mérito de viverem na TUA Casa reconstruída, no Bet Hamicdásh — o Templo de Yerushaláim — e TE louvarão para sempre.) Feliz é o povo para o qual isso é assim. Feliz é o povo que Hashém é O seu D’US.
Salmo de louvor por David. Exaltar-TE-ei, meu D’US, O REI, e bendirei sempre TEU NOME. Sim, eu TE louvarei a cada dia, e TEU NOME hei de eternamente abençoar. GRANDE é Hashém e digno de todos os louvores, pois incomensurável é SUA grandeza. Cada geração transmitirá à seguinte o louvor de TUAS obras, e narrará a grandeza de TEUS poderosos feitos. Meus pensamentos se voltarão para o esplendor de TUA MAJESTADE, e sobre as maravilhas de TUAS realizações, eu falarei sempre. Sobre TEU poder temível e sobre a abundância de TUA generosidade eu não deixarei de me pronunciar, e sobre TUA permanente retidão eu cantarei exultante. Gracioso e pleno de bondade é Hashém, tardio em irar-SE, e sempre pronto a ser generoso. ELE é bom para com todos e SUAS misericórdias se estendem sobre todas as SUAS obras. Hão de agradecer-TE todas as TUAS obras, e abençoar-TE todos os que TE são devotados.
Sobre TEU Reinado de glória falarão e sobre TEU poder narrarão, para dar a conhecer a todos os seres humanos TEUS atos poderosos e o glorioso esplendor de TEU Reino. TEU Reinado (é um Reinado sobre todos os mundos e) Se mantém por toda a eternidade e sobre todas as gerações manifesta seu domínio.
Hashém reergue todos os caídos, e dá apoio a todos os abatidos. Os olhos de todos se voltam para TI com esperança, e o alimento de que precisam lhes proporciona no tempo apropriado. Abres TUAS mãos e satisfazes os anseios de todos os seres. Justos são todos os caminhos de Hashém e repletos de magnanimidade todos os SEUS atos. Hashém está sempre próximo de todos que O invocam, de todos que por ELE clamam com sinceridade. ELE atenderá o desejo dos que O temem; seu clamor há de escutar e lhes trará a salvação. Hashém protege todos os que O amam, mas certamente destruirá todos os malévolos.
Minha boca proclamará o louvor de Hashém, e toda criatura bendirá SEU SANTO NOME por todo o sempre! (Tehilím/Salmos 145)

Um salmo por David. Hashém é meu PASTOR e por isto nada me pode faltar. ELE me faz repousar em campos verdejantes, conduz-me a águas tranquilas. ELE restaura minha alma; guia-me por veredas da justiça por amor de SEU NOME. Ainda que eu caminhe no vale das sombras da morte (i.e., em todos os lugares perigosos), nada temerei, pois TU estarás comigo; TEU bastão e TEU cajado me darão apoio e conforto (pois eles me mostram que minha existência não está dirigida pelo acaso). TU me preparas uma mesa de delícias na presença de meus inimigos. TU unges com óleo minha cabeça, meu cálice transborda.
Certamente a bondade e misericórdia me acompanharão por todos os dias de minha existência. E, por todo o sempre, habitarei na Casa de Hashém (no Bet Hamicdásh — o Templo de Yerushaláim). (Tehilím/Salmos 23)|

E todos acreditam que ELE é O D’US fiel. ELE sonda e indaga os segredos ocultos.
E todos acreditam que ELE sonda os pensamentos do homem. ELE redime da morte e salva da sepultura.
E todos acreditam que ELE é O PODEROSO REDENTOR. ELE SOZINHO julga todos os seres criados.
E todos acreditam que ELE é O VERDADEIRO JUIZ. ELE é chamado “Serei O Que Serei” (Shemót/Êxodo 3:14).
E todos acreditam que ELE foi, ELE é e ELE será. Certo é SEU NOME, assim é SEU louvor.
E todos acreditam que ELE é, e não há ninguém além DELE. ELE lembra com memória favorável todos aqueles que O recordam.
E todos acreditam que ELE lembra o Pacto. ELE destina vida a todos os seres vivos.
E todos acreditam que ELE vive e é eterno. ELE é bom e faz o bem aos perversos e aos bons.
E todos acreditam que ELE é bom para todos. ELE conhece a inclinação de todas as criaturas.
E todos acreditam que ELE os formou no útero. ELE é TODOPODEROSO e contém a todos.
E todos acreditam que ELE é TODOPODEROSO. ELE, O ONIPOTENTE, mora no mistério, na sombra.
E todos acreditam que ELE é UM SÓ. ELE entroniza (os reis), e o reinado é SEU.
E todos acreditam que ELE é O REI do mundo. ELE dirige toda geração com misericórdia.
E todos acreditam que ELE preserva a bondade. ELE é paciente e negligencia (as ações dos) rebeldes.
E todos acreditam que ELE perdoa para sempre. ELE é O SUPREMO, e SEU olho SE dirige para aqueles que O temem.
E todos acreditam que ELE responde à prece sussurrada. ELE abre o portão para aqueles que batem em arrependimento.
E todos acreditam que SUA mão está aberta. ELE espera pelo malfeitor, e deseja que ele seja desculpado.
E todos acreditam que ELE é justo e íntegro. Sua ira é breve e ELE é tolerante.
E todos acreditam que ELE é difícil de irritar. ELE é misericordioso e faz a misericórdia preceder a ira.
E todos acreditam que ELE é fácil de aplacar. ELE é imutável, e trata pequenos e grandes por igual.
E todos acreditam que ELE é JUIZ reto. ELE é PERFEITO e age com perfeição para com aqueles que são sinceros.
E todos acreditam que SUA obra é perfeita.

TU somente serás exaltado e reinarás sobre tudo em Unicidade, como está escrito por TEU profeta (Zechariá/Zacarias 14:9): “Hashém será REI sobre toda a terra; nesse dia Hashém será UM e o SEU NOME UM.” E assim, Hashém nosso D’US, impõe medo a TI sobre tudo que TU fizeste, e temor a TI sobre tudo que TU criaste; e (então) todas as obras TE reverenciarão, todos os seres criados se prostrarão diante de TI, e todos eles formarão uma única união para cumprir TUA vontade com um coração perfeito. Pois sabemos, Hashém nosso D’US, que o domínio é TEU, a força está em TUA mão (esquerda), o poder em TUA destra, e TEU NOME é reverenciado sobre tudo que TU criaste. E então, os justos verão e se alegrarão, os retos se regozijarão, e os devotos exultarão com cânticos; a injustiça fechará sua boca e todo o mal — em sua totalidade — desaparecerá em fumaça, pois TU eliminarás da terra o sistema iníquo. (Vechól Maaminím)|

Declaro que eu creio com plena fé nos seguintes princípios da Torá:

que O D’US INFINITO é O CRIADOR de toda a existência, física e espiritual. ELE é O SOBERANO de todas as coisas terrenas e celestiais. Apenas ELE criou, cria e criará tudo;
que O D’US INFINITO é UM e ÚNICO (não-dual). Não há unicidade igual à DELE. Apenas ELE é nosso D’US; ELE sempre existiu, existe e existirá;
que O D’US INFINITO está em todos os lugares, já que ELE é O EN SOF (O TODOINFINITO). ELE não é fisicalidade nem espiritualidade (D’US não é um ser físico nem um ser espiritual). Qualidades da fisicalidade e espiritualidade não se aplicam a ELE de forma alguma. ELE não é masculino nem feminino, não é uma pessoa e não se parece com uma pessoa. Não há absolutamente nada material ou espiritual que se assemelhe a ELE;
que O D’US INFINITO é incognoscível e transcendental (i.e., envolve todos os mundos) e também, ao mesmo tempo, onipresente e imanente (i.e., preenche todos os mundos);
que O D’US INFINITO é o único para QUEM é apropriado orar, e que é proibido rezar para qualquer outra entidade — não se deve rezar a mais ninguém nem a mais nada. Apenas ELE é digno de ser servido (devotado);
que a profecia existe e que todas as palavras dos profetas da bíblia judaica são autênticas;
que a profecia de Moshé, nosso mestre, é verídica, e que ele foi o mais importante de todos os profetas, antes e depois dele;
que a Torá é a palavra de D’US (a original e a única) — toda a Torá da qual dispomos hoje foi dada pelO D’US INFINITO para Moshé, nosso mestre;
que esta Torá é eterna e imutável — ela não será alterada e nunca haverá outra dada pelO D’US INFINITO;
que O D’US INFINITO é onisciente — ELE conhece todos os atos e pensamentos dos humanos (Salmos 33:15);
que O D’US INFINITO recompensa aqueles que cumprem os SEUS mandamentos — conforme se aplicam a cada pessoa (os mandamentos religiosos judaicos exclusivamente para os judeus, e os mandamentos morais universais para todas as pessoas) — e pune quem os transgride;
que o Mashíach virá, e ainda que ele possa demorar, espero por sua chegada a cada dia;
que ocorrerá a Ressurreição dos Mortos — os mortos serão trazidos de volta à vida quando O D’US INFINITO quiser que isto aconteça. Seja SEU NOME GLORIOSO abençoado para todo o sempre.

Estes são Os Princípios, eles são a base da Religião de D’US e de SUA Torá. Que seja TUA vontade, Hashém, nosso D’US, submeter as nossas inclinações ao TEU serviço todos os dias de nossas vidas, sempre. Que assim seja a TUA vontade.|

● Declaração Noaítica

O Rabi Tzvi Freeman explica:
“O Credo de Nôach é uma herança sagrada de todos os Filhos de Nôach, uma herança que cada pessoa na face da terra pode recitar todos os dias. E se um número suficiente de nós começar a dizer essas mesmas palavras todos os dias, rapidamente veremos um mundo diferente. Mais cedo do que podemos imaginar.” (© Rabi Tzvi Freeman; © Projeto Noaismo Info)

1. Não vou adorar ninguém nem nenhuma outra coisa exceto O ÚNICO CRIADOR, Hashém, O D’US da Torá, que é INFINITO, e que cuida das criaturas de nosso mundo, renovando o Ato da Criação em cada momento com infinita sabedoria, sendo vida para cada coisa.
Neste princípio está incluído o abendiçoar, a oração, o estudo e a meditação.

2. Não vou demonstrar falta de respeito pelo CRIADOR de maneira alguma.
Neste princípio está incluído ter respeito por qualquer ser ou coisa criada.

3. Não vou matar.
Cada ser humano, da mesma forma que Adám e Chavá, constitui um mundo inteiro. Salvar uma vida é salvar todo um mundo. Destruir uma vida é destruir todo um mundo. Ajudar outros a sobreviverem é um corolário deste princípio. Cada ser humano que D’US tem criado está obrigado a ajudar os necessitados.

4. Vou respeitar a instituição do matrimônio.
O matrimônio é um ato Divino. O matrimônio de um homem e uma mulher é um reflexo da Unidade de D’US e SUA criação. A desonestidade no matrimônio é um ataque a essa Unidade.

5. Não vou tomar o que não me pertence por direito.
Vou comportar-me honestamente em todas as minhas atividades. Apoiando-nos em D’US em vez de em nossa própria autossuficiência, demonstramos nossa confiança NELE como PROVEDOR da Vida.

6. Não vou causar nenhum dano a nenhuma coisa viva.
No início de sua criação, o homem era o jardineiro no Jardim do Éden para “tomar conta dele e protegê-lo”. A princípio, o homem foi proibido de tirar a vida de qualquer animal. Após o Grande Dilúvio permitiu-se-lhe consumir carne — mas com uma advertência: Não cause sofrimentos desnecessários a qualquer criatura.

7. Vou defender tribunais de verdade e justiça em meu país.
A justiça é um assunto de D’US, mas nos é dada a incumbência de estabelecer as leis necessárias e fazer cumpri-las sempre que pudermos. Quando corrigimos os erros da sociedade, estamos agindo como parceiros no ato de sustentar a criação.

Que as nações convertam suas espadas em arados.
Que o lobo habite com o cordeiro.
Que a terra se encha da Sabedoria Divina, como as águas cobrem o mar.
E que tudo isso seja em breve, durante a vida de todos nós, mais cedo do que imaginamos.|

TU recordas os feitos (realizados) no mundo e TU rememoras tudo que foi criado nos dias de outrora. Diante de TI se revelam todas as coisas ocultas e segredos desde o início da criação; pois não há esquecimento diante do Trono de TUA Glória, e nada se oculta a TUA vista. TU recordas todas as ações (das criaturas), e nenhuma criatura está oculta a TI. Tudo está revelado e conhecido diante de TI, Hashém nosso D’US, que observa e olha até o fim das gerações. Pois TU fixaste [este dia de Rosh Hashaná como] o momento estipulado para recordação de modo que cada alma e cada ser seja recordado, para que sejam rememoradas as numerosas ações e incontáveis multidões de criaturas. TU fizeste saber desde o início (da criação), e desde antes dos tempos TU o revelaste; este dia, o próprio dia de hoje, (é o dia que) assinala o começo da TUA Criação, é uma recordação do primeiro dia. “Pois este é um estatuto para Israel, um dia de julgamento para O D’US de Yaacóv.” (Tehilím/Salmos 81) Com relação aos países, (neste dia) se pronuncia (o julgamento): qual para a guerra e qual para a paz, qual para a fome e qual para a abundância; e nele as criaturas são consideradas, para recordá-las para a vida ou para a morte. Quem não é recordado neste dia? Pois a recordação de todo ser criado vem diante de TI – a obra do homem e sua tarefa, as ações e os movimentos do mortal, os pensamentos de uma pessoa e seus ardis, e os motivos que impulsionam os atos do homem. Feliz é o homem que não TE esquece, o filho do homem que adere a TI. Pois aqueles que TE buscam nunca tropeçarão, todos os que depositam sua confiança em TI não serão envergonhados eternamente. Pois a recordação de todas as (TUAS) obras vem diante de TI, e TU examinas os atos de todas elas. TU também recordaste a Nôach com amor, e o tiveste presente com uma promessa de salvação e misericórdia, quando trouxeste as águas do Mabúl (Dilúvio) para destruir toda carne por causa da perversidade de seus atos. Por isso, sua recordação veio diante de TI, Hashém nosso D’US, para fazer a sua semente tão numerosa como o pó da terra, e a seus descendentes como a areia do mar; como está escrito em TUA Torá (em Bereshít/Gênesis 8:1): “D’US SE recordou de Nôach e de todo animal selvagem e de todo animal que havia com ele na arca, e D’US fez um vento passar sobre a terra e aquietaram-se as águas.”

Hoje é o dia de nascimento do mundo; neste dia ELE chama todos os seres criados dos mundos para que se postem em julgamento. (Somos considerados) como filhos ou como servos? Se somos como filhos, tem piedade de nós como um pai tem piedade de seus filhos; se como servos, nossos olhos estão postos em TI até que TU mostres TUA graça a nós e emitas nosso julgamento como a luz, ó TEMIDO e SANTO.

E está dito (em Tehilím/Salmos 150): “(Salmo por David.) Louvai Hashém! Louvai O TODOPODEROSO (no lugar da) SUA Santidade, louvai-O nas (nove) esferas celestes (físicas), através das quais o SEU poder é revelado. Louvai-O por SEUS poderosos atos, louvai-O de acordo com SUA extraordinária grandeza. Louvai-O ao som do Shofár; louvai-O com a harpa e a lira. Louvai-O com melodias e ritmo; louvai-O com instrumentos de corda e de sopro. Louvai-O com címbalos altissonantes. Louvai-O com címbalos com som de Teruá (trombeta). Que todos aqueles que tenham alma (que as suas almas inteiras) louvem Hashém. Louvai Hashém!”

Nosso PAI, nosso REI, recorda TUA compaixão e conquista TUA ira, e cessa peste, espada, fome, cativeiro, destruição, iniquidade, praga e ocorrência nefasta; e toda enfermidade, todo contratempo, toda contenda, todo tipo de castigo, todo mau decreto e ódio infundado, de nós Noaítas e de todo filho (membro) de TEU pacto (Judaico). E que todo ser TE dê graças. E verdadeiramente louvarão e abençoarão para sempre O TEU GRANDE NOME porque TU és bom, ó D’US. Nossa salvação e nossa ajuda perpétua é O D’US que é bom. Bendito és TU, Hashém, porque TEU NOME é bom, e a TI é adequado dar graças. (ATÁ Zochêr Maassê Olám)|

ELE, O MISERICORDIOSO, perdoa a iniquidade e não aniquila (a humanidade). Frequentemente ELE retém SUA ira, não despertando toda a SUA raiva. Que TU, Hashém, não retires TUA misericórdia de mim; que TUA bondade e fidelidade sempre me protejam. Lembra-TE de TUAS misericórdias e de TUAS bondades, Hashém, pois elas têm existido por todo tempo. A salvação provém de Hashém; que TUA bênção esteja sobre TEU povo Israel para sempre. Hashém, O MESTRE das legiões, está conosco, O D’US de Yaacóv e de Nôach é nossa eterna fortaleza. Hashém, O MESTRE das legiões, feliz é aquele que confia somente em TI. Hashém, salva-nos! Que O REI nos responda no dia em que clamamos. Salva TEU povo Israel e abençoa TEU patrimônio; zela por eles e exalta-os para sempre. Mostra-nos TUA benevolência, ó Hashém, e concede-nos TUA imediata salvação. Levanta-TE, ajuda-nos, e redime-nos por TUA bondade.|

Confia em Hashém, sê forte e encoraja teu coração, e confia em Hashém. Ninguém é santo como Hashém, pois não há ninguém além de TI; nem há ninguém tão poderoso como nosso D’US. Pois quem é O D’US, a não ser Hashém, e quem é O PODEROSO além do nosso D’US?
Não há ninguém como o nosso D’US; não há ninguém como o nosso SENHOR; não há ninguém como o nosso REI; não há ninguém como o nosso SALVADOR. Quem é como o nosso D’US? Quem é como o nosso SENHOR? Quem é como o nosso REI? Quem é como o nosso SALVADOR? Agradeçamos ao nosso D’US; agradeçamos ao nosso SENHOR; agradeçamos ao nosso REI; agradeçamos ao nosso SALVADOR. Bendito é o nosso D’US; bendito é o nosso SENHOR; bendito é o nosso REI; bendito é o nosso SALVADOR. TU és o nosso D’US; TU és o nosso SENHOR; TU és o nosso REI; TU és o nosso SALVADOR; TU nos salvarás. TU TE levantarás e terás piedade de Tsión, pois é hora de ser misericordioso com ela; chegou a hora estabelecida.|

A Soberania de D’US será reconhecida e aceita pela humanidade. As nações procurarão Israel que espalhou através dos tempos o conhecimento do verdadeiro D’US (Hashém), apesar das campanhas contrárias. E vai ensinar-lhes o Caminho (Espiritual) adequado para servi-LO(*. Este Caminho é o Noaísmo).
Para o Diretor do Coro; um salmo composto pelos coraítas (os filhos de Côrach). (Na era messiânica,) vós, ó todas as nações, batei palmas (de alegria) e aclamai a D’US com vozes de júbilo! Pois Hashém é O ALTÍSSIMO, excelso; ELE é O GRANDE REI sobre toda a terra. Povos a nós (judeus) ELE submeteu, e nações colocou sob os nossos pés. ELE escolheu a nossa herança (a Terra de Israel) para nós (judeus, e, o Templo de Yerushaláim reconstruído é) o orgulho de Yaacóv a quem ELE ama eternamente! (Então, no Bet Hamicdásh) D’US será exaltado com o toque da Teruá (trombeta), Hashém — com o som do Shofár. Entoai salmos a D’US! Cantai ao nosso REI, elevai-LHE preces! Pois D’US é REI em toda a terra; entoai-LHE louvores com compreensão. D’US reina sobre todas as nações; D’US está no trono de SUA santidade. Os governantes das nações se reuniram ao povo do D’US de Avrahám porque eles reconheceram (D’US como SEU GOVERNANTE SOBERANO, e, por fim, todos reconheceram) que a D’US pertence o poder para proteger a terra. Magnificente é SUA grandeza!
Decerto, os justos exaltarão TEU NOME; os corretos residirão na TUA PRESENÇA.
(Hashém) AQUELE que faz paz em SEUS céus, que ELE faça a paz para nós Noaítas e para todo Israel, TEU povo, e digam: Amên!
Seja TUA vontade, Hashém, nosso D’US, que se reconstrua o Bet Hamicdásh (o Templo de Yerushaláim) rapidamente, em nossos dias, e outorga-nos nossa porção na TUA Torá dos Sete Mandamentos. (Tehilím/Salmos 47; * Cabeçalho por Editora e Livraria Sêfer)|

É nosso dever louvar O SENHOR de tudo, atribuir grandeza aO CRIADOR de toda existência; que não nos tem feito como as outras pessoas das nações, nem nos tem causado ser iguais às outras famílias da terra; que não tem determinado nosso quinhão como o deles, nem nosso destino como aquele das suas multidões, pois eles se prostram à futilidade e à nulidade. Mas nós nos curvamos, nos ajoelhamos e oferecemos louvores diante do SUPREMO REI dos reis, O SANTO, bendito seja, que expande os céus e estabelece a terra, cujo trono de SUA Glória está nos céus acima e cuja DIVINA PRESENÇA de SUA Força encontra-SE nas alturas sublimes. ELE é nosso D’US; não há nenhum outro. Em verdade, ELE é nosso REI, nada há além DELE, como está escrito em SUA Torá (em Devarím/Deuteronômio 4:39): “Saiba este dia e leve ao teu coração que Hashém é D’US nos céus acima e sobre a terra abaixo, não há nenhum outro.”

