A Fé da Torá (Judaica/Noaítica), Perguntas & Respostas (e Guia Bnei Noach), Sobre nós, Vídeo

O Projeto Noaismo Info acredita que o Rebe é o Mashiach?

PERGUNTAS & RESPOSTAS

 

Pergunta:
O Projeto Noaismo Info acredita que o Rebe é o Mashiach? Vocês apoiam esta ideia?

E além disso, os Bnei Noach podem acreditar que o Rebe do Chabad (Rabi Menachem Mendel Schneerson) é o Mashíach?

 

Resposta:
Ficamos felizes em responder as suas perguntas.
Vamos aos esclarecimentos:

A posição do Projeto Noaismo Info sobre a identidade do Mashíach (do messias) é a mesmíssima posição do nosso Rabino Consultor, o Rav Shimshon Bisker, a saber, que quando O PRÓPRIO Hashém o revelar, então aí sim nós o anunciaremos.

Também aproveitamos a ocasião para trazermos aqui a posição da Ask Noah. O Rabi Dr. Michael Schulman, dono e diretor da Organização Ask Noah International, declarou para o Projeto Noaismo Info:
“A política oficial da minha organização Ask Noah International é que não promovemos, nem negamos, a questão de se o Rebe era ou é Mashíach presumido (Mashiach Be Chazaká) ou definitivo (Mashiach Vadái).
Meu entendimento é que a questão de se o Rebe SERÁ Mashíach Vadái é uma questão de fé.”

 

O Rabino Consultor do Projeto Noaismo Info, o Rav Shimshon Bisker, nos declarou:
O Rebe foi um grande tsadíc, ninguém discute, somente que declarar um messias é muito grave (mesmo quando se trata de um grande tsadíc que pode ser que realmente tinha a possibilidade de ser revelado como o messias).
O problema é que muitas pessoas já anunciam o Rebe como o messias, e não que será o messias.
A tentativa de promover um messias (que pode vir dos vivos ou dos mortos, segundo o próprio Talmud) não se trata de avodá zará (idolatria). De toda forma, anunciar um messias é grave e quando tentam nos forçar a receber um messias, devemos tomar cuidado e saber como tratar do tema. Uma posição neutra é melhor para não acabar falando do que não é necessário, entrando em discussões, e também não entrar em questões as quais “não fomos chamados”… .”

 

Abaixo, no vídeo, o nosso Rabino Consultor, o Rav Shimshon Bisker, discorre um pouco mais sobre este tema.

Finalizaremos esta matéria com palavras do Rabi Avigdor Miller:
“Quero contar-lhes umas palavras do velho Rebe de Lubavitch (o rebe anterior) — não sou um lubavitcher, mas o velho Rebe de Lubavitch disse algo. Em seu tempo, houve um certo ano em que eles disseram que o Mashíach (Messias) viria naquele mesmo ano. Ele se arriscou muito.
“O Mashíach virá este ano”, disse ele.
Isso foi há muitos anos — o velho Rebe (o rebe anterior), não o de agora.

E os lubavitcher? Eles estavam se organizando, fazendo pronunciamentos: “Este ano! Este ano!”
Todo mundo estava ridicularizando isso.
E o ano passou e nada aconteceu.
Então eu lhe ofereci um consolo; lhes ofereci meu pequeno simples consolo. Eu disse: “O Rebe de Lubavitch tem razão; ele estava certo. Ele mesmo redimiu muitos judeus de se perderem; ele foi um Mashíach para muitos judeus.”

E quanto a você? Só se vive uma vez neste mundo, e seu trabalho é ser um Mashíach para resgatar ao menos a si mesmo. E se alguém vem e lhe resgata como o velho Rebe de Lubavitch fez, ele também é um Mashíach.

O velho Rebe de Lubavitch fundou yeshivás onde quer que ele fosse. Para quantas crianças, para quantos meninos e meninas judeus, ele era um Mashíach? Deste modo o Mashíach veio; em certo sentido veio.

E por conseguinte, mesmo sendo uma virtude que todos devam esperar todos os dias que o Mashíach venha, mas, enquanto isso ocupem-se e se redimam. Você ouviu isso? Não espere. Há muita coisa para fazer.”

 

© Projeto Noaismo Info
© Rabi Dr. Michael Schulman
© Rav Shimshon Bisker
© Rabi Avigdor Miller
Todas as traduções por Projeto Noaismo Info: © Projeto Noaismo Info
Vídeo editado por Projeto Noaismo Info

Site Bnei Noach (BRA)_Bnei Noach_Filhos de Noé_Leis Universais_Noaismo.info

https://a-fe-original–noaismo.info/site-bnei-noach-copyright/

Padrão
A Fé da Torá (Judaica/Noaítica), Judaísmo

A prova de que Jesus não é o mashiach

 

Muitos ex-cristãos — se não todos — que agora são Noaítas ou Bnei Noach pensam que para o judaísmo a maior prova de que Yeshu (Jesus) não é o mashíach (messias) é o não cumprimento das profecias bíblicas messiânicas. Porém, na verdade, dentro do próprio judaísmo este fator (o não cumprimento das profecias messiânicas) ou é o menor — ou o menos importante — de todos os fatores, ou, de fato, ele nem sequer é levado em conta.

Conhecemos os Trezes Princípios da Torá e sabemos que eles afirmam:

“Sétimo Princípio: Moisés é o maior profeta, não houve antes dele, nem haverá depois quem o iguale;

Oitavo Princípio: a Torá, conforme nós a conhecemos (tanto a escrita quanto a oral), foi dada por D’us a Moisés e por ele transmitida até as nossas gerações. Moisés recebeu diretamente de D’us, no monte Sinai, duas Torót: uma escrita e a outra oral;

Nono Princípio: a Torá é imutável;

Décimo Segundo Princípio: o mashíach (o verdadeiro messias) virá, e embora demore, sua vinda deve ser aguardada diariamente.”

Como explica Chaim Szwertszarf:

“O sétimo elimina aqueles que reconhecem outro profeta completo e máximo, além de Moisés (como por exemplo, Yeshu (Jesus) ou Maomé).
O oitavo elimina os críticos que acham que a Torá (Pentateuco) não foi escrita por Moisés, mas que é obra posterior, escrita por diversos autores.
O nono elimina todas as novas mensagens que pretendem substituir ou acrescentar ou diminuir do que está escrito no Pentateuco ( como por exemplo, o Novo testamento ou o Coran).
O décimo segundo elimina aqueles que dizem que o Messias já se revelou em absoluto.”

 

Como podemos observar, o 8° Princípio diz que Hashém deu duas Torót, uma escrita e a outra oral. E explicando sobre a identidade do Mashíach, Rabí Maimônides ou Rambám, declarou:

“O mashíach estudará a Torá de acordo com a Torá Escrita e a Torá Oral.”

Sobre esta afirmação de Rambám, o Rabí Abraham Stone, em seu ‘Highlights of Moshiach’, publicado pela S. I. E. (1992), diz:

“Por que Rambam adiciona estas palavras? Isso segue o final da Halachá 3 (em edições sem censura): ‘Quem quer que adicione à [Torá] ou exclui da Torá, ou interpreta a Torá incorretamente, ele é certamente um malfeitor e um herege (isso nega qualquer crença em Yeshu como o Mashiach)’.”

 

Portanto, para o Judaísmo basta apenas o fato de que Yeshu (