TU tens TE mostrado para que se saiba que Hashém é O D’US; não há mais nada além DELE. Ouve, Israel, Hashém é nosso D’US, Hashém é UM SÓ. Pois os céus e o céu dos céus pertencem a Hashém, seu D’US, a terra e tudo que ela contém. Pois Hashém seu D’US é O D’US dos seres superiores e O SENHOR das hostes celestiais, O GRANDE, O PODEROSO e O reverencialmente TEMIDO D’US, que não favorece nem aceita suborno. Quando proclamo o NOME de Hashém, atribuam grandeza ao nosso D’US. Que o NOME de Hashém seja abençoado desde agora para toda a eternidade.

E portanto nós aspiramos a TI, Hashém, nosso D’US, para ver em breve o esplendor do TEU poder banir a idolatria da terra — e os deuses falsos serão totalmente destruídos; para aperfeiçoar o mundo sob a Soberania do TODOPODEROSO. Toda a humanidade invocará o TEU NOME, e retornarão a TI todos os ímpios da terra. Então todos os habitantes do mundo reconhecerão e saberão que diante de TI deve ajoelhar-se todo joelho, e toda língua deve jurar por TEU NOME. Perante TI, Hashém, nosso D’US, eles curvar-se-ão e prostrar-se-ão e darão honra a TEU NOME GLORIOSO; e todos assumirão sobre si o jugo do TEU Reinado. Que em breve TU reines sobre eles, para todo o sempre, pois a realeza é TUA e por toda a eternidade TU reinarás gloriosamente, conforme está escrito na TUA Torá (em Shemót/Êxodo 15:18): “Hashém reinará para sempre.”

E está dito (em Bamidbár/Números 23:21): “ELE não olha a iniquidade em Yaacóv nem vê a perversidade em Israel: Hashém seu D’US está com ele e o amor do REI está nele.” E está dito (em Devarím/Deuteronômio 33:5): “E Hashém foi REI em Yeshurún (Israel) quando os líderes do povo se reuniram e as tribos de Israel se uniram.” E em TUAS sagradas Escrituras está escrito assim (em Tehilím/Salmos 22:29): “Pois a soberania é só de Hashém, e ELE governa sobre todas as nações.” E está dito (em Tehilím/Salmos 93:1): “Hashém fez-SE REI; pois ELE vestiu-SE de grandeza; sim, Hashém vestiu-SE, cingiu-SE de força e grandeza. Firme e inabalado está o mundo por ELE criado.” E está dito (em Tehilím/Salmos 24:7-10): “Erguei vossos batentes, ó portais (do Bet Hamicdásh, o Templo de Yerushaláim,) e erguei-vos, ó eternas portas, para que O GLORIOSO REI possa entrar. Quem é ESTE GLORIOSO REI? Hashém, forte e poderoso; Hashém, poderoso na batalha. Erguei vossos batentes, ó portais e erguei-vos, ó eternas portas, para que O GLORIOSO REI possa entrar. Quem é ESTE GLORIOSO REI? Hashém, O MESTRE das legiões, é ELE O GLORIOSO REI por toda a eternidade.”

E por TEUS servos, os Profetas, está escrito o seguinte (em Ieshayáhu/Isaías 44:6): “Assim disse Hashém, O REI de Israel e seu REDENTOR, Hashém, O MESTRE das legiões: EU sou o primeiro e EU sou o último, e além de MIM não há D’US.” E está dito (em Ovadiá/Obadias 1:21): “Salvadores subirão ao Monte Tsión para julgar o monte de Essáv, e de Hashém será o reinado.” E está dito (em Zechariá/Zacarias 14:9): “Hashém será REI sobre toda a terra; nesse dia Hashém será UM e o SEU NOME UM.” E em TUA Torá está escrito assim (em Devarím/Deuteronômio 6:4): “Ouve Israel, Hashém é nosso D’US, Hashém é UM SÓ.”

Nosso D’US, reina sobre o mundo inteiro em TUA glória, SÊ exaltado sobre toda a terra em TEU esplendor, e revela-TE na majestade de TEU glorioso poder sobre todos os habitantes de TEU mundo terrestre. Que tudo o que foi feito saiba que TU o fizeste; tudo o que foi criado compreenda que TU o criaste; e declare todo aquele que possua alento (de vida) em suas narinas que Hashém, D’US de Israel, é REI, e SEU Reinado tem domínio sobre tudo. Concede-nos nossa porção (de vida) em TUA Torá dos Sete Mandamentos; sacia-nos com TUA bondade, alegra nossa alma com TUA salvação e purifica nosso coração para servir-TE com sinceridade, pois TU és O VERDADEIRO D’US, e TUA palavra, nosso REI, é verdadeira e perdura para sempre.
Decerto, os justos exaltarão TEU NOME; os corretos residirão na TUA PRESENÇA. (Alênu Maior)|

“Hashém, abre meus lábios e minha boca dirá o TEU louvor.” (Tehilím/Salmos 51:17) Bendito és TU, Hashém, nosso D’US, CRIADOR dos céus e da terra, que outorga generosas bondades. “Agradeçam a Hashém, pois ELE é bom, pois SUA bondade é eterna. Que o Povo de Israel declare que SUA bondade é eterna. Que aqueles que temem Hashém declarem que SUA bondade é eterna. Na angústia eu clamei a Hashém e Hashém me ouviu e me livrou das dificuldades. Hashém está comigo, por isso nada temerei; o que me pode fazer o ser humano? Hashém está comigo através daqueles que me ajudam, por isso posso enfrentar meus adversários. É melhor contar com Hashém do que confiar nos seres humanos. É melhor contar com Hashém do que confiar nos nobres. Hashém é minha força e meu cântico e ELE tem sido uma ajuda para mim. Quero agradecer-TE porque TU me escutaste, e TU tens sido minha salvação. Agradeçam a Hashém, pois ELE é bom, pois SUA bondade é eterna.” (Tehilím/Salmos 118:1-9, 14, 21, 29) Recorda-nos para a vida, REI que deseja a vida; inscreve-nos no Livro da Vida, por TI, Deus vivente.

“Muito melhor é adquirir sabedoria que ouro! Melhor é buscar compreensão que acumular prata!” “O início da sabedoria (de uma pessoa) é o temor a Hashém e a plena compreensão de SEUS mandamentos; (assim) o louvor dela perdurará para sempre.” (Por isso,) concede-nos, graciosamente, de TI, sabedoria, compreensão e conhecimento. (Pois,) “assim diz Hashém, teu REDENTOR, O SANTO de Israel: EU sou Hashém, teu D’US, que te ensina para que tenhas proveito, que te conduz pelo caminho que deves seguir.” (Mishlê/Provérbios 16:16; Ieshayáhu/Isaías 48:17)

Quem é como TU, PAI misericordioso, que com piedade recorda SUAS criaturas para a vida. Nosso D’US, não somos tão atrevidos para declarar diante de TI que somos retos e não pecamos. Perdoa-nos, nosso PAI, pois pecamos; desculpa-nos, nosso REI, pois transgredimos. TU reconheces os pecados deliberados ou inadvertidos, a (transgressão) voluntária ou por compulsão, abertamente ou em segredo — diante de TI são reveladas e conhecidas. TU conheces todas as coisas ocultas e reveladas. TU conheces os segredos ocultos de todo ser vivo. TU exploras todos os nossos pensamentos mais íntimos e sondas nossa mente e coração; nada se oculta de TI, nada se esconde de TUA vista. Nosso D’US, apaga e remove nossas transgressões e pecados da frente de TEUS olhos, como está escrito: “EU, somente EU, sou AQUELE que apaga tuas transgressões, por MIM; teus pecados não recordarei.” (Ieshayáhu/Isaías 43:25)

“Abençoa Hashém, pois ELE é QUEM perdoa todas as tuas transgressões e QUEM cura todas as tuas doenças.” (Tehilím/Salmos 103:1-3) “EU, Hashém, faço morrer e faço viver; EU firo e EU saro.” (Devarím/Deuteronômio 32:39) ‘Cura-nos, Hashém, e seremos curados, salva-nos e seremos salvos; pois TU és nosso louvor e nossa glória.’ (Yirmiyáhu/Jeremias 17:14) Concede cura e remédio total a todas as nossas doenças, todas as nossas dores e todas as nossas feridas, pois TU, REI TODOPODEROSO, és AQUELE que cura, fidedigno e misericordioso.

Nosso D’US, nosso PAI, nosso PASTOR, nutre-nos, sustenta-nos, alimenta-nos e provê-nos com abundância. Hashém, nosso D’US, por favor não nos faças depender das dádivas dos mortais ou dos seus empréstimos, e sim somente de TUA mão. Que O MISERICORDIOSO providencie nosso sustento com honra.

Bendito és TU, Hashém, D’US benevolente, nosso PAI, nosso REI, nossa FORÇA, nosso CRIADOR, nosso REDENTOR, nosso FAZEDOR, nosso SANTO e de Yaacóv, nosso PASTOR e de Israel, O REI que é bondoso e faz o bem a todos, dia a dia. ELE nos fez o bem, ELE nos faz o bem, ELE nos fará o bem; ELE nos concedeu, nos concede e nos concederá sempre graça, bondade, misericórdia, alívio, salvação e êxito, bênção, redenção, consolo, subsistência e sustento, compaixão, vida, paz e todo bem; e que ELE nunca nos faça carecer de nenhum bem.

TU és Hashém D’US no céu e na terra, e no mais elevado céu dos céus. Na verdade, TU és O PRIMEIRO e TU és O ÚLTIMO, e além de TI não há D’US. Junte os dispersos de TEU povo Israel dos quatro cantos da Terra; que toda a humanidade reconheça e saiba que somente TU és D’US sobre todos os reinos da terra. TU fizeste os céus, a terra, o mar e tudo o que há neles. Quem, dentre todas as obras de TUAS mãos, celestiais ou terrestres, pode TE dizer “O que TU estás fazendo? O que TU estás realizando?” Realiza, Hashém, nosso D’US, breve em nossos dias, o que TU asseguraste através de TEUS Profetas, como foi dito: “Hashém será REI sobre toda a terra e nesse dia Hashém será UM e o SEU NOME UM” (Zechariá/Zacarias 14:9); e como foi dito: “Então darei a todos os povos uma língua pura a fim de que invoquem O NOME de Hashém e O sirvam em harmonia” (Tsefaniá/Sofonias 3:9); e como foi dito (por Yeshayáhu ben Amóts) “a respeito de Yehudá e Yerushaláim: Irá acontecer nos dias derradeiros (acharít hayamím) que ao Monte da Casa de Hashém afluirão todos os povos. E a ele grandes nações virão e dirão: ‘Vamos, subamos a montanha de Hashém, até (o Bet Hamicdásh, a) Casa do D’US de Yaacóv! ELE nos ensinará os SEUS Caminhos e por eles seguiremos, pois de Tsión virá o ensinamento da Torá e de Yerushaláim a Palavra de Hashém!’ Neste dia somente Hashém será exaltado. Os deuses falsos serão totalmente destruídos” (Ieshayáhu/Isaías 2:1-3, 17-18); e como foi dito: “Não causarão dano e nada destruirão em MEU santo Monte, porque a terra estará repleta do conhecimento de Hashém, como as águas cobrem o mar” (Ieshayáhu/Isaías 11:9). Através de todas as gerações proclamem o Reinado de D’US, pois somente ELE é exaltado e santo. Seja O NOME de Hashém abençoado, de agora e para todo o sempre. Do levante do Sol ao seu ocaso, louvado é O NOME de Hashém. Hashém é sublime sobre todos os povos, acima dos Céus repousa SUA Glória! Ó Hashém, nosso D’US, quão poderoso é TEU NOME em todo o Universo. 

Ouve nossa voz, Hashém nosso D’US, tem piedade e compaixão de nós, e aceita nossa prece com misericórdia e favor, pois TU escutas as preces de todos. “E há de suceder que, mesmo antes de eles clamarem, EU responderei e estando eles ainda falando, EU ouvirei.” Que em nossos dias a glória de Hashém seja revelada e a vejam todas as criaturas, pois assim o determinou Hashém. Ó OUVINTE de prece, a TI todo ser virá (para rezar). (Ieshayáhu/Isaías 65:24; 40:5; Tehilím/Salmos 65:3)

Reconhecemos com gratidão que TU és Hashém, nosso D’US, D’US de todo ser, nosso CRIADOR e CRIADOR de toda existência. Nós oferecemos bênçãos e graças ao TEU GRANDE e SANTO NOME, pois TU nos deste vida e nos sustentaste; que TU continues a conceder-nos vida e a nos sustentar. Nós TE agradecemos, Hashém, nosso D’US, pela vida, graça e bondade que nos concedeste graciosamente e pelo alimento com o qual nos nutre e sustenta todo dia, a todo momento e a toda hora. Bendito é D’US, que é digno de agradecimentos.

“A TI, Hashém, virão as nações desde as extremidades da terra e dirão: ‘Nossos pais herdaram somente mentiras e coisas vãs em que não há proveito’” (Yirmiyáhu/Jeremias 16:19). “Assim disse Hashém, O MESTRE das legiões: Nesses dias, dez homens de diferentes línguas e de todas as nações segurarão uma ponta da roupa de cada judeu e dirão: ‘Iremos contigo, porque sabemos que D’US está contigo!’” (Zechariá/Zacarias 8:20-23)

TU és CRIADOR de tudo, A VIDA de todos os mundos, D’US de todas as coisas criadas, SENHOR de todos os acontecimentos. Hashém em breve reinará único sobre todas as SUAS obras, no Monte Tsión, em Yerushaláim, como está escrito (em Tehilím/Salmos 146:10): “Hashém reinará para todo o sempre, sim, o teu D’US, ó Tsiónpor todas as gerações! (Portanto) louvai Hashém!” E então, os justos verão e se alegrarão, os retos se regozijarão, e os devotos exultarão com cânticos; a injustiça fechará sua boca e todo o mal — em sua totalidade — desaparecerá em fumaça, pois TU eliminarás da terra o sistema iníquo. (Tehilím/Salmos 146:10) (Oração Devota/Oração de Devoção dos Noaítas/”Amidá” Noaítica)|

Que a alma de todo ser vivo abençoe TEU NOME, Hashém, nosso D’US, e o espírito de toda criatura glorifique e exalte a TUA lembrança, REI nosso, permanentemente. Desde o mundo mais elevado até o mais baixo, TU és O D’US TODOPODEROSO; e fora de TI não temos REI, REDENTOR e SALVADOR que liberta, resgata, sustenta, responde e SE apieda em todo momento de aflição e tribulação; não temos outro REI, além de TI. (TU és) O D’US das primeiras e das últimas (gerações), D’US de todas as coisas criadas, SENHOR de todos os acontecimentos, que é exaltado com múltiplos louvores, que dirige SEU mundo com bondade, e as SUAS criaturas com compaixão. Na verdade, Hashém não cochila nem dorme. É ELE QUEM anima os que dormem, QUEM desperta os que cochilam, QUEM faz o mudo falar, QUEM liberta os presos, QUEM sustenta os que caem, e QUEM endireita os encurvados. Somente a TI damos graças. Ainda que a nossa boca estivesse tão cheia de cântico como o mar (está cheio de água), a nossa língua de melodia como o bramido das suas ondas, e nossos lábios de louvor como a expansão do firmamento; e nossos olhos resplandecessem como o sol e a lua, nossas mãos estivessem estendidas como (as asas das) águias do céu, e nossos pés fossem ligeiros como o cervo — ainda assim não seria o suficiente para TE agradecer, Hashém, nosso D’US, e para bendizer TEU NOME. Até agora as TUAS misericórdias têm-nos ajudado e TUAS bondades não nos têm abandonado; e TU, Hashém, nosso D’US, nunca nos abandonarás. Por isso, os membros que TU dispuseste dentro de nós, o espírito e alma que TU insuflaste em nossas narinas, e a língua que TU puseste em nossa boca — todos eles hão de agradecer, abençoar, louvar e glorificar, exaltar e adorar, santificar e proclamar a soberania de TEU NOME, nosso REI. Porque toda boca TE agradecerá, toda língua há de jurar com TEU NOME, todo olho TE observará, todo joelho se ajoelhará diante de TI, todos aqueles que estão erguidos haverão de prostrar-se diante de TI, todos os corações haverão de temer a TI, e cada uma das partes mais internas cantarão ao TEU NOME, como está escrito (em Tehilím/Salmos 35:10): “Declare todo meu ser: Hashém, quem é como TU? Que salva o pobre do mais forte, o pobre e o destituído daquele que ia roubar-lhe!” Quem pode assemelhar-se a TI, quem pode igualar-se a TI, quem pode comparar-se a TI, O GRANDE, PODEROSO e TEMIDO D’US, D’US enaltecido, CRIADOR do céu e da terra! TE louvaremos, exaltaremos e glorificaremos, e abençoaremos TEU SANTO NOME, como está dito (em Tehilím/Salmos 103:1: “Um salmo) por David: abençoe Hashém, minha alma, e todo meu ser — SEU SANTO NOME.”

Todos TE reconhecerão e todos TE louvarão e todos dirão: “Não há santo como Hashém!” Todos TE exaltarão para sempre, Hashém, CRIADOR de tudo, D’US que a cada dia faz com que o sol e a lua iluminem o mundo inteiro e seus habitantes que ELE criou de acordo com o atributo de misericórdia. Com misericórdia ELE ilumina a terra e os que a habitam, e em SUA bondade ELE renova a cada dia, permanentemente, a obra da criação. Quão abundantes são TUAS obras, Hashém! TU as fizeste todas com sabedoria, a terra está cheia das TUAS criações. REI, que por SI SÓ já é elevado desde antes dos tempos, louvado, glorificado e enaltecido desde o momento da criação; Hashém, D’US do universo, em TUAS abundantes misericórdias apieda-TE de nós. Não há ninguém comparável a TI, e ninguém além de TI; não há nada sem TI, e quem é como TU? Não há ninguém que se compare a TI, Hashém, nosso D’US — neste mundo; e ninguém fora de TI, nosso REI — na vida do Mundo Vindouro; não há nada sem TI, nosso REDENTOR — nos dias de Mashíach; e não há ninguém como TU, nosso SALVADOR — na era da ressurreição dos mortos. (Nishmát Maior)|

Nosso PAI, nosso REI, não temos REI, a não ser TU.
Nosso PAI, nosso REI, age (benevolentemente) conosco por TEU NOME.
Nosso PAI, nosso REI, renova para todos nós um bom ano.
Nosso PAI, nosso REI, anula de sobre todos nós todos os decretos severos.
Nosso PAI, nosso REI, anula as intenções daqueles que nos odeiam.
Nosso PAI, nosso REI, frustra os planos de nossos inimigos.
Nosso PAI, nosso REI, faze desaparecer de sobre todos nós todo opressor e adversário.
Nosso PAI, nosso REI, fecha as bocas de nossos oponentes e acusadores.
Nosso PAI, nosso REI, cessa a peste, a espada, a fome, o cativeiro e a destruição, dentre os filhos de TEUS (dois) pactos (o pacto noaico e o pacto judaico).
Nosso PAI, nosso REI, evita a praga entre (nós) noaítas e entre TEU patrimônio (Israel).
Nosso PAI, nosso REI, faze-nos retornar a TI com sincero arrependimento.
Nosso PAI, nosso REI, envia cura completa a todos os enfermos dentre os noaítas e dentre o TEU povo Israel.
Nosso PAI, nosso REI, rasga (o aspecto de) mal do veredito decretado contra todos nós.
Nosso PAI, nosso REI, recorda-nos com favorável lembrança diante de TI.
Nosso PAI, nosso REI, inscreve-nos no livro da boa vida.
Nosso PAI, nosso REI, inscreve-nos no livro dos justos e devotos.
Nosso PAI, nosso REI, inscreve-nos no livro dos retos e íntegros.
Nosso PAI, nosso REI, inscreve-nos no livro da redenção e salvação.
Nosso PAI, nosso REI, inscreve-nos no livro do sustento e de bons meios de subsistência.
Nosso PAI, nosso REI, inscreve-nos no livro dos méritos.
Nosso PAI, nosso REI, faze com que a salvação floresça para todos nós logo.
Nosso PAI, nosso REI, eleva a glória de Israel, TEU povo.
Nosso PAI, nosso REI, eleva a glória de TEU ungido (Mashíach).
Nosso PAI, nosso REI, enche nossas mãos com TUAS bênçãos.
Nosso PAI, nosso REI, enche nossos depósitos com fartura.
Nosso PAI, nosso REI, escuta nossa voz, tem piedade e compaixão de nós.
Nosso PAI, nosso REI, aceita nossa prece com misericórdia e de bom grado.
Nosso PAI, nosso REI, abre os portões do céu para nossa prece.
Nosso PAI, nosso REI, que seja lembrado que somos pó.
Nosso PAI, nosso REI, TE suplicamos, não nos faças voltar de TI com as mãos vazias.
Nosso PAI, nosso REI, que esta hora seja uma hora de misericórdia e um momento favorável diante de TI.
Nosso PAI, nosso REI, tem compaixão de todos nós e de nossos bebês e crianças.
Nosso PAI, nosso REI, faze por aqueles que foram mortos por TEU SANTO NOME.
Nosso PAI, nosso REI, faze por aqueles que foram degolados por (proclamar) TUA Unicidade.
Nosso PAI, nosso REI, faze por aqueles que passaram pelo fogo e pela água pela santificação do TEU NOME.
Nosso PAI, nosso REI, vinga o sangue derramado de TEUS servos.
Nosso PAI, nosso REI, faze por TI, se não (faze) por nós.
Nosso PAI, nosso REI, faze por TI, e salva-nos.
Nosso PAI, nosso REI, faze por TUAS abundantes misericórdias.
Nosso PAI, nosso REI, faze por TEU GRANDE, PODEROSO e TEMÍVEL NOME que é proclamado sobre todos nós (judeus e noaítas).
Nosso PAI, nosso REI, mostra-nos TUA graça e responde-nos, pois não há em nós atos meritórios; faz conosco caridade e bondade e salva-nos. (Nosso PAI, nosso REI)|

● Oração pela Harmonia e Paz do Lar

Ó Hashém, nosso D’US, dá-nos as TUAS bênçãos, e cuida do nosso amor. Põe em nossos corações a capacidade de vivermos unidos e em paz. Seja a TUA vontade que nossa união se eleve em beleza; que seja uma união de amor, simpatia, harmonia e companheirismo. Uma união sagrada e exitosa, cheia de TUA bênção. Que saibamos nos tratar com humildade e paciência, sem altivez. Seja a TUA vontade, D’US, refinar-nos e elevar-nos, e fazer-nos merecedores de juntos cumprirmos a TUA vontade todos os dias de nossas vidas. E bendiz-nos com todas as TUAS bênçãos, pois TU és A FONTE de toda bênção. MESTRE do universo, concede a mim e a toda a minha família, e a todo o TEU povo Israel, uma vida longa com saúde, felicidade e filhos que nos dêem satisfação. E que TUA bondade não se afaste de mim, e que eu saiba viver uma vida digna de uma mulher (ou: de um homem) Noaíta. Que tenhamos o mérito de educarmos os nossos filhos e de guiá-los no caminho certo, o caminho do noaísmo. Que consigamos penetrar profundamente em suas almas, identificar suas virtudes, defeitos e necessidades, para que saibamos como educá-los. Pedimos a TI que nos ilumine, para que sejamos exemplos dignos para os nossos amados filhos. Nos ajude, nosso D’US, REI da sabedoria, para que não nos equivoquemos nem sequer nos pequenos detalhes e que tenhamos a alegria de vermos os nossos filhos crescidos como pessoas de bem, nobres, honestas, que se amam e amam a TI. Fortaleça nossas mãos e nossos corações para que continuem TE servindo com amor e alegria. Que as palavras de minha boca e a meditação de meu coração sejam aceitáveis perante TI.|

● Oração pelos Filhos
(Se tiver filhos)

D’US de amor, haverá algo mais precioso do que nossos filhos?
Existirá algum tesouro mais amado, mais puro do que essas almas queridas que trouxemos ao mundo?
Ajuda-me a orientá-los corretamente, Hashém, meu D’US, e faze com que aceitem minha orientação.
Ajuda o/a (nome do(s) filho(s)/da(s) filha(s)) a viverem suas vidas com fé, sabedoria e verdade.|

● Oração pelos Pais
(Se tiver pais)

Que O D’US que abençoou Nôach e sua família, abençoe meu pai (nome) e minha mãe (nome). Que O REI do universo conceda a eles uma vida longa, paz, amplo sustento, ajuda celestial, saúde corporal, riqueza e honra, e uma vida imbuída do amor de TUA Torá dos Sete Mandamentos. Que seja a TUA vontade cumprir os desejos dos seus corações, porque eles são os pilares do nosso lar.|

Ó, RIBONÔ SHEL OLÁM — MESTRE do universo, por TUA infinita misericórdia, conceda-nos força, saúde, plena capacidade, vigor e energia em nossos membros e em nossos órgãos e em nosso corpo para que funcionem adequadamente, e que não soframos nenhuma doença nem dor. E que sejamos felizes, estejamos bem e tenhamos saúde para melhor servir-TE. Salva-nos de todo o mal e prolonga os nossos dias e anos e faz com que eles sejam todos bons e agradáveis. Acrescenta-nos longos dias e anos de vida para o TEU serviço. Guarda-nos sob a sombra de TUAS (simbólicas) asas e salva a nós Noaítas e a toda nossa família, e a TEU povo Israel, de todo decreto severo e mau. E que possamos, tranquilos e calmos, e fortes e revigorados por TI, cumprirmos a missão que TU tens nos determinado e temer-TE. Que esta seja a TUA vontade. (Pela Saúde)|

● Oração de Gratidão para Hashém

D’US AMADO, todo o bem que eu possa fazer neste mundo jamais se igualará ao bem que TU tens feito por mim. Nenhum dos meus atos de bondade jamais poderá se igualar a toda a bondade que TU tens demonstrado por mim. Mesmo toda a gratidão que eu possa sentir jamais será suficiente para expressar meu reconhecimento e minha gratidão a TI, Hashém, meu D’US.|

● Oração Para Um Pedido Especial

D’US, REI do universo, que tem me dado vida, saúde, família, amigos e potencial para desenvolver-me como ser humano — para crescer espiritualmente e aproximar-me de TI, por favor, conceda-me (faça aqui todos os seus pedidos). Bendito és TU, Hashém, por isto e por tudo o que TU tens me dado.|

 

AO PÔR DO SOL DO SÁBADO 19/9, TÉRMINO DO PRIMEIRO DIA DO RÓSH HASHANÁ, E INÍCIO DO SEGUNDO DIA DO RÓSH HASHANÁ (portanto, volte para o começo do Guia).

 

DOMINGO (20/9) APÓS O PÔR DO SOL, RECITE:

Hashém reinará para todo o sempre, sim, teu D’US, ó Tsión, por todas as gerações — (portanto) Louvai Hashém!
TU, Hashém, distingue entre a luz e a escuridão, entre o dia e a noite, entre a semana que termina e a que começa, entre Israel e as nações, que juntos são parceiros em um único propósito sagrado: “Preencher toda a terra com o Conhecimento de Hashém” até que “D’US seja UM sobre toda a terra e O SEU NOME (Hashém) UM (em toda a terra).” Agora bendizei Hashém todos os servos de Hashém que estão na Casa de Hashém (no Bet Hamicdásh — o Templo de Yerushaláim) à noite para louvá-LO. Ergam suas mãos em santidade e bendizei Hashém. E que Hashém, CRIADOR dos céus e da terra, vos abençoe desde Tsión.
Hashém, ouve minha prece e atende as minhas súplicas. Para mostrar TUA retidão, responde-me de acordo com TUA justiça. Deixa-me sentir TUA bondade (cedo) pela manhã, pois em TI coloquei toda a minha confiança.
Mostra-me o caminho que devo trilhar, pois a TI elevei minha alma. Ensina-me a fazer TUA vontade, pois TU és meu D’US; que TEU espírito de bondade me conduza por caminhos planos (para que eu não tropece e peque). Por TEU NOME, ó Hashém, faze-me viver; com TUA justiça resgata minha alma da aflição. (Tehilím/Salmos 146:10; Yeshayáhu/Isaías 11:9; Tehilím/Salmos 47:3, 8-9; Zechariá/Zacarias 14:9; Tehilím/Salmos 134; 143:1, 8, 10-11) (Da Havdalá quanto ao término do Rósh Hashaná.)|

 

AO PÔR DO SOL DO DOMINGO 20/9,
FIM DO RÓSH HASHANÁ



Rósh Hashaná dos Próximos Anos

• 2021:
de 06 de Setembro (ao pôr do sol) a 08 de Setembro (ao pôr do sol)

• 2022:
de 25 de Setembro (ao pôr do sol) a 27 de Setembro (ao pôr do sol)

• 2023:
de 15 de Setembro (ao pôr do sol) a 17 de Setembro (ao pôr do sol)

• 2024:
de 02 de Outubro (ao pôr do sol) a 04 de Outubro (ao pôr do sol)

• 2025:
de 22 de Setembro (ao pôr do sol) a 24 de Setembro (ao pôr do sol)



 

Guia IOM KIPÚR 2020 Para Noaítas Aprovado pelo Rav Shimshon Bisker, de Israel

Por Projeto Noaísmo Info & Rav Shimshon Bisker

Site Bnei Noach (BRA)_Bnei Noach_Filhos de Noé_Leis Universais_Noaismo.info

https://a-fe-original–noaismo.info/site-bnei-noach-copyright/

Bendito é Hashém.


 

O Primeiro Dia da Festividade bíblica (Torânica) universal de Ióm Kipúr de 2020 (10 de Tishrêi de 5781) começa ao pôr do sol do domingo de 27 de Setembro e acaba ao anoitecer da segunda de 28 de Setembro.

Ióm Kipúr significa Dia do Perdão (ou, Expiação).

 

Noaítas não jejuam em Ióm Kipúr

O Rabi Zvi Aviner explica que Ióm Kipúr é um dia de jejum JUDAICO, isso quer dizer, estritamente judaico, ou seja, apenas para judeus. Portanto, noaítas não jejuam em Ióm Kipúr. Por outro lado, o Rabi Yoel Schwartz explica que Ióm Kipúr é um dia de arrependimento, e que é necessário que os noaítas se arrependam (de suas iniquidades).
Ou, como bem o explica o Rabi Aryeh Kaplan:
“Yom Kipur é um dia especial de arrependimento e oração. O julgamento final de todos os humanos é selado no Yom Kipur.”

 

“Ióm Kipúr enfatiza os seguintes ensinamentos [da Torá (da Fé Judaica e por conseguinte da Fé Noaica)]:
1. O pecado é uma fraqueza do homem e está sempre sob seu domínio, caso o homem deseje dominá-lo; não é obra de poderes malignos que tramam a decadência do homem.
2. O homem tem certeza de que seu PAI CELESTIAL o receberá sempre bem e perdoará seus pecados, se ele realmente se arrepender.
3. Não existe nenhum intermediário entre D’US e o homem. Para que o homem seja perdoado basta que ele realmente se arrependa e se proponha a levar uma nova vida.
4. Deve-se pedir perdão ao próximo antes de pedir a D’US.”
— Extraído de ‘À Luz da Menorá: Introdução à Cultura Judaica’, de Jane Bichmacher de Glasman.

 

ATENÇÃO
Nenhuma das atividades descritas aqui são necessárias ou obrigatórias aos noaítas. Os noaítas que desejarem realizá-las (uma, algumas ou todas) devem fazê-lo voluntariamente, conscientes de que Hashém (D’US) não lhes ordenou praticá-las. Além disso, os noaítas não devem impor quaisquer proibições a si mesmos.

As Tefilót (Orações) e Berachót (Bênçãos) deste Guia podem ser recitadas pelos noaítas individualmente ou em grupo.



● Leitura Bíblica

Na segunda (28/9), Festa do Ióm Kipúr, lê-se:
Levítico 16:1-34, e, Isaías 57:14-58:14



 

→ AO ANOITECER DO DOMINGO 27/9

● ACENDIMENTO DE VELA

O Rabi Jacob Immanuel Schochet (Chabad), primeiro rabino supervisor da Organização Ask Noah International, explica:
“Se Bnei Noach quiserem acender vela em honra ao sétimo dia judaico (o dia de se fazer a festa de shabát) ou aos [outros] dias das festividades judaicas, [as quais são anuais,] eles podem fazê-lo logo após o pôr do sol, já que é costume do mundo em geral acender vela para ocasiões festivas.” (© Ask Noah International; © Projeto Noaismo Info)

Enquanto os judeus estarão acendendo suas velas antes do anoitecer da sexta, os Noaítas (Bnei Noach) seguem a orientação do Rabi Jacob I. Schochet — e da Ask Noah — conforme acima e poderão estar acendendo, se quiserem, uma vela (ou mais, 7?) depois do anoitecer da sexta (exatamente sem cerimônias, sem rituais, sem bênçãos, sem cumprir mandamentos judaicos religiosos) — tradicionalmente a vela é acesa pela mulher da casa —, conscientes assim de que há uma distinção estabelecida pelO PRÓPRIO Hashém entre Israel e as outras nações.

● Oração

TU, Hashém, cria o dia e a noite e faz com que as tardes escureçam; TU cria as chamas do fogo; bendito e louvado és TU, Hashém, nosso D’US, REI do universo, que ilumina o mundo e o torna santo por proporcionar à humanidade Mandamentos Universais para guiá-la e elevá-la. Seja TUA vontade, D’US, que a luz de TEUS Mandamentos ilumine todo o mundo e que se reconstrua o Bet Hamicdásh (o Templo de Yerushaláim) rapidamente, em nossos dias, e que o mundo inteiro conheça TUA Palavra, a Torá, para que todos TE sirvam com reverência e que todos os que chegam ao mundo associem-se às suas respectivas partes na TUA Torá.

Nós TE agradecemos, D’US, que temos o privilégio de conhecer-TE e servir-TE através dos Sete Mandamentos Universais da Torá que TU ordenaste para nós.

Abençoa-nos com a iluminação espiritual nesta noite de Festividade, Hashém, nosso D’US. E que TU sejas reconhecido como REI e CRIADOR do ser humano por toda a humanidade rapidamente e em nossos dias.

Que seja TUA vontade, Hashém, D’US de Israel e de toda a humanidade, mostrar TEU favor a todos os TEUS servos e em particular a mim e a minha família; e concede-nos uma vida longa e boa em serviço a TI; recorda-nos com bênção e boa memória; tem-nos presentes para salvação e misericórdia; outorga-nos grandes bênçãos; e que TU completes nosso lar e faças com que TUA DIVINA PRESENÇA repouse dentro de nós.

Concede-nos o privilégio de criar filhos e netos que sejam sábios e compreensivos, que TE amem e TE temam, D’US, que possam crescer para serem pessoas honestas, unidas a TI, Hashém, nosso D’US e REDENTOR, que possam iluminar o mundo com obras boas e justas, e que cada um de seus esforços seja em serviço a TI, nosso D’US, CRIADOR do céu e da terra. Ouve, por favor, nossas súplicas neste tempo e que o TEU semblante (i.e., a TUA PRESENÇA) brilhe sobre nós.|

● Todos podem recitar a seguinte bênção↓

“Bendito és TU, nosso D’US, REI do universo, que nos deu vida e nos manteve e nos possibilitou chegar a esta ocasião.”|

Abençoando os Filhos

(Ao recitar a bênção, normalmente o pai, ou o pai e a mãe, coloca uma mão, a direita, sobre a cabeça de seu(s) filho(s) e diz)

Que Hashém lhe abençoe (materialmente) e lhe proteja (fisicamente). Que Hashém faça SEU semblante resplandecer sobre você (quer dizer, que a luz da Torá dos Sete Mandamentos ilumine a sua vida diária, para o seu crescimento espiritual) e seja gracioso com você. Que Hashém volte SEU semblante para você (com clemência) e lhe conceda a paz. Que o/a (nome do filho/da filha) ande com Hashém entre os justos das nações agora e para sempre.

(A criança responde: Amén.)|

Felizes são os que (no presente momento) vivem na TUA Casa (a sinagoga) e também TE louvam. (Felizes serão os que ainda terão o mérito de viverem na TUA Casa reconstruída, no Bet Hamicdásh — o Templo de Yerushaláim — e TE louvarão para sempre.) Feliz é o povo para o qual isso é assim. Feliz é o povo que Hashém é O seu D’US.
Salmo de louvor por David. Exaltar-TE-ei, meu D’US, O REI, e bendirei sempre TEU NOME. Sim, eu TE louvarei a cada dia, e TEU NOME hei de eternamente abençoar. GRANDE é Hashém e digno de todos os louvores, pois incomensurável é SUA grandeza. Cada geração transmitirá à seguinte o louvor de TUAS obras, e narrará a grandeza de TEUS poderosos feitos. Meus pensamentos se voltarão para o esplendor de TUA MAJESTADE, e sobre as maravilhas de TUAS realizações, eu falarei sempre. Sobre TEU poder temível e sobre a abundância de TUA generosidade eu não deixarei de me pronunciar, e sobre TUA permanente retidão eu cantarei exultante. Gracioso e pleno de bondade é Hashém, tardio em irar-SE, e sempre pronto a ser generoso. ELE é bom para com todos e SUAS misericórdias se estendem sobre todas as SUAS obras. Hão de agradecer-TE todas as TUAS obras, e abençoar-TE todos os que TE são devotados.
Sobre TEU Reinado de glória falarão e sobre TEU poder narrarão, para dar a conhecer a todos os seres humanos TEUS atos poderosos e o glorioso esplendor de TEU Reino. TEU Reinado (é um Reinado sobre todos os mundos e) Se mantém por toda a eternidade e sobre todas as gerações manifesta seu domínio.
Hashém reergue todos os caídos, e dá apoio a todos os abatidos. Os olhos de todos se voltam para TI com esperança, e o alimento de que precisam lhes proporciona no tempo apropriado. Abres TUAS mãos e satisfazes os anseios de todos os seres. Justos são todos os caminhos de Hashém e repletos de magnanimidade todos os SEUS atos. Hashém está sempre próximo de todos que O invocam, de todos que por ELE clamam com sinceridade. ELE atenderá o desejo dos que O temem; seu clamor há de escutar e lhes trará a salvação. Hashém protege todos os que O amam, mas certamente destruirá todos os malévolos.
Minha boca proclamará o louvor de Hashém, e toda criatura bendirá SEU SANTO NOME por todo o sempre! (Tehilím/Salmos 145)|

Para o Diretor do Coro, um salmo por David. Que Hashém te responda em um dia de angústia; que O NOME do D’US de Yaacóv (e de Nôach) te fortaleça. Que desde o SEU Santo Templo (em Yerushaláim, o Bet Hamicdásh) ELE te envie tua ajuda, e desde Tsión te proteja. Que ELE SE lembre de todas as tuas (orações em batalha como se elas fossem) oferendas (no Bet Hamicdásh) e que ELE sempre aceite-as favoravelmente. Que ELE te conceda os desejos do teu coração e realize todos os teus planos.
Cantemos todos nós louvores a D’US por tua vitória (no dia de angústia) e no NOME de nosso D’US ergamos nossos estandartes; que Hashém atenda todos os teus pedidos.
Agora eu sei que (em todas as dificuldades) foi Hashém QUEM salvou o SEU servo; ELE lhe respondeu dos SEUS santos céus com poderosas vitórias de SUA destra.
(Para vencer batalhas) algumas nações confiam nas suas carruagens e algumas nos cavalos, mas nós (confiamos) somente no PRÓPRIO D’US — invocamos O NOME de Hashém, nosso D’US. Elas (tais nações) caem e sucumbem, mas nós nos levantamos e nos mantemos firmemente erguidos (sobre elas).
Salva-nos, ó Hashém; O REI nos atenderá no dia em que clamarmos. (Tehilím/Salmos 20)|

Nosso PAI, nosso REI, todos nós pecamos perante TI.
Nosso PAI, nosso REI, não temos REI, a não ser TU.
Nosso PAI, nosso REI, age (benevolentemente) conosco por TEU NOME.
Nosso PAI, nosso REI, renova para todos nós um bom ano.
Nosso PAI, nosso REI, anula de sobre todos nós todos os decretos severos.
Nosso PAI, nosso REI, anula as intenções daqueles que nos odeiam.
Nosso PAI, nosso REI, frustra os planos de nossos inimigos.
Nosso PAI, nosso REI, faze desaparecer de sobre todos nós todo opressor e adversário.
Nosso PAI, nosso REI, fecha as bocas de nossos oponentes e acusadores.
Nosso PAI, nosso REI, cessa a peste, a espada, a fome, o cativeiro e a destruição, dentre os filhos de TEUS  (dois) pactos (o pacto noaico e o pacto judaico).
Nosso PAI, nosso REI, evita a praga entre (nós) noaítas e entre TEU patrimônio (Israel).
Nosso PAI, nosso REI, perdoa e desculpa todas as nossas iniquidades.
Nosso PAI, nosso REI, apaga e remove nossas transgressões (premeditadas) diante dos TEUS olhos.
Nosso PAI, nosso REI, apaga, por TUAS abundantes misericórdias, todos os registros das nossas dívidas, tudo o que devemos pelas falhas alheias.
Nosso PAI, nosso REI, faze-nos retornar a TI com sincero arrependimento.
Nosso PAI, nosso REI, envia cura completa a todos os enfermos dentre os noaítas e dentre o TEU povo Israel.
Nosso PAI, nosso REI, rasga (o aspecto de) mal do veredito decretado contra todos nós.
Nosso PAI, nosso REI, recorda-nos com favorável lembrança diante de TI.
Nosso PAI, nosso REI, inscreve-nos no livro da boa vida.
Nosso PAI, nosso REI, inscreve-nos no livro dos justos e devotos.
Nosso PAI, nosso REI, inscreve-nos no livro dos retos e íntegros.
Nosso PAI, nosso REI, inscreve-nos no livro da redenção e salvação.
Nosso PAI, nosso REI, inscreve-nos no livro do sustento e de bons meios de subsistência.
Nosso PAI, nosso REI, inscreve-nos no livro dos méritos.
Nosso PAI, nosso REI, inscreve-nos no livro de perdão e desculpa.
Nosso PAI, nosso REI, faze com que a salvação floresça para todos nós logo.
Nosso PAI, nosso REI, eleva a glória de Israel, TEU povo.
Nosso PAI, nosso REI, eleva a glória de TEU ungido (Mashíach).
Nosso PAI, nosso REI, enche nossas mãos com TUAS bênçãos.
Nosso PAI, nosso REI, enche nossos depósitos com fartura.
Nosso PAI, nosso REI, escuta nossa voz, tem piedade e compaixão de todos nós.
Nosso PAI, nosso REI, aceita nossa prece com misericórdia e de bom grado.
Nosso PAI, nosso REI, abre os portões do céu para nossa prece.
Nosso PAI, nosso REI, que seja lembrado que somos pó.
Nosso PAI, nosso REI, TE suplicamos, não nos faças voltar de TI com as mãos vazias.
Nosso PAI, nosso REI, que esta hora seja uma hora de misericórdia e um momento favorável diante de TI.
Nosso PAI, nosso REI, tem compaixão de todos nós e de nossos bebês e crianças.
Nosso PAI, nosso REI, faze por aqueles que foram mortos por TEU Santo NOME.
Nosso PAI, nosso REI, faze por aqueles que foram degolados por (proclamar) TUA Unicidade.
Nosso PAI, nosso REI, faze por aqueles que passaram pelo fogo e pela água pela santificação do TEU NOME.
Nosso PAI, nosso REI, vinga o sangue derramado de TEUS servos.
Nosso PAI, nosso REI, faze por TI, se não (faze) por nós.
Nosso PAI, nosso REI, faze por TI, e salva-nos.
Nosso PAI, nosso REI, faze por TUAS abundantes misericórdias.
Nosso PAI, nosso REI, faze por TEU grande, poderoso e temível NOME que é proclamado sobre todos nós (judeus e noaítas).
Nosso PAI, nosso REI, mostra-nos TUA graça e responde-nos, pois não há em nós atos meritórios; faz conosco caridade e bondade e salva-nos. (Nosso PAI, nosso REI)|

→ Já que noaítas não jejuam em IÓM KIPÚR, noaítas podem fazer Janta Festiva

(Se for comer pão junto com a comida, basta apenas a Bênção do Pão. Se não for comer pão, é necessário as Bênçãos de cada classe de alimentos. E assim também se for tomar vinho ou suco de uva natural junto com a comida, basta apenas a Bênção do Vinho/Suco de uva)

● Bênção após a janta

Para o Diretor do Coro, um cântico com instrumentos de cordas (neguinót); um salmo. (Por David.) Que D’US nos conceda SUA graça e nos abençoe, e que ELE faça resplandecer SEU semblante (i.e. SUA PRESENÇA) sobre nós para sempre, para que na Terra seja conhecido SEU Caminho, e entre todas as nações, SUA salvação. Então todas as nações TE reconhecerão, ó D’US; sim, todas as nações TE reconhecerão. Todas as nações se alegrarão e cantarão louvores, porque TU julgarás os povos com equidade (ou, favoravelmente), e TU governarás as nações da Terra para sempre (isto é, pelo caminho reto TU as guiarás para sempre). E, portanto, todos os povos TE reconhecerão, ó D’US; sim, todos os povos TE reconhecerão. Então a terra produzirá em abundância seus frutos; e D’US, nosso próprio D’US, nos abençoará. Sim, D’US nos abençoará e todos, desde os mais remotos cantos da Terra, O reverenciarão e temerão.
Louvai Hashém, ó vós, todas as nações! Enalteçam-NO todos os povos! Porque imensa é SUA constante bondade para conosco, e para sempre durará a fidelidade de Hashém. Louvai Hashém! (Tehilím/Salmos 67; 117)

Bendito és TU, Hashém, nosso D’US, REI do universo, que nos alimenta e ao mundo inteiro com a SUA bondade, com graça, benevolência e com misericórdia; ELE dá alimento a todo ser, pois a SUA benevolência dura para sempre. Pela SUA grande bondade, que está sempre conosco, nunca nos falta e que não nos falte alimento para todo o sempre, por SEU GRANDE NOME. Pois ELE é um D’US bondoso que nutre e sustenta a todos e faz bem a todos e providencia alimento para todas as SUAS criaturas as quais criou. Como está dito: “TU abres a mão e satisfazes toda coisa viva com favor.” Bendito és TU, Hashém, que provê alimento a todos.

 

(Se não comer pão ou algo feito de farinha durante a refeição, recite)

Bendito és TU, Hashém, nosso D’US, REI do universo, que por SUA generosidade nós comemos e graças a SUA bondade nós vivemos.

 

(Depois de fazer uma das duas bênçãos acima, continue recitando)

Que O MISERICORDIOSO reine sobre nós para todo o sempre. Que O MISERICORDIOSO seja bendito no céu e na terra. Que O MISERICORDIOSO envie uma bênção abundante a esta casa e sobre esta mesa na qual comemos. Que O MISERICORDIOSO abençoe o Rebe, nosso mestre. Que O MISERICORDIOSO abençoe meu pai, e minha mãe, a eles, seu lar, seus filhos e tudo que é seu; a nós e a tudo o que é nosso. Que O MISERICORDIOSO renove para nós este ano para o bem e para a bênção. Que O MISERICORDIOSO nos conceda o privilégio de alcançar os dias de Mashíach e a vida do Mundo Vindouro.

Nosso D’US, que ascenda, venha e alcance, seja vista, aceita, e ouvida, trazida à memória e lembrada diante de TI a lembrança e recordação de nós Noaítas, a lembrança de Mashíach — o filho (descendente) de David, TEU servo —, a lembrança de Yerushaláim — TUA cidade sagrada —, e a lembrança de todo TEU povo, a Casa de Israel, para salvação, bem-estar, graça, bondade, misericórdia, boa vida e paz, neste Dia de expiações, neste dia de perdoar o pecado. Lembra-TE de todos nós, Hashém nosso D’US, neste dia para o bem; e tem-nos presente neste dia para bênção; e ajuda-nos neste dia para a boa vida. E com a promessa de salvação e compaixão, compadece-TE e SÊ benigno conosco; tem piedade de todos nós e salva-nos; pois nossos olhos estão dirigidos a TI, pois TU, D’US, és um REI gracioso e misericordioso.

Nosso D’US, que nossas preces cheguem diante de TI, e não sejas desatento às nossas súplicas, pois não somos tão atrevidos e obstinados para declarar perante TI, Hashém nosso D’US, que somos retos e não pecamos. Realmente, nós pecamos. TU conheces os mistérios do universo e TU conheces os segredos ocultos de todo ser vivo. TU exploras todos os nossos pensamentos mais íntimos e sondas nossa mente e coração; nada se oculta de TI, nada se esconde de TUA vista. Portanto, seja a TUA vontade, Hashém nosso D’US, ter misericórdia de nós, e perdoa-nos todos os nossos pecados, concede-nos expiação por todas as nossas iniquidades, e perdoa-nos e desculpa-nos por todas as nossas transgressões.

Observa favoravelmente, Hashém, nosso D’US, TEU povo Israel e atende sua prece (pela reconstrução do Templo); restabelece o Serviço ao Santuário da TUA Casa Sagrada (ao Bet Hamicdásh — o Templo de Yerushaláim) e aceita com amor e favor as oferendas (i.e., sacrifícios que são queimados sobre o fogo) de Israel e suas preces; e que o Serviço de TEU povo Israel seja sempre bem aceito.

Que nossos olhos possam ver TEU retorno a Tsión com misericórdia. Bendito és TU, Hashém, que restaura SUA PRESENÇA DIVINA a Tsión (ao Bet Hamicdásh — o Templo de Yerushaláim).

Nosso D’US, reina sobre o mundo inteiro em TUA glória, SÊ exaltado sobre toda a terra em TEU esplendor, e revela-TE na majestade de TEU glorioso poder sobre todos os habitantes de TEU mundo terrestre. Que tudo o que foi feito saiba que TU o fizeste; tudo o que foi criado compreenda que TU o criaste; e declare todo aquele que possua alento (de vida) em suas narinas que Hashém, D’US de Israel, é REI, e SEU Reinado tem domínio sobre tudo. Concede-nos nossa porção (de vida) em TUA Torá dos Sete Mandamentos; sacia-nos com TUA bondade, alegra nossa alma com TUA salvação e purifica nosso coração para servir-TE com sinceridade, pois TU és O VERDADEIRO D’US, e TUA palavra, nosso REI, é verdadeira e perdura para sempre.

E inscreva todos os filhos de TEUS (dois) pactos (o pacto noaico e o pacto judaico) para uma boa vida. (Yaalé Veiavó (maior))|

● Salmos noturnos

Vinde e cantemos para Hashém; aclamemos A ROCHA da nossa salvação. Apresentemo-nos perante ELE com agradecimentos e louvêmo-LO com salmos. Pois um GRANDE D’US é Hashém, um GRANDE REI acima de todos os poderes deificados.
(Salmo por Moshé.) Quem quer que encontre refúgio no abrigo do ALTÍSSIMO (i.e., que medite sobre o serviço de D’US e estude SUA Torá) estará sempre sob SUA proteção. Sobre Hashém eu declarei (e todos aprenderão de mim): “ELE é meu refúgio e minha fortaleza, meu D’US, em QUEM deposito toda a minha confiança.” Porque ELE te livrará do laço do caçador traiçoeiro e da peste que assola tenebrosamente. ELE te cobrirá com SUAS asas e sob elas encontrarás abrigo seguro; SUA Verdade (a Torá) é um escudo abrangedor. (Por isso) não temas o terror que campeia durante a noite, nem a flecha que busca seu alvo durante o dia, nem a peste que se propaga nas trevas, nem tampouco o destruidor que ataca ao meio-dia.
Ainda que tombem mil ao teu lado (esquerdo) e dez mil à tua direita, tu não serás atingido (por essas pragas). Somente com teus olhos contemplarás e verás a retribuição proporcionada aos ímpios. Porque tu disseste: “Hashém é meu refúgio”, e fizeste com que O ALTÍSSIMO seja seu abrigo, nem um desastre se abaterá sobre ti e calamidade alguma se aproximará de tua tenda. Pois ELE encarrega SEUS anjos cuidarem de ti e de te protegerem por todos os caminhos. Tomar-te-ão nas suas mãos para que não tropece teu pé em alguma pedra. Poderás pisar sobre o leão e a víbora, sobre o filhote do leão e a serpente, sem perigo (i.e., nem animais selvagens nem cobras te prejudicarão).
“Porque ele se uniu a MIM, EU o protegerei; EU o manterei a salvo, porque ele ME ama. Quando ele ME chamar, EU lhe responderei; EU estarei com ele quando ele enfrentar atribulações; EU o resgatarei e farei com que seja honrado. EU o contemplarei com uma longa vida e o farei ver MEU poder salvador” (disse Hashém aos anjos celestes).(Tehilím/Salmos 91)

Cântico para as ascensões (espirituais do ser humano que devem ser de nível a nível). (Por David.) Eu ergo meus olhos para o alto de onde virá meu auxílio. Meu socorro vem de Hashém, O CRIADOR dos céus e da terra. ELE não permitirá que resvale teu pé, pois jamais SE omite AQUELE que te guarda. O GUARDIÃO de Israel jamais descuida, jamais dorme. Hashém é TUA proteção. Como uma sombra, te acompanha a SUA destra. De dia não te molestará o (calor do) sol e nem (te molestará a friagem d)a lua à noite. Hashém te guardará de todo mal; ELE preservará tua alma. Tu estarás sob a proteção de Hashém ao saíres e ao voltares, desde agora e para todo o sempre.(Tehilím/Salmos 121)

Cântico para as ascensões (espirituais do ser humano que devem ser de nível a nível). (Por David.) Bendizei Hashém, todos vós, servos de Hashém, que estais na Casa de Hashém (no Bet Hamicdásh — o Templo de Yerushaláim) à noite para louvá-LO. Ergam suas mãos em santidade e bendizei Hashém. E que de Tsión vos abençoe Hashém, que criou os céus e a terra. (Tehilím/Salmos 134) Que, durante o dia, Hashém derrame SUA benevolência, para, à noite, eu LHE cantar louvores, pois ELE é O D’US de minha própria vida. A salvação dos justos vem de Hashém; ELE é sua fortaleza nos tempos de aflição. Hashém os ajuda e os livra dos maus e os salva, pois NELE se refugiaram.|

Nós nos curvamos, nos ajoelhamos e oferecemos louvores diante do SUPREMO REI dos reis, O SANTO, bendito é ELE, que expande os céus e estabelece a terra. O trono de SUA Glória está nos Céus acima, e a DIVINA PRESENÇA de SUA Força está nas alturas sublimes. ELE é nosso D’US; não há nenhum outro. Em verdade, ELE é nosso REI, nada há além DELE, como está escrito em SUA Torá: “Deverás saber hoje e levarás ao teu coração que Hashém é D’US nos céus acima e sobre a terra abaixo, não há nenhum outro.” (Devarím/Deuteronômio 4:39) E portanto nós esperamos em TI, Hashém, nosso D’US, para ver em breve o esplendor do TEU poder banir a idolatria da terra — e os deuses falsos serão totalmente destruídos; para aperfeiçoar o mundo sob a Soberania do TODOPODEROSO. Toda a humanidade invocará o TEU NOME, e retornarão a TI todos os ímpios da terra. Então todos os habitantes do mundo reconhecerão e saberão que diante de TI deve ajoelhar-se todo joelho, e toda língua deve jurar por TEU NOME. Perante TI, Hashém, nosso D’US, eles curvar-se-ão e prostrar-se-ão e darão honra a TEU NOME GLORIOSO, e todos assumirão sobre si o jugo do TEU Reino, e TU reinarás sobre eles em breve para todo o sempre, pois a realeza é TUA e por toda a eternidade TU reinarás gloriosamente, conforme está escrito na TUA Torá: “Hashém reinará para sempre.” (Shemót/Êxodo 15:18) E está dito: “Hashém será REI sobre o mundo inteiro; nesse dia Hashém será UM e o SEU NOME UM.” (Zechariá/Zacarias 14:9) (Alênu)|

Concede a paz, bondade e bênção, vida, graça, benevolência e misericórdia, sobre nós Noaítas e sobre todo o TEU povo Israel. Abençoa-nos, nosso PAI, a todos nós como um (i.e., a todos nós conjuntamente) com a luz do TEU semblante (i.e., com a luz da TUA PRESENÇA), porque com a luz do TEU semblante nos deste, Hashém, nosso D’US, a Torá dos Sete Mandamentos, vida, amor, bondade, retidão, misericórdia, bênção e paz. E que seja favorável aos TEUS olhos abençoar-nos e abençoar todo o TEU povo Israel com paz, e todo ser TE dará graças. E verdadeiramente louvarão e abençoarão para sempre O TEU GRANDE NOME porque TU és bom, ó D’US. Nossa salvação e nossa ajuda perpétua é O D’US que é bom. Bendito és TU, Hashém, porque TEU NOME é bom, e a TI é adequado dar graças. “E orientará as causas entre as nações e ensinará aos povos que eles deverão transformar suas espadas em arados e suas lanças em foices, para que povo algum erga contra outro sua espada, e eles não farão a guerra nunca mais.” (Ieshayáhu/Isaías 2:4) E no Livro da Vida, bênção, paz e prosperidade, salvação, consolo e decretos favoráveis, sejamos recordados e inscritos nós Noaítas  e todo TEU povo, a Casa de Israel, perante TI, para uma vida feliz e para a paz. Bendito és TU, Hashém, QUEM faz a paz. (Da Paz)|

● Oração de Arrependimento

Para o Diretor do Coro, um salmo por David, composto quando Natán, o profeta, veio para adverti-lo após sua união com Bat-Shéva. Concede-me TUA graça, ó D’US, conforme TUA benevolência, e por TUA imensa misericórdia apaga minhas transgressões. Limpa-me completamente da minha iniquidade e purifica-me do meu pecado. Pois eu reconheço minhas transgressões e ante mim está sempre meu pecado. Contra TI eu pequei e ante TEUS olhos pratiquei o mal; portanto, fundamentadas são TUAS palavras e justificada TUA sentença. Em iniquidade nasci e em pecado me concebeu minha mãe. TU buscas a verdade que se esconde no íntimo; traz-me sabedoria ao âmago de meu coração. Asperge-me com hissopo até que eu me purifique; limpa-me até que eu me torne mais branco que a neve. Faz-me novamente ouvir sons de alegria e regozijo para que possa exultar meu corpo alquebrado. Volta TUA face dos meus pecados (que estão de pé para acusar-me) e apaga todas as minhas iniquidades. Ó D’US, cria em mim um coração puro e renova a integridade no interior de meu espírito. Não me afastes da TUA PRESENÇA, nem retires de mim TEU espírito de Santidade. Rejubila-me novamente com TUA redenção e sustenta-me com TUA generosidade.
Aos ímpios ensinarei TEUS caminhos e como pecadores podem retornar a TI. Livra-me do pecado de sangue derramado (do Uriá), ó D’US, D’US da minha salvação; então minha língua cantará exaltando TUA justiça. Hashém, abre meus lábios e minha boca dirá o TEU louvor. Pois TU não desejas que eu traga sacrifícios, nem queres oferendas (para uma transgressão intencional). A oferenda desejável para D’US é o coração contrito; um coração angustiado e pleno de arrependimento, ó D’US, TU jamais desprezarás. Em TUA boa vontade, faze o bem a Tsión e edifique as muralhas de Yerushaláim (i.e., reconstrua TEU Templo). Então comprazer-TE-ás com sacrifícios sinceros, e oferendas trazidas a TEU Altar (no Bet Hamicdásh reconstruído). (Tehilím/Salmos 51)|

● Antes de dormir

→ Uma história, por Rabi Chaim Yosef David Azulai, o Chidá:
“Perguntei para um não-judeu no que ele acredita e ele me respondeu que acredita em Hashém, O D’US de Israel. Então eu lhe disse: você deve dizer todas as manhãs e todas as noites “Shemá Yisrael Hashém Elohênu Hashém Echád – Ouça Israel: Hashém é O Nosso D’US, Hashém é Um” e você deve cumprir os Sete Mandamentos de Nôach da Torá e você deve independentemente das circunstâncias ou condições ter cuidado com shitúf (combinar qualquer outra coisa com a adoração de Hashém), antes, você deve dedicar-se à unidade absoluta de Hashém, O D’US de Israel. E o não-judeu aceitou e disse que rezaria apenas para Hashém, O D’US de Israel.” (© Projeto Noaismo Info)

● Oração

SHEMÁ YISRAEL, HASHÉM ELOHÊNU, HASHÉM ECHÁD.
OUVE ISRAEL, HASHÉM É NOSSO D’US, HASHÉM É UM SÓ.

(Em voz baixa) Bendito seja O NOME GLORIOSO de D’US no SEU Reino para todo o sempre.

Amarás Hashém, teu D’US, com todo o teu coração e com toda a tua alma e com todas as tuas posses. E estas palavras que EU te ordeno hoje devem estar sobre o teu coração, e as inculcarás em teus filhos, e delas falarás quando estiver sentado em tua casa e quando andar pelo caminho, ao deitar-te e ao levantar-te.

(Continuação do Shemá Noaítico.
Opcional prossegui-lo.)
A Torá de Hashém é completa, dando respostas para a alma sedenta; somente o testemunho de Hashém é eternamente confiável, dando conhecimento aos mais simples. Os preceitos de Hashém são justos, dando alegria ao coração; os mandamentos de Hashém são claros, iluminando os olhos. O temor de Hashém é puro e, portanto, dura para a eternidade; os julgamentos de Hashém são verdadeiros, inteiramente justos. São mais desejáveis do que o ouro e outros ornamentos, mais doces que o mel que se forma nos favos. TEU servo se esmera em cumpri-los e sei que guardá-los é o grande caminho da vida! Mas quem consegue discernir seus próprios erros? (Por isso) purifica-me das faltas involuntárias que não percebo. Preserva-me também dos pecados conscientes (intencionais), para que eles não me dominem; eu serei então plenamente íntegro e estarei inocente de grandes transgressões. Possam as palavras de minha boca e a prece de meu coração serem aceitas por TI, ó Hashém, minha ROCHA (FORTALEZA) e meu REDENTOR. (Tehilím/Salmos 19:8-15)

Bendito sejas TU, ó Hashém, que me ensinas TEUS Preceitos. Concede-me discernimento e sabedoria, pois eu creio plenamente em TEUS Mandamentos. Antes de estudar TUA Torá, eu andava em erro, mas agora TUA Palavra tenho guardado. TUA Palavra (A Torá) é uma lâmpada para os meus pés e uma luz para o meu caminho. TU rejeitas os que de TEUS Ensinamentos se afastam, porque eles vivem em mentira e falsidade.
TU és meu D’US e eu TE exaltarei; meu D’US és TU e eu sempre TE louvarei. (Tehilím/Salmos 119:12, 66-67, 105, 118; 118:28)|

Hashém reinará para sempre. (Shemót/Êxodo 15:18)|

● Aceitação Verbal da Unidade e Majestade de D’US

Nosso PAI, MISERICORDIOSO PAI que é compassivo, tem piedade de nós, e concede ao nosso coração entendimento para compreender e discernir, para perceber, para aprender e ensinar, para observar, para praticar e cumprir TUA vontade com amor. Ilumine nossos olhos em TUA sabedoria (a Torá), faça com que nossos corações se apeguem aos TEUS Sete Mandamentos, e una nossos corações para amar e temer TEU NOME, e que jamais nos envergonhemos, desonremos ou tropecemos. Por confiarmos no TEU SANTO, GRANDE e ASSOMBROSO NOME, podemos nos regozijar e exultar na TUA salvação. Hashém, nosso D’US, que TUA misericórdia e TUA abundante bondade nunca, nunca, nos abandonem.
D‘US TODOPODEROSO, aceitamos o que está escrito em TUA Palavra, a Torá: “E saberás hoje e considerarás no teu coração que Hashém — ELE é O D’US em cima nos céus e embaixo na terra; não há nenhum outro.” Aceitamos os preceitos de: “Amarás Hashém, teu D’US, com todo o teu coração e com toda a tua alma e com todas as tuas posses”; e “temerás Teu D’US, servirás ELE e jurarás (somente) pelo SEU NOME”; e “teme D’US e observa os SEUS mandamentos, porque para isto foi criada a humanidade.” (Devarím/Deuteronômio 4:39; 6:5; 6:13; Kohélet/Eclesiastes 12:13) (Oração composta pelo Rabi Dr. Jacob Immanuel Schochet (Chabad), primeiro rabino supervisor da asknoah.org)|

Que todos os povos da terra saibam que Hashém é D’US; não há outro. (1 Reis 8:60)|

● Última Bênção antes de dormir

TU, Hashém, com SUA palavra faz com que as tardes escureçam, abre as portas do céu com sabedoria, e varia os temposaltera os períodos do dia com discernimento. (Hashém) ordena as estrelas em suas posições no céu conforme SUA vontade. ELE cria o dia e a noite; envolve a luz perante a escuridão e a escuridão perante a luz, faz com que transcorra o dia e traz a noite, e separa o dia da noite; Hashém MESTRE das legiões é SEU NOME. TU, Hashém, faz com que as tardes escureçam.
Dou graças a TI, Hashém, por todo o bem que TU tens feito a nós, e especialmente por — (mencionar as coisas específicas) — que TU fizeste a mim hoje.
MESTRE do universo! Eu perdoo quem quer que tenha me enfurecido ou magoado, ou que me prejudicou, e peço a TI, Hashém, que TU abras os corações daqueles a quem eu possa ter prejudicado para que também me perdoem. E, ao mesmo tempo, peço, Hashém, TEU perdão se tenho pecado ou cometido qualquer transgressão contra TI.
Dá-me a minha porção na TUA Torá dos Sete Mandamentos; ajuda-me a ser observante deles e não me permitas cometer transgressões.
Escute, Israel! Hashém é O nosso D’US, Hashém é UM SÓ.
Quando te deitares, não sentirás temor; te deitarás e teu sono será doce.
Que durma bem; que desperte com misericórdia.
TU, Hashém, faz cair os laços de sono sobre meus olhos e sonolência sobre minhas pálpebras e dá luz à pupila do olho. Seja a TUA vontade, Hashém, meu D’US, fazer-me deitar em paz e levantar-me para uma boa vida e paz. Não permitas que meus pensamentos me perturbem, nem sonhos ruins nem as fantasias pecaminosas, e que minha progênie seja perfeita perante TI. Ilumina meus olhos, para que eu não durma o sono da morte. Bendito és TU, Hashém, que em SUA glória ilumina todo o mundo.|

A partir daqui

→ AO AMANHECER DA SEGUNDA 28/9

● Imediatamente após acordar, antes de levantar-se, recite:

Dou graças a TI, REI VIVO e ETERNO, pois TU misericordiosamente devolveste minha alma dentro de mim.
Grande é a SUA fé em mim.|

● Depois de levantar-se e após usar o banheiro (i.e., após fazer suas necessidades fisiológicas), recite:

Bendito és TU, Hashém, nosso D’US, REI do universo, que formou o homem com sabedoria e nele criou muitos orifícios e cavidades. Revelado e sabido é perante o Trono da TUA Glória, que se apenas um deles fosse bloqueado ou um deles fosse aberto, seria impossível existir mesmo por um curto momento. Bendito és TU, Hashém, que cura todo ser vivo e faz maravilhas.

(Recite todas as vezes em que fizer as necessidades fisiológicas)|

AMO do universo, que já reinava antes da criação de qualquer criatura; quando, por SUA vontade, todas as coisas foram feitas, somente então SEU NOME foi proclamado REI. E depois que todas as coisas forem elevadas, sozinho O REVERENCIADO reinará. ELE foi, ELE é, e ELE será em glória. ELE é UM e ÚNICO, e não há outro que a ELE se compare, que se associe com ELE. Sem princípio e sem fim; poder e domínio pertencem a ELE. ELE é meu D’US e meu sempre VIVO REDENTOR, uma fortaleza em tempos de aflição. ELE é meu estandarte e meu refúgio, minha porção no dia que eu O chamo. Em SUA mão eu confio o meu espírito, quando eu durmo e quando eu acordo. E com minha alma, meu corpo também, Hashém está comigo, eu não temerei. (Adón Olám)|

TU és O MESMO antes do mundo ser criado e TU és O MESMO desde que o mundo foi criado.|

Bendito é AQUELE que falou e o mundo surgiu; bendito é ELE; bendito é AQUELE que diz e faz; bendito é AQUELE que decreta e cumpre; bendito é AQUELE que cria (a cada dia) o universo; bendito é AQUELE que SE compadece da terra; bendito é AQUELE que SE compadece das criaturas; bendito é AQUELE que recompensa com abundância àqueles que O temem; bendito é AQUELE que vive para sempre e existe eternamente; bendito é AQUELE que redime e salva. Bendito seja O SEU NOME. Bendito és TU, Hashém, nosso D’US, REI do universo, D’US BENEVOLENTE, PAI MISERICORDIOSO, que é louvado pela boca de SEU povo Israel, exaltado e glorificado pela língua de SEUS devotos e SEUS servos e pelos Salmos de David, TEU servo. Nós TE enalteceremos, Hashém, nosso D’US, com louvores e cânticos; TE exaltaremos, louvaremos e glorificaremos, TE proclamaremos REI, e mencionaremos TEU NOME, nosso REI, nosso D’US. TU és O ÚNICO — A VIDA de todos os mundos, ó REI; louvado e glorificado é SEU GRANDE NOME para todo sempre. Bendito és TU, Hashém, REI enaltecido com louvores. (Barúch Sheamár)|

Hashém é REI, Hashém foi REI, Hashém será REI para todo o sempre. Hashém reina por toda a eternidade, enquanto exterminados foram os povos que se rebelaram contra ELE. Que toda a Terra se encha com a SUA Glória. E que bendigam TEU GLORIOSO NOME, pois TU é exaltado acima de toda a bênção e todo o louvor. És TU Que és Hashém – apenas TU! TU fizeste os Céus, o Céu dos Céus e todas as suas constelações, a Terra e tudo o que há nela, os mares e tudo o que neles há, e TU sustentas vida em todos eles e as legiões dos Céus a TI se prostram. O D’US do universo é o nosso REI. Realmente, TU és o primeiro e TU és o último e além de TI não temos nenhum REI, REDENTOR e LIBERTADOR. Hashém será REI sobre toda a Terra; nesse dia Hashém será UM e O SEU NOME UM.
TU, Hashém, forma a luz e cria a escuridão, estabelece a paz e cria todas as coisas.
|

→ Café da Manhã (da Tarde ou da Noite)

(Se for comer pão, a bênção do pão já é o suficiente para todo o café da manhã, incluindo café e leite e sucos e chás; bolachas e bolo e cereais; frutas etc., exceto suco de uva natural. Se não for comer pão, é necessário a bênção de cada classe de alimentos)

Bendito és TU, Hashém, nosso D’US, REI do universo, que faz sair o pão da terra.|

● Bênção após o Café da Manhã (da Tarde ou da Noite)
(E também após qualquer tipo de lanche no decorrer do dia)

Bendito és TU, Hashém, nosso D’US, REI do universo, que por SUA generosidade nós comemos e graças à SUA bondade nós vivemos.|

● Ao estar-se pronto para iniciar seu dia, recite:

Meu D’US, a alma que TU me deste dentro de mim é pura. TU a criaste, TU a formaste, TU a sopraste em mim, e TU a preservas dentro de mim. E TU a tomarás de mim, finalmente, mas a devolverás dentro de mim no Tempo Vindouro, na ressurreição dos mortos. Enquanto a alma estiver em mim, sou grato a TI, ó Hashém meu D’US, MESTRE de todas as obras, SENHOR de todas as almas. Bendito és TU, Hashém, que devolve as almas aos corpos mortos.

TU, Hashém, remove o sono dos meus olhos e a sonolência das minhas pálpebras.

E que seja TUA vontade, Hashém, nosso D’US, nos acostumarmos a TUA Palavra, A Torá, e fazer-nos apegar aos TEUS mandamentos universais. Não nos deixes cair em pecado, nem em transgressão ou iniquidade, nem em tentação, nem em vexame; que a má inclinação não tenha domínio sobre nós. Faze com que nos apeguemos à boa inclinação e às boas ações; e subjuga nossa inclinação a ser subserviente a TI.
Concede-nos hoje e em todos os dias graça, benevolência e misericórdia em TEUS olhos e nos olhos de todos que nos contemplam.

Que seja TUA vontade, Hashém meu D’US, proteger-me hoje e todos os dias de homens insolentes e do despudor; de um homem perverso, de uma má companhia, de um mau vizinho e de uma má ocorrência; de um olho mau (inveja), de uma língua maliciosa, de difamação, de falso testemunho, de ódio dos homens, de acusações caluniosas, de morte não natural, de severas doenças e de infortúnio; do adversário destrutivo (Satán), de um julgamento severo, de um oponente insensível, e da retribuição do Guehinóm (punição na vida após a vida).|

● Os Salmos matutinos

Vinde e cantemos para Hashém; aclamemos A ROCHA da nossa salvação. Apresentemo-nos perante ELE com agradecimentos e louvêmo-LO com salmos. Pois um GRANDE D’US é Hashém, um GRANDE REI acima de todos os poderes deificados.
Um salmo por David. Hashém, quem pode habitar em TEU Tabernáculo (no Bet Hamicdásh — o Templo de Yerushaláim)? Quem pode ascender a TEU Sagrado Monte (Tsión)? Aquele cujo caminho é de retidão, que pratica o que é direito, cujo coração se rende à verdade (i.e., que não é hipócrita — literalmente: um na boca e um no coração). Aquele que não tem nenhuma calúnia em sua língua, que jamais praticou o mal contra seu amigo nem causou vergonha (por suas ações) a seus parentes. O malévolo lhe é repulsivo, mas ele honra os que temem Hashém; aquele que não anula um juramento mesmo quando lhe é danoso. Aquele que nunca empresta seu dinheiro a juros, nem aceita suborno contra o inocente. Aquele que desta forma se comporta, mesmo que sucumbe, isso não será para sempre, pois se erguerá e continuará firme sobre seus pés. (Tehilím/Salmos 15)

Para o Diretor do Coro, um cântico com instrumentos de cordas (neguinót); um salmo. (Por David.) Que D’US nos conceda SUA graça e nos abençoe, e que ELE faça resplandecer SEU semblante (i.e. SUA PRESENÇA) sobre nós para sempre, para que na Terra seja conhecido SEU Caminho, e entre todas as nações, SUA salvação. Então todas as nações TE reconhecerão, ó D’US; sim, todas as nações TE reconhecerão. Todas as nações se alegrarão e cantarão louvores, porque TU julgarás os povos com equidade (ou, favoravelmente), e TU governarás as nações da Terra para sempre (isto é, pelo caminho reto TU as guiarás para sempre). E, portanto, todos os povos TE reconhecerão, ó D’US; sim, todos os povos TE reconhecerão. Então a terra produzirá em abundância seus frutos; e D’US, nosso próprio D’US, nos abençoará. Sim, D’US nos abençoará e todos, desde os mais remotos cantos da Terra, O reverenciarão e
temerão. (Tehilím/Salmos 67)

Um salmo de agradecimento. (Por Moshé.) Habitantes de toda a terra, aclamai Hashém com regozijo.
Sirvam Hashém com alegria e apresentai-vos com cânticos alegres diante DELE.
Proclamai que Hashém é D’US; ELE nos fez e nós (judeus) somos SEU povo e o rebanho que ELE pastoreia — somente a ELE pertencemos.
Com agradecimento atravessai SEUS portões (do Bet Hamicdásh — o Templo de Yerushaláim) e erguei louvores em SEUS pátios; rendei-LHE graças e bendizei SEU NOME. Porque pleno de bondade é Hashém; SUA misericórdia é eterna e SUA fidelidade e dedicação se estendem por todas as gerações. (Tehilím/Salmos 100)|

→ Uma história, por Rabi Chaim Yosef David Azulai, o Chidá:
“Perguntei para um não-judeu no que ele acredita e ele me respondeu que acredita em Hashém, O D’US de Israel. Então eu lhe disse: você deve dizer todas as manhãs e todas as noites “Shemá Yisrael Hashém Elohênu Hashém Echád — Ouça Israel: Hashém é O Nosso D’US, Hashém é Um” e você deve cumprir os Sete Mandamentos de Nôach da Torá e você deve independentemente das circunstâncias ou condições ter cuidado com shitúf (combinar qualquer outra coisa com a adoração de Hashém), antes, você deve dedicar-se à unidade absoluta de Hashém, O D’US de Israel. E o não-judeu aceitou e disse que rezaria apenas para Hashém, O D’US de Israel.” (© Projeto Noaismo Info)

● Oração

SHEMÁ YISRAEL, HASHÉM ELOHÊNU, HASHÉM ECHÁD.
OUVE ISRAEL, HASHÉM É NOSSO D’US, HASHÉM É UM SÓ.

(Em voz baixa) Bendito seja O NOME GLORIOSO de D’US no SEU Reino para todo o sempre.

Amarás Hashém, teu D’US, com todo o teu coração e com toda a tua alma e com todas as tuas posses. E estas palavras que EU te ordeno hoje devem estar sobre o teu coração, e as inculcarás em teus filhos, e delas falarás quando estiver sentado em tua casa e quando andar pelo caminho, ao deitar-te e ao levantar-te.

(Continuação do Shemá Noaítico.
Opcional prossegui-lo.)
A Torá de Hashém é completa, dando respostas para a alma sedenta; somente o testemunho de Hashém é eternamente confiável, dando conhecimento aos mais simples. Os preceitos de Hashém são justos, dando alegria ao coração; os mandamentos de Hashém são claros, iluminando os olhos. O temor de Hashém é puro e, portanto, dura para a eternidade; os julgamentos de Hashém são verdadeiros, inteiramente justos. São mais desejáveis do que o ouro e outros ornamentos, mais doces que o mel que se forma nos favos. TEU servo se esmera em cumpri-los e sei que guardá-los é o grande caminho da vida! Mas quem consegue discernir seus próprios erros? (Por isso) purifica-me das faltas involuntárias que não percebo. Preserva-me também dos pecados conscientes (intencionais), para que eles não me dominem; eu serei então plenamente íntegro e estarei inocente de grandes transgressões. Possam as palavras de minha boca e a prece de meu coração serem aceitas por TI, ó Hashém, minha ROCHA (FORTALEZA) e meu REDENTOR. (Tehilím/Salmos 19:8-15)

Bendito sejas TU, ó Hashém, que me ensinas TEUS Preceitos. Concede-me discernimento e sabedoria, pois eu creio plenamente em TEUS Mandamentos. Antes de estudar TUA Torá, eu andava em erro, mas agora TUA Palavra tenho guardado. TUA Palavra (A Torá) é uma lâmpada para os meus pés e uma luz para o meu caminho. TU rejeitas os que de TEUS Ensinamentos se afastam, porque eles vivem em mentira e falsidade.
TU és meu D’US e eu TE exaltarei; meu D’US és TU e eu sempre TE louvarei. (Tehilím/Salmos 119:12, 66-67, 105, 118; 118:28)|

Hashém reinará para sempre. (Shemót/Êxodo 15:18)|

● Aceitação Verbal da Unidade e Majestade de D’US

Nosso PAI, MISERICORDIOSO PAI que é compassivo, tem piedade de nós, e concede ao nosso coração entendimento para compreender e discernir, para perceber, para aprender e ensinar, para observar, para praticar e cumprir TUA vontade com amor. Ilumine nossos olhos em TUA sabedoria (a Torá), faça com que nossos corações se apeguem aos TEUS Sete Mandamentos, e una nossos corações para amar e temer TEU NOME, e que jamais nos envergonhemos, desonremos ou tropecemos. Por confiarmos no TEU SANTO, GRANDE e ASSOMBROSO NOME, podemos nos regozijar e exultar na TUA salvação. Hashém, nosso D’US, que TUA misericórdia e TUA abundante bondade nunca, nunca, nos abandonem.
D’US TODOPODEROSO, aceitamos o que está escrito em TUA Palavra, a Torá: “E saberás hoje e considerarás no teu coração que Hashém — ELE é O D’US em cima nos céus e embaixo na terra; não há nenhum outro.” Aceitamos os preceitos de: “Amarás Hashém, teu D’US, com todo o teu coração e com toda a tua alma e com todas as tuas posses”; e “temerás Teu D’US, servirás ELE e jurarás (somente) pelo SEU NOME”; e “teme D’US e observa os SEUS mandamentos, porque para isto foi criada a humanidade.” (Devarím/Deuteronômio 4:39; 6:5; 6:13; Kohélet/Eclesiastes 12:13) (Oração composta pelo Rabi Dr. Jacob Immanuel Schochet (Chabad), primeiro rabino supervisor da asknoah.org)|

Que todos os povos da terra saibam que Hashém é D’US; não há outro. (1 Reis 8:60)|

● Cântico do Dia (Segunda)

Um cântico. Um salmo composto pelos coraítas (os filhos de Côrach). Grande é Hashém e digno de ser excessivamente louvado em (Yerushaláim, a) cidade do nosso D’US, e em SEU santo monte (o monte do Templo). O monte Tsión é o mais formoso dos lugares, a alegria de toda terra. Ele está no norte (de Yerushaláim,) a cidade do grande rei (David — ou do rei Mashíach.
Na época do terceiro Bet Hamicdásh, quando D’US estiver morando ali, eles dirão:) D’US está em seus palácios; ELE é conhecido como sua fortaleza. Porque eis que os reis se reuniram e marcharam juntos (para invadir Yerushaláim). Mas ao vê-LO (saindo em batalha contra eles), ficaram pasmados, ficaram apavorados e fugiram às pressas. Um tremor se apoderou deles ali (em Yerushaláim), dores iguais às de uma mulher em trabalho de parto. Com o vento leste (este é um vento que D’US usa para punir os malvados) TU (D’US) quebraste seus navios (que vieram) de Tarshísh. Assim como ouvimos (de TEUS profetas), assim tivemos o mérito de poder isto ver na cidade de Hashém, O MESTRE das legiões, na cidade de nosso D’US; que D’US a consolide por toda a eternidade. (E aqui) em TEU Templo (já reconstruído), ó D’US, nós (também) estamos a meditar sobre a TUA benevolência. Assim como TEU NOME, ó D’US, é grande, assim também é TEU louvor (grande) até os confins da terra; TUA mão direita está cheia de justiça. Então alegrar-se-á o monte Tsión, rejubilar-se-ão as (outras) filhas (cidades) de Yehudá, por causa dos TEUS julgamentos.
Percorrei toda Tsión (vós que reconstruí-la), andai à sua volta, contai suas torres. Contemplai suas muralhas, examinai seus palácios, para relatar (sua majestade e beleza) às outras gerações. Porque ESTE D’US (O D’US do Bet Hamicdásh) é O nosso D’US para todo o sempre; e é ELE que nos guiará (como um pai a seu filho) eternamente.
Hashém (foi QUEM) escolheu (os filhos de) Israel para SI, (o povo de) Israel como SEU tesouro entre todos os povos. Salva-os, Hashém, nosso D’US; junta os filhos de Israel dentre as nações, para que possam dar graças a TEU SANTO NOME e glorificar em TEU louvor. Bendito és Hashém, O D’US de Israel, por toda a eternidade; e que todo o povo diga: Amên, louvai Hashém! Bendito és Hashém desde Tsión, que mora em Yerushaláim; louvai Hashém! Bendito és Hashém D’US, O D’US de Israel, que faz maravilhas sozinho.
Bendito és SEU GLORIOSO NOME para sempre, e que toda a terra se encha de SUA glória. Amên e Amên. (Tehilím/Salmos 48; 135:4; 106:47-48; 135:21; 72:18-19)|

Um Cântico para as ascensões (espirituais do ser humano que devem ser de nível a nível). (Por David.) Na minha angústia eu clamei a Hashém e ELE me respondeu.
Ó Hashém, livra minha alma de (pessoas de) lábios mentirosos e (de pessoas de) línguas enganadoras (uma pessoa enganosa finge estar do seu lado). O que tu ganharás DELE (de D’US) e o que te será acrescido por teres uma língua enganadora? Calúnias (=motsí shem rá: refere-se a falar mentiras sobre as outras pessoas) são como as flechas aguçadas dos guerreiros, que transportam brasas vivas. Ai de mim (diz Israel), que (por não ter aprendido a lição para não falar dos outros — não fazer lashôn hará (lit. “más línguas”)=fofocas: refere-se a falar depreciativamente sobre si mesmo ou sobre os outros, mesmo que o assunto seja verdadeiro) tive que (ir para o exílio) peregrinar em Méshech e habitar nas tendas de Quedár (referente aos governos das nações do mundo, sob os quais o povo judeu está exilado). Por muito tempo minha alma teve que morar entre aqueles que odeiam a paz. Sou da paz (i.e., eu não quero a guerra), mas mesmo quando lhes falo de paz eles preferem a guerra.
(Portanto, ó Hashém) concede a paz, bondade e bênção, vida, graça, benevolência e misericórdia, sobre nós Noaítas e sobre todo o TEU povo Israel. Abençoa-nos, nosso PAI, a todos nós como um com a luz do TEU semblante, porque com a luz do TEU semblante nos deste, Hashém, nosso D’US, a Torá dos Sete Mandamentos, vida, amor, bondade, retidão, misericórdia, bênção e paz. E que seja favorável aos TEUS olhos abençoar-nos e abençoar todo o TEU povo Israel com paz, e todo ser TE dará graças. E verdadeiramente louvarão e abençoarão para sempre O TEU GRANDE NOME porque TU és bom, ó D’US. Nossa salvação e nossa ajuda perpétua é O D’US que é bom. Bendito és TU, Hashém, porque TEU NOME é bom, e a TI é adequado dar graças. “E orientará as causas entre as nações e ensinará aos povos que eles deverão transformar suas espadas em arados e suas lanças em foices, para que povo algum erga contra outro sua espada, e eles não farão a guerra nunca mais.” (Ieshayáhu/Isaías 2:4) E no Livro da Vida, bênção, paz e prosperidade, salvação, consolo e decretos favoráveis, sejamos recordados e inscritos nós Noaítas  e todo TEU povo, a Casa de Israel, perante TI, para uma vida feliz e para a paz. Bendito és TU, Hashém, QUEM faz a paz. (Tehilím/Salmos 120; Da Paz)|

Neste dia TEU Reinado é enaltecido, TEU trono está estabelecido com benevolência, e TU estás sentado sobre ele em verdade. É verdade que TU és O JUIZ, AQUELE Que apresenta as provas, O CONHECEDOR e A TESTEMUNHA, Que registra e sela, Que conta e avalia, e TU recordas todas as coisas que foram esquecidas. TU abres o Livro da Lembrança e ele se lê sozinho; a assinatura de cada pessoa está nele. O grande Shofár é soado, e os anjos exclamam: “O Dia do Julgamento está aqui!” Todos os seres criados passarão diante de TI (um a um) como um rebanho de ovelhas. Como um pastor examina o seu rebanho, assim TU fazes passar (diante de TI) cada alma viva, e TU contas, avalias e as tem presentes, e TU estabeleces a porção específica para as necessidades de todas as TUAS criaturas, e TU inscreves o veredito de seu julgamento:

Quantos partirão e quantos nascerão; quem viverá e quem morrerá; quem viverá o tempo que lhe foi atribuído e quem partirá antes de seu tempo; quem (perecerá) pela água e quem pelo fogo; quem pela espada e quem por um animal selvagem; quem pela fome e quem pela sede; quem pelo terremoto e quem pela epidemia; quem asfixiado e quem apedrejado; quem permanecerá em seu país e quem não; quem terá tranquilidade e quem será perturbado; quem desfrutará de bem-estar e quem sofrerá tribulações; quem será pobre e quem será rico; quem será rebaixado e quem será enaltecido.

Mas o Arrependimento, a Oração e a Caridade afastam a severidade do decreto.

Pois assim como TEU NOME é grande, assim também é TEU louvor (grande) até os confins da terra. TU és lento para encolerizar-TE e fácil de aplacar, pois TU não desejas a morte de quem merece a morte, mas que retorne de seu caminho e viva. E (mesmo) até o dia de sua morte TU o esperas; se ele apenas se arrepender, TU o acolherás de imediato. Realmente, TU és seu CRIADOR e TU conheces sua má inclinação, pois eles são apenas carne e sangue. A origem do homem é pó e seu fim é o pó. Ele ganha seu pão ao risco de sua vida. Ele é comparado a uma louça quebrada, à grama seca, a uma flor murcha, a uma sombra que passa, a uma nuvem que se desvanece, ao vento que sopra, ao pó que se dissipa e a um sonho efêmero.

Mas TU és O REI, O D’US vivo e eterno.
Através de todas as gerações proclamem o Reinado de D’US, pois somente ELE é exaltado e santo. (Unetanê Tôkef)|

→ Almoço Festivo

(Se for comer pão junto com a comida, basta apenas a Bênção do Pão. Se não for comer pão, é necessário as Bênçãos de cada classe de alimentos. E assim também se for tomar vinho ou suco de uva natural junto com a comida, basta apenas a Bênção do Vinho/Suco de uva)

● Bênção após o almoço

Para o Diretor do Coro, um cântico com instrumentos de cordas (neguinót); um salmo. (Por David.) Que D’US nos conceda SUA graça e nos abençoe, e que ELE faça resplandecer SEU semblante (i.e. SUA PRESENÇA) sobre nós para sempre, para que na Terra seja conhecido SEU Caminho, e entre todas as nações, SUA salvação. Então todas as nações TE reconhecerão, ó D’US; sim, todas as nações TE reconhecerão. Todas as nações se alegrarão e cantarão louvores, porque TU julgarás os povos com equidade (ou, favoravelmente), e TU governarás as nações da Terra para sempre (isto é, pelo caminho reto TU as guiarás para sempre). E, portanto, todos os povos TE reconhecerão, ó D’US; sim, todos os povos TE reconhecerão. Então a terra produzirá em abundância seus frutos; e D’US, nosso próprio D’US, nos abençoará. Sim, D’US nos abençoará e todos, desde os mais remotos cantos da Terra, O reverenciarão e temerão.
Louvai Hashém, ó vós, todas as nações! Enalteçam-NO todos os povos! Porque imensa é SUA constante bondade para conosco, e para sempre durará a fidelidade de Hashém. Louvai Hashém! (Tehilím/Salmos 67; 117)

Bendito és TU, Hashém, nosso D’US, REI do universo, que nos alimenta e ao mundo inteiro com a SUA bondade, com graça, benevolência e com misericórdia; ELE dá alimento a todo ser, pois a SUA benevolência dura para sempre. Pela SUA grande bondade, que está sempre conosco, nunca nos falta e que não nos falte alimento para todo o sempre, por SEU GRANDE NOME. Pois ELE é um D’US bondoso que nutre e sustenta a todos e faz bem a todos e providencia alimento para todas as SUAS criaturas as quais criou. Como está dito: “TU abres a mão e satisfazes toda coisa viva com favor.” Bendito és TU, Hashém, que provê alimento a todos.

 

(Se não comer pão ou algo feito de farinha durante a refeição, recite)

Bendito és TU, Hashém, nosso D’US, REI do universo, que por SUA generosidade nós comemos e graças a SUA bondade nós vivemos.

 

(Depois de fazer uma das duas bênçãos acima, continue recitando)

Que O MISERICORDIOSO reine sobre nós para todo o sempre. Que O MISERICORDIOSO seja bendito no céu e na terra. Que O MISERICORDIOSO envie uma bênção abundante a esta casa e sobre esta mesa na qual comemos. Que O MISERICORDIOSO abençoe o Rebe, nosso mestre. Que O MISERICORDIOSO abençoe meu pai, e minha mãe, a eles, seu lar, seus filhos e tudo que é seu; a nós e a tudo o que é nosso. Que O MISERICORDIOSO renove para nós este ano para o bem e para a bênção. Que O MISERICORDIOSO nos conceda o privilégio de alcançar os dias de Mashíach e a vida do Mundo Vindouro.

Nosso D’US, que ascenda, venha e alcance, seja vista, aceita, e ouvida, trazida à memória e lembrada diante de TI a lembrança e recordação de nós Noaítas, a lembrança de Mashíach — o filho (descendente) de David, TEU servo —, a lembrança de Yerushaláim — TUA cidade sagrada —, e a lembrança de todo TEU povo, a Casa de Israel, para salvação, bem-estar, graça, bondade, misericórdia, boa vida e paz, neste Dia de expiações, neste dia de perdoar o pecado. Lembra-TE de todos nós, Hashém nosso D’US, neste dia para o bem; e tem-nos presente neste dia para bênção; e ajuda-nos neste dia para a boa vida. E com a promessa de salvação e compaixão, compadece-TE e SÊ benigno conosco; tem piedade de todos nós e salva-nos; pois nossos olhos estão dirigidos a TI, pois TU, D’US, és um REI gracioso e misericordioso.

Nosso D’US, que nossas preces cheguem diante de TI, e não sejas desatento às nossas súplicas, pois não somos tão atrevidos e obstinados para declarar perante TI, Hashém nosso D’US, que somos retos e não pecamos. Realmente, nós pecamos. TU conheces os mistérios do universo e TU conheces os segredos ocultos de todo ser vivo. TU exploras todos os nossos pensamentos mais íntimos e sondas nossa mente e coração; nada se oculta de TI, nada se esconde de TUA vista. Portanto, seja a TUA vontade, Hashém nosso D’US, ter misericórdia de nós, e perdoa-nos todos os nossos pecados, concede-nos expiação por todas as nossas iniquidades, e perdoa-nos e desculpa-nos por todas as nossas transgressões.

Observa favoravelmente, Hashém, nosso D’US, TEU povo Israel e atende sua prece (pela reconstrução do Templo); restabelece o Serviço ao Santuário da TUA Casa Sagrada (ao Bet Hamicdásh — o Templo de Yerushaláim) e aceita com amor e favor as oferendas (i.e., sacrifícios que são queimados sobre o fogo) de Israel e suas preces; e que o Serviço de TEU povo Israel seja sempre bem aceito.

Que nossos olhos possam ver TEU retorno a Tsión com misericórdia. Bendito és TU, Hashém, que restaura SUA PRESENÇA DIVINA a Tsión (ao Bet Hamicdásh — o Templo de Yerushaláim).

Nosso D’US, reina sobre o mundo inteiro em TUA glória, SÊ exaltado sobre toda a terra em TEU esplendor, e revela-TE na majestade de TEU glorioso poder sobre todos os habitantes de TEU mundo terrestre. Que tudo o que foi feito saiba que TU o fizeste; tudo o que foi criado compreenda que TU o criaste; e declare todo aquele que possua alento (de vida) em suas narinas que Hashém, D’US de Israel, é REI, e SEU Reinado tem domínio sobre tudo. Concede-nos nossa porção (de vida) em TUA Torá dos Sete Mandamentos; sacia-nos com TUA bondade, alegra nossa alma com TUA salvação e purifica nosso coração para servir-TE com sinceridade, pois TU és O VERDADEIRO D’US, e TUA palavra, nosso REI, é verdadeira e perdura para sempre.

E inscreva todos os filhos de TEUS (dois) pactos (o pacto noaico e o pacto judaico) para uma boa vida. (Yaalé Veiavó (maior))|

● Os Salmos vespertino

Vinde e cantemos para Hashém; aclamemos A ROCHA da nossa salvação. Apresentemo-nos perante ELE com agradecimentos e louvêmo-LO com salmos. Pois um GRANDE D’US é Hashém, um GRANDE REI acima de todos os poderes deificados.
Felizes são os que (no presente momento) vivem na TUA Casa (a sinagoga) e também TE louvam. (Felizes serão os que ainda terão o mérito de viverem na TUA Casa reconstruída, no Bet Hamicdásh — o Templo de Yerushaláim — e TE louvarão para sempre.) Feliz é o povo para o qual isso é assim. Feliz é o povo que Hashém é O seu D’US.
Salmo de louvor por David. Exaltar-TE-ei, meu D’US, O REI, e bendirei sempre TEU NOME. Sim, eu TE louvarei a cada dia, e TEU NOME hei de eternamente abençoar. GRANDE é Hashém e digno de todos os louvores, pois incomensurável é SUA grandeza. Cada geração transmitirá à seguinte o louvor de TUAS obras, e narrará a grandeza de TEUS poderosos feitos. Meus pensamentos se voltarão para o esplendor de TUA MAJESTADE, e sobre as maravilhas de TUAS realizações, eu falarei sempre. Sobre TEU poder temível e sobre a abundância de TUA generosidade eu não deixarei de me pronunciar, e sobre TUA permanente retidão eu cantarei exultante. Gracioso e pleno de bondade é Hashém, tardio em irar-SE, e sempre pronto a ser generoso. ELE é bom para com todos e SUAS misericórdias se estendem sobre todas as SUAS obras. Hão de agradecer-TE todas as TUAS obras, e abençoar-TE todos os que TE são devotados.
Sobre TEU Reinado de glória falarão e sobre TEU poder narrarão, para dar a conhecer a todos os seres humanos TEUS atos poderosos e o glorioso esplendor de TEU Reino. TEU Reinado (é um Reinado sobre todos os mundos e) Se mantém por toda a eternidade e sobre todas as gerações manifesta seu domínio.
Hashém reergue todos os caídos, e dá apoio a todos os abatidos. Os olhos de todos se voltam para TI com esperança, e o alimento de que precisam lhes proporciona no tempo apropriado. Abres TUAS mãos e satisfazes os anseios de todos os seres. Justos são todos os caminhos de Hashém e repletos de magnanimidade todos os SEUS atos. Hashém está sempre próximo de todos que O invocam, de todos que por ELE clamam com sinceridade. ELE atenderá o desejo dos que O temem; seu clamor há de escutar e lhes trará a salvação. Hashém protege todos os que O amam, mas certamente destruirá todos os malévolos.
Minha boca proclamará o louvor de Hashém, e toda criatura bendirá SEU SANTO NOME por todo o sempre! (Tehilím/Salmos 145)

Um salmo por David. Hashém é meu PASTOR e por isto nada me pode faltar. ELE me faz repousar em campos verdejantes, conduz-me a águas tranquilas. ELE restaura minha alma; guia-me por veredas da justiça por amor de SEU NOME. Ainda que eu caminhe no vale das sombras da morte (i.e., em todos os lugares perigosos), nada temerei, pois TU estarás comigo; TEU bastão e TEU cajado me darão apoio e conforto (pois eles me mostram que minha existência não está dirigida pelo acaso). TU me preparas uma mesa de delícias na presença de meus inimigos. TU unges com óleo minha cabeça, meu cálice transborda.
Certamente a bondade e misericórdia me acompanharão por todos os dias de minha existência. E, por todo o sempre, habitarei na Casa de Hashém (no Bet Hamicdásh — o Templo de Yerushaláim). (Tehilím/Salmos 23)|

E todos acreditam que ELE é O D’US fiel. ELE sonda e indaga os segredos ocultos.
E todos acreditam que ELE sonda os pensamentos do homem. ELE redime da morte e salva da sepultura.
E todos acreditam que ELE é O PODEROSO REDENTOR. ELE SOZINHO julga todos os seres criados.
E todos acreditam que ELE é O VERDADEIRO JUIZ. ELE é chamado “Serei O Que Serei” (Shemót/Êxodo 3:14).
E todos acreditam que ELE foi, ELE é e ELE será. Certo é SEU NOME, assim é SEU louvor.
E todos acreditam que ELE é, e não há ninguém além DELE. ELE lembra com memória favorável todos aqueles que O recordam.
E todos acreditam que ELE lembra o Pacto. ELE destina vida a todos os seres vivos.
E todos acreditam que ELE vive e é eterno. ELE é bom e faz o bem aos perversos e aos bons.
E todos acreditam que ELE é bom para todos. ELE conhece a inclinação de todas as criaturas.
E todos acreditam que ELE os formou no útero. ELE é TODOPODEROSO e contém a todos.
E todos acreditam que ELE é TODOPODEROSO. ELE, O ONIPOTENTE, mora no mistério, na sombra.
E todos acreditam que ELE é UM SÓ. ELE entroniza (os reis), e o reinado é SEU.
E todos acreditam que ELE é O REI do mundo. ELE dirige toda geração com misericórdia.
E todos acreditam que ELE preserva a bondade. ELE é paciente e negligencia (as ações dos) rebeldes.
E todos acreditam que ELE perdoa para sempre. ELE é O SUPREMO, e SEU olho SE dirige para aqueles que O temem.
E todos acreditam que ELE responde à prece sussurrada. ELE abre o portão para aqueles que batem em arrependimento.
E todos acreditam que SUA mão está aberta. ELE espera pelo malfeitor, e deseja que ele seja desculpado.
E todos acreditam que ELE é justo e íntegro. Sua ira é breve e ELE é tolerante.
E todos acreditam que ELE é difícil de irritar. ELE é misericordioso e faz a misericórdia preceder a ira.
E todos acreditam que ELE é fácil de aplacar. ELE é imutável, e trata pequenos e grandes por igual.
E todos acreditam que ELE é JUIZ reto. ELE é PERFEITO e age com perfeição para com aqueles que são sinceros.
E todos acreditam que SUA obra é perfeita.

TU somente serás exaltado e reinarás sobre tudo em Unicidade, como está escrito por TEU profeta (Zechariá/Zacarias 14:9): “Hashém será REI sobre toda a terra; nesse dia Hashém será UM e o SEU NOME UM.” E assim, Hashém nosso D’US, impõe medo a TI sobre tudo que TU fizeste, e temor a TI sobre tudo que TU criaste; e (então) todas as obras TE reverenciarão, todos os seres criados se prostrarão diante de TI, e todos eles formarão uma única união para cumprir TUA vontade com um coração perfeito. Pois sabemos, Hashém nosso D’US, que o domínio é TEU, a força está em TUA mão (esquerda), o poder em TUA destra, e TEU NOME é reverenciado sobre tudo que TU criaste. E então, os justos verão e se alegrarão, os retos se regozijarão, e os devotos exultarão com cânticos; a injustiça fechará sua boca e todo o mal — em sua totalidade — desaparecerá em fumaça, pois TU eliminarás da terra o sistema iníquo. (Vechól Maaminím)|

Declaro que eu creio com plena fé nos seguintes princípios da Torá:

que O D’US INFINITO é O CRIADOR de toda a existência, física e espiritual. ELE é O SOBERANO de todas as coisas terrenas e celestiais. Apenas ELE criou, cria e criará tudo;
que O D’US INFINITO é UM e ÚNICO (não-dual). Não há unicidade igual à DELE. Apenas ELE é nosso D’US; ELE sempre existiu, existe e existirá;
que O D’US INFINITO está em todos os lugares, já que ELE é O EN SOF (O TODOINFINITO). ELE não é fisicalidade nem espiritualidade (D’US não é um ser físico nem um ser espiritual). Qualidades da fisicalidade e espiritualidade não se aplicam a ELE de forma alguma. ELE não é masculino nem feminino, não é uma pessoa e não se parece com uma pessoa. Não há absolutamente nada material ou espiritual que se assemelhe a ELE;
que O D’US INFINITO é incognoscível e transcendental (i.e., envolve todos os mundos) e também, ao mesmo tempo, onipresente e imanente (i.e., preenche todos os mundos);
que O D’US INFINITO é o único para QUEM é apropriado orar, e que é proibido rezar para qualquer outra entidade — não se deve rezar a mais ninguém nem a mais nada. Apenas ELE é digno de ser servido (devotado);
que a profecia existe e que todas as palavras dos profetas da bíblia judaica são autênticas;
que a profecia de Moshé, nosso mestre, é verídica, e que ele foi o mais importante de todos os profetas, antes e depois dele;
que a Torá é a palavra de D’US (a original e a única) — toda a Torá da qual dispomos hoje foi dada pelO D’US INFINITO para Moshé, nosso mestre;
que esta Torá é eterna e imutável — ela não será alterada e nunca haverá outra dada pelO D’US INFINITO;
que O D’US INFINITO é onisciente — ELE conhece todos os atos e pensamentos dos humanos (Salmos 33:15);
que O D’US INFINITO recompensa aqueles que cumprem os SEUS mandamentos — conforme se aplicam a cada pessoa (os mandamentos religiosos judaicos exclusivamente para os judeus, e os mandamentos morais universais para todas as pessoas) — e pune quem os transgride;
que o Mashíach virá, e ainda que ele possa demorar, espero por sua chegada a cada dia;
que ocorrerá a Ressurreição dos Mortos — os mortos serão trazidos de volta à vida quando O D’US INFINITO quiser que isto aconteça. Seja SEU NOME GLORIOSO abençoado para todo o sempre.

Estes são Os Princípios, eles são a base da Religião de D’US e de SUA Torá. Que seja TUA vontade, Hashém, nosso D’US, submeter as nossas inclinações ao TEU serviço todos os dias de nossas vidas, sempre. Que assim seja a TUA vontade.|

● Declaração Noaítica

O Rabi Tzvi Freeman explica:
“O Credo de Nôach é uma herança sagrada de todos os Filhos de Nôach, uma herança que cada pessoa na face da terra pode recitar todos os dias. E se um número suficiente de nós começar a dizer essas mesmas palavras todos os dias, rapidamente veremos um mundo diferente. Mais cedo do que podemos imaginar.” (© Rabi Tzvi Freeman; © Projeto Noaismo Info)

1. Não vou adorar ninguém nem nenhuma outra coisa exceto O ÚNICO CRIADOR, Hashém, O D’US da Torá, que é INFINITO, e que cuida das criaturas de nosso mundo, renovando o Ato da Criação em cada momento com infinita sabedoria, sendo vida para cada coisa.
Neste princípio está incluído o abendiçoar, a oração, o estudo e a meditação.

2. Não vou demonstrar falta de respeito pelo CRIADOR de maneira alguma.
Neste princípio está incluído ter respeito por qualquer ser ou coisa criada.

3. Não vou matar.
Cada ser humano, da mesma forma que Adám e Chavá, constitui um mundo inteiro. Salvar uma vida é salvar todo um mundo. Destruir uma vida é destruir todo um mundo. Ajudar outros a sobreviverem é um corolário deste princípio. Cada ser humano que D’US tem criado está obrigado a ajudar os necessitados.

4. Vou respeitar a instituição do matrimônio.
O matrimônio é um ato Divino. O matrimônio de um homem e uma mulher é um reflexo da Unidade de D’US e SUA criação. A desonestidade no matrimônio é um ataque a essa Unidade.

5. Não vou tomar o que não me pertence por direito.
Vou comportar-me honestamente em todas as minhas atividades. Apoiando-nos em D’US em vez de em nossa própria autossuficiência, demonstramos nossa confiança NELE como PROVEDOR da Vida.

6. Não vou causar nenhum dano a nenhuma coisa viva.
No início de sua criação, o homem era o jardineiro no Jardim do Éden para “tomar conta dele e protegê-lo”. A princípio, o homem foi proibido de tirar a vida de qualquer animal. Após o Grande Dilúvio permitiu-se-lhe consumir carne — mas com uma advertência: Não cause sofrimentos desnecessários a qualquer criatura.

7. Vou defender tribunais de verdade e justiça em meu país.
A justiça é um assunto de D’US, mas nos é dada a incumbência de estabelecer as leis necessárias e fazer cumpri-las sempre que pudermos. Quando corrigimos os erros da sociedade, estamos agindo como parceiros no ato de sustentar a criação.

Que as nações convertam suas espadas em arados.
Que o lobo habite com o cordeiro.
Que a terra se encha da Sabedoria Divina, como as águas cobrem o mar.
E que tudo isso seja em breve, durante a vida de todos nós, mais cedo do que imaginamos.|

TU recordas os feitos (realizados) no mundo e TU rememoras tudo que foi criado nos dias de outrora. Diante de TI se revelam todas as coisas ocultas e segredos desde o início da criação; pois não há esquecimento diante do Trono de TUA Glória, e nada se oculta a TUA vista. TU recordas todas as ações (das criaturas), e nenhuma criatura está oculta a TI. Tudo está revelado e conhecido diante de TI, Hashém nosso D’US, que observa e olha até o fim das gerações. Pois TU fixaste [este dia de Rosh Hashaná como] o momento estipulado para recordação de modo que cada alma e cada ser seja recordado, para que sejam rememoradas as numerosas ações e incontáveis multidões de criaturas. TU fizeste saber desde o início (da criação), e desde antes dos tempos TU o revelaste; este dia, o próprio dia de hoje, (é o dia que) assinala o começo da TUA Criação, é uma recordação do primeiro dia. “Pois este é um estatuto para Israel, um dia de julgamento para O D’US de Yaacóv.” (Tehilím/Salmos 81) Com relação aos países, (neste dia) se pronuncia (o julgamento): qual para a guerra e qual para a paz, qual para a fome e qual para a abundância; e nele as criaturas são consideradas, para recordá-las para a vida ou para a morte. Quem não é recordado neste dia? Pois a recordação de todo ser criado vem diante de TI – a obra do homem e sua tarefa, as ações e os movimentos do mortal, os pensamentos de uma pessoa e seus ardis, e os motivos que impulsionam os atos do homem. Feliz é o homem que não TE esquece, o filho do homem que adere a TI. Pois aqueles que TE buscam nunca tropeçarão, todos os que depositam sua confiança em TI não serão envergonhados eternamente. Pois a recordação de todas as (TUAS) obras vem diante de TI, e TU examinas os atos de todas elas. TU também recordaste a Nôach com amor, e o tiveste presente com uma promessa de salvação e misericórdia, quando trouxeste as águas do Mabúl (Dilúvio) para destruir toda carne por causa da perversidade de seus atos. Por isso, sua recordação veio diante de TI, Hashém nosso D’US, para fazer a sua semente tão numerosa como o pó da terra, e a seus descendentes como a areia do mar; como está escrito em TUA Torá (em Bereshít/Gênesis 8:1): “D’US SE recordou de Nôach e de todo animal selvagem e de todo animal que havia com ele na arca, e D’US fez um vento passar sobre a terra e aquietaram-se as águas.”

Hoje é o dia de nascimento do mundo; neste dia ELE chama todos os seres criados dos mundos para que se postem em julgamento. (Somos considerados) como filhos ou como servos? Se somos como filhos, tem piedade de nós como um pai tem piedade de seus filhos; se como servos, nossos olhos estão postos em TI até que TU mostres TUA graça a nós e emitas nosso julgamento como a luz, ó TEMIDO e SANTO.

E está dito (em Tehilím/Salmos 150): “(Salmo por David.) Louvai Hashém! Louvai O TODOPODEROSO (no lugar da) SUA Santidade, louvai-O nas (nove) esferas celestes (físicas), através das quais o SEU poder é revelado. Louvai-O por SEUS poderosos atos, louvai-O de acordo com SUA extraordinária grandeza. Louvai-O ao som do Shofár; louvai-O com a harpa e a lira. Louvai-O com melodias e ritmo; louvai-O com instrumentos de corda e de sopro. Louvai-O com címbalos altissonantes. Louvai-O com címbalos com som de Teruá (trombeta). Que todos aqueles que tenham alma (que as suas almas inteiras) louvem Hashém. Louvai Hashém!”

Nosso PAI, nosso REI, recorda TUA compaixão e conquista TUA ira, e cessa peste, espada, fome, cativeiro, destruição, iniquidade, praga e ocorrência nefasta; e toda enfermidade, todo contratempo, toda contenda, todo tipo de castigo, todo mau decreto e ódio infundado, de nós Noaítas e de todo filho (membro) de TEU pacto (Judaico). E que todo ser TE dê graças. E verdadeiramente louvarão e abençoarão para sempre O TEU GRANDE NOME porque TU és bom, ó D’US. Nossa salvação e nossa ajuda perpétua é O D’US que é bom. Bendito és TU, Hashém, porque TEU NOME é bom, e a TI é adequado dar graças. (ATÁ Zochêr Maassê Olám)|

ELE, O MISERICORDIOSO, perdoa a iniquidade e não aniquila (a humanidade). Frequentemente ELE retém SUA ira, não despertando toda a SUA raiva. Que TU, Hashém, não retires TUA misericórdia de mim; que TUA bondade e fidelidade sempre me protejam. Lembra-TE de TUAS misericórdias e de TUAS bondades, Hashém, pois elas têm existido por todo tempo. A salvação provém de Hashém; que TUA bênção esteja sobre TEU povo Israel para sempre. Hashém, O MESTRE das legiões, está conosco, O D’US de Yaacóv e de Nôach é nossa eterna fortaleza. Hashém, O MESTRE das legiões, feliz é aquele que confia somente em TI. Hashém, salva-nos! Que O REI nos responda no dia em que clamamos. Salva TEU povo Israel e abençoa TEU patrimônio; zela por eles e exalta-os para sempre. Mostra-nos TUA benevolência, ó Hashém, e concede-nos TUA imediata salvação. Levanta-TE, ajuda-nos, e redime-nos por TUA bondade.|

Confia em Hashém, sê forte e encoraja teu coração, e confia em Hashém. Ninguém é santo como Hashém, pois não há ninguém além de TI; nem há ninguém tão poderoso como nosso D’US. Pois quem é O D’US, a não ser Hashém, e quem é O PODEROSO além do nosso D’US?
Não há ninguém como o nosso D’US; não há ninguém como o nosso SENHOR; não há ninguém como o nosso REI; não há ninguém como o nosso SALVADOR. Quem é como o nosso D’US? Quem é como o nosso SENHOR? Quem é como o nosso REI? Quem é como o nosso SALVADOR? Agradeçamos ao nosso D’US; agradeçamos ao nosso SENHOR; agradeçamos ao nosso REI; agradeçamos ao nosso SALVADOR. Bendito é o nosso D’US; bendito é o nosso SENHOR; bendito é o nosso REI; bendito é o nosso SALVADOR. TU és o nosso D’US; TU és o nosso SENHOR; TU és o nosso REI; TU és o nosso SALVADOR; TU nos salvarás. TU TE levantarás e terás piedade de Tsión, pois é hora de ser misericordioso com ela; chegou a hora estabelecida.|

A Soberania de D’US será reconhecida e aceita pela humanidade. As nações procurarão Israel que espalhou através dos tempos o conhecimento do verdadeiro D’US (Hashém), apesar das campanhas contrárias. E vai ensinar-lhes o Caminho (Espiritual) adequado para servi-LO(*. Este Caminho é o Noaísmo).
Para o Diretor do Coro; um salmo composto pelos coraítas (os filhos de Côrach). (Na era messiânica,) vós, ó todas as nações, batei palmas (de alegria) e aclamai a D’US com vozes de júbilo! Pois Hashém é O ALTÍSSIMO, excelso; ELE é O GRANDE REI sobre toda a terra. Povos a nós (judeus) ELE submeteu, e nações colocou sob os nossos pés. ELE escolheu a nossa herança (a Terra de Israel) para nós (judeus, e, o Templo de Yerushaláim reconstruído é) o orgulho de Yaacóv a quem ELE ama eternamente! (Então, no Bet Hamicdásh) D’US será exaltado com o toque da Teruá (trombeta), Hashém — com o som do Shofár. Entoai salmos a D’US! Cantai ao nosso REI, elevai-LHE preces! Pois D’US é REI em toda a terra; entoai-LHE louvores com compreensão. D’US reina sobre todas as nações; D’US está no trono de SUA santidade. Os governantes das nações se reuniram ao povo do D’US de Avrahám porque eles reconheceram (D’US como SEU GOVERNANTE SOBERANO, e, por fim, todos reconheceram) que a D’US pertence o poder para proteger a terra. Magnificente é SUA grandeza!
Decerto, os justos exaltarão TEU NOME; os corretos residirão na TUA PRESENÇA.
(Hashém) AQUELE que faz paz em SEUS céus, que ELE faça a paz para nós Noaítas e para todo Israel, TEU povo, e digam: Amên!
Seja TUA vontade, Hashém, nosso D’US, que se reconstrua o Bet Hamicdásh (o Templo de Yerushaláim) rapidamente, em nossos dias, e outorga-nos nossa porção na TUA Torá dos Sete Mandamentos.
(Tehilím/Salmos 47; * Cabeçalho por Editora e Livraria Sêfer)|

É nosso dever louvar O SENHOR de tudo, atribuir grandeza aO CRIADOR de toda existência; que não nos tem feito como as outras pessoas das nações, nem nos tem causado ser iguais às outras famílias da terra; que não tem determinado nosso quinhão como o deles, nem nosso destino como aquele das suas multidões, pois eles se prostram à futilidade e à nulidade. Mas nós nos curvamos, nos ajoelhamos e oferecemos louvores diante do SUPREMO REI dos reis, O SANTO, bendito seja, que expande os céus e estabelece a terra, cujo trono de SUA Glória está nos céus acima e cuja DIVINA PRESENÇA de SUA Força encontra-SE nas alturas sublimes. ELE é nosso D’US; não há nenhum outro. Em verdade, ELE é nosso REI, nada há além DELE, como está escrito em SUA Torá (em Devarím/Deuteronômio 4:39): “Saiba este dia e leve ao teu coração que Hashém é D’US nos céus acima e sobre a terra abaixo, não há nenhum outro.”

TU tens TE mostrado para que se saiba que Hashém é O D’US; não há mais nada além DELE. Ouve, Israel, Hashém é nosso D’US, Hashém é UM SÓ. Pois os céus e o céu dos céus pertencem a Hashém, seu D’US, a terra e tudo que ela contém. Pois Hashém seu D’US é O D’US dos seres superiores e O SENHOR das hostes celestiais, O GRANDE, O PODEROSO e O reverencialmente TEMIDO D’US, que não favorece nem aceita suborno. Quando proclamo o NOME de Hashém, atribuam grandeza ao nosso D’US. Que o NOME de Hashém seja abençoado desde agora para toda a eternidade.

E portanto nós aspiramos a TI, Hashém, nosso D’US, para ver em breve o esplendor do TEU poder banir a idolatria da terra — e os deuses falsos serão totalmente destruídos; para aperfeiçoar o mundo sob a Soberania do TODOPODEROSO. Toda a humanidade invocará o TEU NOME, e retornarão a TI todos os ímpios da terra. Então todos os habitantes do mundo reconhecerão e saberão que diante de TI deve ajoelhar-se todo joelho, e toda língua deve jurar por TEU NOME. Perante TI, Hashém, nosso D’US, eles curvar-se-ão e prostrar-se-ão e darão honra a TEU NOME GLORIOSO; e todos assumirão sobre si o jugo do TEU Reinado. Que em breve TU reines sobre eles, para todo o sempre, pois a realeza é TUA e por toda a eternidade TU reinarás gloriosamente, conforme está escrito na TUA Torá (em Shemót/Êxodo 15:18): “Hashém reinará para sempre.”

E está dito (em Bamidbár/Números 23:21): “ELE não olha a iniquidade em Yaacóv nem vê a perversidade em Israel: Hashém seu D’US está com ele e o amor do REI está nele.” E está dito (em Devarím/Deuteronômio 33:5): “E Hashém foi REI em Yeshurún (Israel) quando os líderes do povo se reuniram e as tribos de Israel se uniram.” E em TUAS sagradas Escrituras está escrito assim (em Tehilím/Salmos 22:29): “Pois a soberania é só de Hashém, e ELE governa sobre todas as nações.” E está dito (em Tehilím/Salmos 93:1): “Hashém fez-SE REI; pois ELE vestiu-SE de grandeza; sim, Hashém vestiu-SE, cingiu-SE de força e grandeza. Firme e inabalado está o mundo por ELE criado.” E está dito (em Tehilím/Salmos 24:7-10): “Erguei vossos batentes, ó portais (do Bet Hamicdásh, o Templo de Yerushaláim,) e erguei-vos, ó eternas portas, para que O GLORIOSO REI possa entrar. Quem é ESTE GLORIOSO REI? Hashém, forte e poderoso; Hashém, poderoso na batalha. Erguei vossos batentes, ó portais e erguei-vos, ó eternas portas, para que O GLORIOSO REI possa entrar. Quem é ESTE GLORIOSO REI? Hashém, O MESTRE das legiões, é ELE O GLORIOSO REI por toda a eternidade.”

E por TEUS servos, os Profetas, está escrito o seguinte (em Ieshayáhu/Isaías 44:6): “Assim disse Hashém, O REI de Israel e seu REDENTOR, Hashém, O MESTRE das legiões: EU sou o primeiro e EU sou o último, e além de MIM não há D’US.” E está dito (em Ovadiá/Obadias 1:21): “Salvadores subirão ao Monte Tsión para julgar o monte de Essáv, e de Hashém será o reinado.” E está dito (em Zechariá/Zacarias 14:9): “Hashém será REI sobre toda a terra; nesse dia Hashém será UM e o SEU NOME UM.” E em TUA Torá está escrito assim (em Devarím/Deuteronômio 6:4): “Ouve Israel, Hashém é nosso D’US, Hashém é UM SÓ.”

Nosso D’US, reina sobre o mundo inteiro em TUA glória, SÊ exaltado sobre toda a terra em TEU esplendor, e revela-TE na majestade de TEU glorioso poder sobre todos os habitantes de TEU mundo terrestre. Que tudo o que foi feito saiba que TU o fizeste; tudo o que foi criado compreenda que TU o criaste; e declare todo aquele que possua alento (de vida) em suas narinas que Hashém, D’US de Israel, é REI, e SEU Reinado tem domínio sobre tudo. Concede-nos nossa porção (de vida) em TUA Torá dos Sete Mandamentos; sacia-nos com TUA bondade, alegra nossa alma com TUA salvação e purifica nosso coração para servir-TE com sinceridade, pois TU és O VERDADEIRO D’US, e TUA palavra, nosso REI, é verdadeira e perdura para sempre.
Decerto, os justos exaltarão TEU NOME; os corretos residirão na TUA PRESENÇA. (Alênu Maior)|

“Hashém, abre meus lábios e minha boca dirá o TEU louvor.” (Tehilím/Salmos 51:17) Bendito és TU, Hashém, nosso D’US, CRIADOR dos céus e da terra, que outorga generosas bondades. “Agradeçam a Hashém, pois ELE é bom, pois SUA bondade é eterna. Que o Povo de Israel declare que SUA bondade é eterna. Que aqueles que temem Hashém declarem que SUA bondade é eterna. Na angústia eu clamei a Hashém e Hashém me ouviu e me livrou das dificuldades. Hashém está comigo, por isso nada temerei; o que me pode fazer o ser humano? Hashém está comigo através daqueles que me ajudam, por isso posso enfrentar meus adversários. É melhor contar com Hashém do que confiar nos seres humanos. É melhor contar com Hashém do que confiar nos nobres. Hashém é minha força e meu cântico e ELE tem sido uma ajuda para mim. Quero agradecer-TE porque TU me escutaste, e TU tens sido minha salvação. Agradeçam a Hashém, pois ELE é bom, pois SUA bondade é eterna.” (Tehilím/Salmos 118:1-9, 14, 21, 29) Recorda-nos para a vida, REI que deseja a vida; inscreve-nos no Livro da Vida, por TI, Deus vivente.

“Muito melhor é adquirir sabedoria que ouro! Melhor é buscar compreensão que acumular prata!” “O início da sabedoria (de uma pessoa) é o temor a Hashém e a plena compreensão de SEUS mandamentos; (assim) o louvor dela perdurará para sempre.” (Por isso,) concede-nos, graciosamente, de TI, sabedoria, compreensão e conhecimento. (Pois,) “assim diz Hashém, teu REDENTOR, O SANTO de Israel: EU sou Hashém, teu D’US, que te ensina para que tenhas proveito, que te conduz pelo caminho que deves seguir.” (Mishlê/Provérbios 16:16; Ieshayáhu/Isaías 48:17)

Quem é como TU, PAI misericordioso, que com piedade recorda SUAS criaturas para a vida. Nosso D’US, não somos tão atrevidos para declarar diante de TI que somos retos e não pecamos. Perdoa-nos, nosso PAI, pois pecamos; desculpa-nos, nosso REI, pois transgredimos. TU reconheces os pecados deliberados ou inadvertidos, a (transgressão) voluntária ou por compulsão, abertamente ou em segredo — diante de TI são reveladas e conhecidas. TU conheces todas as coisas ocultas e reveladas. TU conheces os segredos ocultos de todo ser vivo. TU exploras todos os nossos pensamentos mais íntimos e sondas nossa mente e coração; nada se oculta de TI, nada se esconde de TUA vista. Nosso D’US, apaga e remove nossas transgressões e pecados da frente de TEUS olhos, como está escrito: “EU, somente EU, sou AQUELE que apaga tuas transgressões, por MIM; teus pecados não recordarei.” (Ieshayáhu/Isaías 43:25)

“Abençoa Hashém, pois ELE é QUEM perdoa todas as tuas transgressões e QUEM cura todas as tuas doenças.” (Tehilím/Salmos 103:1-3) “EU, Hashém, faço morrer e faço viver; EU firo e EU saro.” (Devarím/Deuteronômio 32:39) ‘Cura-nos, Hashém, e seremos curados, salva-nos e seremos salvos; pois TU és nosso louvor e nossa glória.’ (Yirmiyáhu/Jeremias 17:14) Concede cura e remédio total a todas as nossas doenças, todas as nossas dores e todas as nossas feridas, pois TU, REI TODOPODEROSO, és AQUELE que cura, fidedigno e misericordioso.

Nosso D’US, nosso PAI, nosso PASTOR, nutre-nos, sustenta-nos, alimenta-nos e provê-nos com abundância. Hashém, nosso D’US, por favor não nos faças depender das dádivas dos mortais ou dos seus empréstimos, e sim somente de TUA mão. Que O MISERICORDIOSO providencie nosso sustento com honra.

Bendito és TU, Hashém, D’US benevolente, nosso PAI, nosso REI, nossa FORÇA, nosso CRIADOR, nosso REDENTOR, nosso FAZEDOR, nosso SANTO e de Yaacóv, nosso PASTOR e de Israel, O REI que é bondoso e faz o bem a todos, dia a dia. ELE nos fez o bem, ELE nos faz o bem, ELE nos fará o bem; ELE nos concedeu, nos concede e nos concederá sempre graça, bondade, misericórdia, alívio, salvação e êxito, bênção, redenção, consolo, subsistência e sustento, compaixão, vida, paz e todo bem; e que ELE nunca nos faça carecer de nenhum bem.

TU és Hashém D’US no céu e na terra, e no mais elevado céu dos céus. Na verdade, TU és O PRIMEIRO e TU és O ÚLTIMO, e além de TI não há D’US. Junte os dispersos de TEU povo Israel dos quatro cantos da Terra; que toda a humanidade reconheça e saiba que somente TU és D’US sobre todos os reinos da terra. TU fizeste os céus, a terra, o mar e tudo o que há neles. Quem, dentre todas as obras de TUAS mãos, celestiais ou terrestres, pode TE dizer “O que TU estás fazendo? O que TU estás realizando?” Realiza, Hashém, nosso D’US, breve em nossos dias, o que TU asseguraste através de TEUS Profetas, como foi dito: “Hashém será REI sobre toda a terra e nesse dia Hashém será UM e o SEU NOME UM” (Zechariá/Zacarias 14:9); e como foi dito: “Então darei a todos os povos uma língua pura a fim de que invoquem O NOME de Hashém e O sirvam em harmonia” (Tsefaniá/Sofonias 3:9); e como foi dito (por Yeshayáhu ben Amóts) “a respeito de Yehudá e Yerushaláim: Irá acontecer nos dias derradeiros (acharít hayamím) que ao Monte da Casa de Hashém afluirão todos os povos. E a ele grandes nações virão e dirão: ‘Vamos, subamos a montanha de Hashém, até (o Bet Hamicdásh, a) Casa do D’US de Yaacóv! ELE nos ensinará os SEUS Caminhos e por eles seguiremos, pois de Tsión virá o ensinamento da Torá e de Yerushaláim a Palavra de Hashém!’ Neste dia somente Hashém será exaltado. Os deuses falsos serão totalmente destruídos” (Ieshayáhu/Isaías 2:1-3, 17-18); e como foi dito: “Não causarão dano e nada destruirão em MEU santo Monte, porque a terra estará repleta do conhecimento de Hashém, como as águas cobrem o mar” (Ieshayáhu/Isaías 11:9). Através de todas as gerações proclamem o Reinado de D’US, pois somente ELE é exaltado e santo. Seja O NOME de Hashém abençoado, de agora e para todo o sempre. Do levante do Sol ao seu ocaso, louvado é O NOME de Hashém. Hashém é sublime sobre todos os povos, acima dos Céus repousa SUA Glória! Ó Hashém, nosso D’US, quão poderoso é TEU NOME em todo o Universo.

Ouve nossa voz, Hashém nosso D’US, tem piedade e compaixão de nós, e aceita nossa prece com misericórdia e favor, pois TU escutas as preces de todos. “E há de suceder que, mesmo antes de eles clamarem, EU responderei e estando eles ainda falando, EU ouvirei.” Que em nossos dias a glória de Hashém seja revelada e a vejam todas as criaturas, pois assim o determinou Hashém. Ó OUVINTE de prece, a TI todo ser virá (para rezar). (Ieshayáhu/Isaías 65:24; 40:5; Tehilím/Salmos 65:3)

Reconhecemos com gratidão que TU és Hashém, nosso D’US, D’US de todo ser, nosso CRIADOR e CRIADOR de toda existência. Nós oferecemos bênçãos e graças ao TEU GRANDE e SANTO NOME, pois TU nos deste vida e nos sustentaste; que TU continues a conceder-nos vida e a nos sustentar. Nós TE agradecemos, Hashém, nosso D’US, pela vida, graça e bondade que nos concedeste graciosamente e pelo alimento com o qual nos nutre e sustenta todo dia, a todo momento e a toda hora. Bendito é D’US, que é digno de agradecimentos.

“A TI, Hashém, virão as nações desde as extremidades da terra e dirão: ‘Nossos pais herdaram somente mentiras e coisas vãs em que não há proveito’” (Yirmiyáhu/Jeremias 16:19). “Assim disse Hashém, O MESTRE das legiões: Nesses dias, dez homens de diferentes línguas e de todas as nações segurarão uma ponta da roupa de cada judeu e dirão: ‘Iremos contigo, porque sabemos que D’US está contigo!’” (Zechariá/Zacarias 8:20-23) Hashém em breve reinará único sobre todas as SUAS obras, no Monte Tsión, em Yerushaláim, como está escrito (em Tehilím/Salmos 146:10): “Hashém reinará para todo o sempre, sim, o teu D’US, ó Tsiónpor todas as gerações! (Portanto) louvai Hashém!”

TU és CRIADOR de tudo, A VIDA de todos os mundos, D’US de todas as coisas criadas, SENHOR de todos os acontecimentos. Hashém nosso D’US, TU és AQUELE que reinarás único sobre todas as TUAS obras, no Monte Tsión, a morada de TUA glória, em Yerushaláim, TUA cidade santa, como está escrito em TUAS sagradas Escrituras: “Hashém reinará para sempre; teu D’US, Tsión, através de todas as gerações! Louvai Hashém!” E então, os justos verão e se alegrarão, os retos se regozijarão, e os devotos exultarão com cânticos; a injustiça fechará sua boca e todo o mal — em sua totalidade — desaparecerá em fumaça, pois TU eliminarás da terra o sistema iníquo. (Tehilím/Salmos 146:10) (Oração Devota/Oração de Devoção dos Noaítas/”Amidá” Noaítica)|

Que a alma de todo ser vivo abençoe TEU NOME, Hashém, nosso D’US, e o espírito de toda criatura glorifique e exalte a TUA lembrança, REI nosso, permanentemente. Desde o mundo mais elevado até o mais baixo, TU és O D’US TODOPODEROSO; e fora de TI não temos REI, REDENTOR e SALVADOR que liberta, resgata, sustenta, responde e SE apieda em todo momento de aflição e tribulação; não temos outro REI, além de TI. (TU és) O D’US das primeiras e das últimas (gerações), D’US de todas as coisas criadas, SENHOR de todos os acontecimentos, que é exaltado com múltiplos louvores, que dirige SEU mundo com bondade, e as SUAS criaturas com compaixão. Na verdade, Hashém não cochila nem dorme. É ELE QUEM anima os que dormem, QUEM desperta os que cochilam, QUEM faz o mudo falar, QUEM liberta os presos, QUEM sustenta os que caem, e QUEM endireita os encurvados. Somente a TI damos graças. Ainda que a nossa boca estivesse tão cheia de cântico como o mar (está cheio de água), a nossa língua de melodia como o bramido das suas ondas, e nossos lábios de louvor como a expansão do firmamento; e nossos olhos resplandecessem como o sol e a lua, nossas mãos estivessem estendidas como (as asas das) águias do céu, e nossos pés fossem ligeiros como o cervo — ainda assim não seria o suficiente para TE agradecer, Hashém, nosso D’US, e para bendizer TEU NOME. Até agora as TUAS misericórdias têm-nos ajudado e TUAS bondades não nos têm abandonado; e TU, Hashém, nosso D’US, nunca nos abandonarás. Por isso, os membros que TU dispuseste dentro de nós, o espírito e alma que TU insuflaste em nossas narinas, e a língua que TU puseste em nossa boca — todos eles hão de agradecer, abençoar, louvar e glorificar, exaltar e adorar, santificar e proclamar a soberania de TEU NOME, nosso REI. Porque toda boca TE agradecerá, toda língua há de jurar com TEU NOME, todo olho TE observará, todo joelho se ajoelhará diante de TI, todos aqueles que estão erguidos haverão de prostrar-se diante de TI, todos os corações haverão de temer a TI, e cada uma das partes mais internas cantarão ao TEU NOME, como está escrito (em Tehilím/Salmos 35:10): “Declare todo meu ser: Hashém, quem é como TU? Que salva o pobre do mais forte, o pobre e o destituído daquele que ia roubar-lhe!” Quem pode assemelhar-se a TI, quem pode igualar-se a TI, quem pode comparar-se a TI, O GRANDE, PODEROSO e TEMIDO D’US, D’US enaltecido, CRIADOR do céu e da terra! TE louvaremos, exaltaremos e glorificaremos, e abençoaremos TEU SANTO NOME, como está dito (em Tehilím/Salmos 103:1: “Um salmo) por David: abençoe Hashém, minha alma, e todo meu ser — SEU SANTO NOME.”

Todos TE reconhecerão e todos TE louvarão e todos dirão: “Não há santo como Hashém!” Todos TE exaltarão para sempre, Hashém, CRIADOR de tudo, D’US que a cada dia faz com que o sol e a lua iluminem o mundo inteiro e seus habitantes que ELE criou de acordo com o atributo de misericórdia. Com misericórdia ELE ilumina a terra e os que a habitam, e em SUA bondade ELE renova a cada dia, permanentemente, a obra da criação. Quão abundantes são TUAS obras, Hashém! TU as fizeste todas com sabedoria, a terra está cheia das TUAS criações. REI, que por SI SÓ já é elevado desde antes dos tempos, louvado, glorificado e enaltecido desde o momento da criação; Hashém, D’US do universo, em TUAS abundantes misericórdias apieda-TE de nós. Não há ninguém comparável a TI, e ninguém além de TI; não há nada sem TI, e quem é como TU? Não há ninguém que se compare a TI, Hashém, nosso D’US — neste mundo; e ninguém fora de TI, nosso REI — na vida do Mundo Vindouro; não há nada sem TI, nosso REDENTOR — nos dias de Mashíach; e não há ninguém como TU, nosso SALVADOR — na era da ressurreição dos mortos. (Nishmát Maior)|

● Oração pela Harmonia e Paz do Lar

Ó Hashém, nosso D’US, dá-nos as TUAS bênçãos, e cuida do nosso amor. Põe em nossos corações a capacidade de vivermos unidos e em paz. Seja a TUA vontade que nossa união se eleve em beleza; que seja uma união de amor, simpatia, harmonia e companheirismo. Uma união sagrada e exitosa, cheia de TUA bênção. Que saibamos nos tratar com humildade e paciência, sem altivez. Seja a TUA vontade, D’US, refinar-nos e elevar-nos, e fazer-nos merecedores de juntos cumprirmos a TUA vontade todos os dias de nossas vidas. E bendiz-nos com todas as TUAS bênçãos, pois TU és A FONTE de toda bênção. MESTRE do universo, concede a mim e a toda a minha família, e a todo o TEU povo Israel, uma vida longa com saúde, felicidade e filhos que nos dêem satisfação. E que TUA bondade não se afaste de mim, e que eu saiba viver uma vida digna de uma mulher (ou: de um homem) Noaíta. Que tenhamos o mérito de educarmos os nossos filhos e de guiá-los no caminho certo, o caminho do noaísmo. Que consigamos penetrar profundamente em suas almas, identificar suas virtudes, defeitos e necessidades, para que saibamos como educá-los. Pedimos a TI que nos ilumine, para que sejamos exemplos dignos para os nossos amados filhos. Nos ajude, nosso D’US, REI da sabedoria, para que não nos equivoquemos nem sequer nos pequenos detalhes e que tenhamos a alegria de vermos os nossos filhos crescidos como pessoas de bem, nobres, honestas, que se amam e amam a TI. Fortaleça nossas mãos e nossos corações para que continuem TE servindo com amor e alegria. Que as palavras de minha boca e a meditação de meu coração sejam aceitáveis perante TI.|

● Oração pelos Filhos
(Se tiver filhos)

D’US de amor, haverá algo mais precioso do que nossos filhos?
Existirá algum tesouro mais amado, mais puro do que essas almas queridas que trouxemos ao mundo?
Ajuda-me a orientá-los corretamente, Hashém, meu D’US, e faze com que aceitem minha orientação.
Ajuda o/a (nome do(s) filho(s)/da(s) filha(s)) a viverem suas vidas com fé, sabedoria e verdade.|

● Oração pelos Pais
(Se tiver pais)

Que O D’US que abençoou Nôach e sua família, abençoe meu pai (nome) e minha mãe (nome). Que O REI do universo conceda a eles uma vida longa, paz, amplo sustento, ajuda celestial, saúde corporal, riqueza e honra, e uma vida imbuída do amor de TUA Torá dos Sete Mandamentos. Que seja a TUA vontade cumprir os desejos dos seus corações, porque eles são os pilares do nosso lar.|

Ó, RIBONÔ SHEL OLÁM — MESTRE do universo, por TUA infinita misericórdia, conceda-nos força, saúde, plena capacidade, vigor e energia em nossos membros e em nossos órgãos e em nosso corpo para que funcionem adequadamente, e que não soframos nenhuma doença nem dor. E que sejamos felizes, estejamos bem e tenhamos saúde para melhor servir-TE. Salva-nos de todo o mal e prolonga os nossos dias e anos e faz com que eles sejam todos bons e agradáveis. Acrescenta-nos longos dias e anos de vida para o TEU serviço. Guarda-nos sob a sombra de TUAS (simbólicas) asas e salva a nós Noaítas e a toda nossa família, e a TEU povo Israel, de todo decreto severo e mau. E que possamos, tranquilos e calmos, e fortes e revigorados por TI, cumprirmos a missão que TU tens nos determinado e temer-TE. Que esta seja a TUA vontade. (Pela Saúde)|

● Oração de Gratidão para Hashém

D’US AMADO, todo o bem que eu possa fazer neste mundo jamais se igualará ao bem que TU tens feito por mim. Nenhum dos meus atos de bondade jamais poderá se igualar a toda a bondade que TU tens demonstrado por mim. Mesmo toda a gratidão que eu possa sentir jamais será suficiente para expressar meu reconhecimento e minha gratidão a TI, Hashém, meu D’US.|

● Oração Para Um Pedido Especial

D’US, REI do universo, que tem me dado vida, saúde, família, amigos e potencial para desenvolver-me como ser humano — para crescer espiritualmente e aproximar-me de TI, por favor, conceda-me (faça aqui todos os seus pedidos). Bendito és TU, Hashém, por isto e por tudo o que TU tens me dado.|

Meu D’US, antes de eu ser criado não merecia (ser criado), e agora que fui criado é como se nunca tivesse sido criado. Eu sou pó em minha vida, quanto mais em minha morte. Em verdade, diante de TI eu sou como um recipiente cheio de vergonha e desgraça. Que seja TUA vontade, Hashém meu D’US, que eu não volte a pecar, e o que pequei diante de TI, apaga em TUAS abundantes misericórdias, mas não através de sofrimento ou doença grave. (Ad Sheló Notzárti)|

Que seja TUA vontade, Hashém nosso D’US, que este ano seja para nós noaítas e para todo TEU povo, a Casa de Israel, onde quer que estejam, um ano de luz, um ano de bênção, um ano de regozijo, um ano de glória, um ano de cântico, um ano de deleite, um ano de bondade, um ano de salvação, um ano de sustento, um ano de estudo, um ano de tranquilidade, um ano de bem-estar, um ano de alegria, um ano de exultação, um ano de redenção, um ano de júbilo, um ano em que possamos manter nossas cabeças erguidas, um ano de (retorno e) reunião dos exilados de TEU povo Israel, um ano de aceitação das (nossas) preces, um ano de boa vontade, um ano de paz, um ano de orvalho e chuva, um ano de fartura, um ano no qual TU hás de conduzir TEU povo Israel erguidos à sua terra, um ano no qual TU subjugarás nações sob TEU povo Israel, um ano no qual TU nos inscreverás para uma boa vida, um ano no qual TEU povo, a Casa de Israel, não dependerá um do outro nem de qualquer outro povo para seu sustento, um ano no qual TU reterás (e refrearás) de nós noaítas e de todo TEU povo, a Casa de Israel, a praga e o inimigo destrutivo, um ano no qual mulher alguma abortará o fruto de seu ventre. (Shetehê Hashaná)|

 

SEGUNDA (28/9) APÓS O PÔR DO SOL

Hashém reinará para todo o sempre, sim, teu D’US, ó Tsión, por todas as gerações — (portanto) Louvai Hashém!
TU, Hashém, distingue entre a luz e a escuridão, entre o dia e a noite, entre a semana que termina e a que começa, entre Israel e as nações, que juntos são parceiros em um único propósito sagrado: “Preencher toda a terra com o Conhecimento de Hashém” até que “D’US seja UM sobre toda a terra e O SEU NOME (Hashém) UM (em toda a terra).” Agora bendizei Hashém todos os servos de Hashém que estão na Casa de Hashém (no Bet Hamicdásh — o Templo de Yerushaláim) à noite para louvá-LO. Ergam suas mãos em santidade e bendizei Hashém. E que Hashém, CRIADOR dos céus e da terra, vos abençoe desde Tsión.
Hashém, ouve minha prece e atende as minhas súplicas. Para mostrar TUA retidão, responde-me de acordo com TUA justiça. Deixa-me sentir TUA bondade (cedo) pela manhã, pois em TI coloquei toda a minha confiança.
Mostra-me o caminho que devo trilhar, pois a TI elevei minha alma. Ensina-me a fazer TUA vontade, pois TU és meu D’US; que TEU espírito de bondade me conduza por caminhos planos (para que eu não tropece e peque). Por TEU NOME, ó Hashém, faze-me viver; com TUA justiça resgata minha alma da aflição. (Tehilím/Salmos 146:10; Yeshayáhu/Isaías 11:9; Tehilím/Salmos 47:3, 8-9; Zechariá/Zacarias 14:9; Tehilím/Salmos 134; 143:1, 8, 10-11) (Da Havdalá quanto ao término do Ióm Kipur.)|

 

AO PÔR DO SOL DA SEGUNDA 28/9,
FIM DO IÓM KIPÚR



Ióm Kipúr dos Próximos Anos

• 2021:
de 15 de Setembro (ao pôr do sol) a 16 de Setembro (ao pôr do sol)

• 2022:
de 04 de Outubro (ao pôr do sol) a 05 de Outubro (ao pôr do sol)

• 2023:
de 24 de Setembro (ao pôr do sol) a 25 de Setembro (ao pôr do sol)

• 2024:
de 11 de Outubro (ao pôr do sol) a 12 de Outubro (ao pôr do sol)

• 2025:
de 1° de Outubro (ao pôr do sol) a 02 de Outubro (ao pôr do sol)



 

O Projeto Noaismo Info é imensamente e eternamente grato a Hashém por nos conceder a responsabilidade de trazer este Guia de RÓSH HASHANÁ e IÓM KIPÚR para os noaítas brasileiros e/ou falantes da Língua Portuguesa. Bendito é Hashém. Nosso eterno agradecimento também ao Rav Shimshon Bisker pela parceria.



Dedicado a M., S., N., E., F., e, S.

Padrão
Bnei Noach

NOVA PÁGINA PARCIALMENTE PUBLICADA

A Fé Original: Noaismo.info

O Site Bnei Noach

 

B”H

 

O Projeto Noaísmo Info — o site Bnei Noach — tem o prazer de anunciar que a nossa nova página já está parcialmente publicada

 

https://a-fe-original–noaismo.info/site-bnei-noach-o-rebe-diz-nao-a-judaizacao-de-bnei-noach/

Leia se tiver coragem!

Site Bnei Noach (BRA)_Bnei Noach_Filhos de Noé_Leis Universais_Noaismo.info

https://a-fe-original–noaismo.info/site-bnei-noach-copyright/

Padrão
Bnei Noach

Nova página do site noaismo.info

A Fé Original: Noaismo.info

O Site Bnei Noach

 

B”H

 

No mês de aniversário do Projeto Noaísmo Info, uma nova página, graças a D’us.

Confira:

https://a-fe-original–noaismo.info/site-bnei-noach-palavras-do-rebe-a-toda-a-humanidade-a-todos-os-nao-judeus-do-mundo/

Bnei Noach_Noaismo.info_Copyright_2020

Site Bnei Noach (BRA)_Bnei Noach_Filhos de Noé_Leis Universais_Noaismo.info

Padrão
Bnei Noach, Perguntas & Respostas (e Guia Bnei Noach)

Bnei Nôach, uma religião?

A Fé Original: Noaismo.info

O Site Bnei Noach

 

B”H

 

(Atenção:
Nas palavras transliteradas, o “ch” tem som de “RR”. Exemplo: Nôach.

Nas palavras transliteradas, o “sh” tem som de “CH”. Exemplos: Bereshít; Hashém.)

 

Bnei Noach é religião?

Perguntas E Respostas

 

É o movimento Bnei Nôach uma religião – uma nova religião? É o movimento Bnei Nôach uma religião para não-judeus criada por rabinos?

 

Por Rabi Moshe Genuth (Chabad)

 

Em nossos tempos, o Rebe de Lubavítch – Rabí Menachem Mendel Schneerson – trouxe as leis dos Bnei Nôach (Filhos de Noá) à vanguarda de nossos esforços por trazer a paz definitiva e a prosperidade ao povo judeu e ao mundo inteiro. Repetidamente o Rebe explicou que o mundo está preparado para aceitar a responsabilidade destas leis e de renovar o pacto feito entre Nôach (Noá) e o Todopoderoso depois do Dilúvio, como lemos em Bereshít/Gênesis.

As Leis dos Bnei Nôach NÃO são outra religião que os judeus estão tentando encorajar os não-judeus a aceitar. Decerto, elas não são de forma alguma uma religião, mas sim uma estrutura para criar um mundo melhor, uma humanidade melhor baseada na união da qual cada ser humano pode desfrutar com seu CRIADOR.

Mesmo que práticas à primeira vista, em geral o pacto de Nôach é baseado em princípios cujo valor e importância para criar uma sociedade justa e moral são facilmente reconhecidos pela maioria, se não por todos os povos do mundo em nossos dias.

Mas os princípios destas leis são diferentes de qualquer conjunto de leis racionais que podem ser estabelecidas por um tribunal da atualidade, porque foram estabelecidas pelo PRÓPRIO CRIADOR e entregues a nós como a base para SEU relacionamento com a humanidade como um todo.

Para além de seus aspectos positivos, o renascimento espiritual que o mundo experimenta hoje tem produzido o que se descreve como um choque de civilizações, cujo final não pode ser previsto. Em vez de incentivar a paz, a compreensão e a tolerância, as diferentes atitudes e alegações que cristãos e muçulmanos propõem em relação ao CRIADOR estão ameaçando causar uma tremenda confusão. Este é exatamente o tempo para que o povo judeu cumpra com sua missão como povo escolhido por Hashém e, junto com os não-judeus que já adotaram e se comprometeram com as leis dos Bnei Nôach, se dedique a propagar a mensagem destas leis e oferecer esperança, na forma de um pacto verdadeiramente universal entre o homem e Hashém, de uma nova era que pode emergir sobre todos nós.

O Rebe de Lubavítch imputou sobre seus irmãos e irmãs judeus a necessidade e obrigação de serem receptivos às necessidades espirituais dos não-judeus, até chegarem aos seus corações com A Verdade. Por conseguinte, a maioria dos centros Chabád Lubavítch estão procurando ensinar aos não-judeus como serem Bnei Nôach ao mesmo tempo em que os conecta com a autoridade de Torá local para propiciar seu crescimento contínuo e feliz.

De acordo com o Rebe, trazer as sete leis dos Bnei Nôach para o mundo gentio é um dos esforços mais valiosos para todos os judeus.

 

[E o próprio Rebe nunca disse que ‘os não-judeus receberam de D’us uma ou alguma religião (práticas religiosas ou rituais)’, e sim que “as nações do mundo receberam um código Divino de conduta, as Sete Leis Noaíticas.”

O Rabi Maimônides legisla que uma das Leis Divinas Universais é: “Não se deve permitir dar origem a alguma religião.”]

 

Por Rabi Moshe Genuth (Chabad)
© Rabi Moshe Genuth

Rabi Moshe Genuth é o editor em inglês do livro Kabbalah and Meditation for the Nations do Rabi Yitzchak Ginsburgh (Instituto Gal Einai Israel).

Traduzido do espanhol por Noaismo.info © Noaismo.info

Bnei Noach_Noaismo.info_Copyright_2020

Site Bnei Noach (BRA)_Bnei Noach_Filhos de Noé_Leis Universais_Noaismo.info

https://a-fe-original–noaismo.info/site-bnei-noach-copyright/

 

MAS…

Se Bnei Nôach não é uma religião, significa isso que os Bnei Nôach não tem obrigação de acreditar em D’us e de orar para D’us?

Será que acreditar em D’us e orar para ELE torna o movimento Bnei Nôach uma religião?

O Rebe responde estas perguntas. Veja em:

https://a-fe-original–noaismo.info/site-bnei-noach-palavras-do-rebe-a-toda-a-humanidade-a-todos-os-nao-judeus-do-mundo/

Padrão
Bnei Noach

O Credo de Noá (Declaração Noaítica)

A Fé Original: Noaismo.info

O Site Bnei Noach

 

B”H

 

Em homenagem ao Rebe (Rabi Menachem Mendel Schneerson), Líder de nossa geração.

 

O Credo de Noá (Declaração Noaítica)

Veja-o em:

https://a-fe-original–noaismo.info/2017/09/09/site-bnei-noach-guia-de-bencaos-e-oracoes-diarias-para-os-bnei-noach/

Padrão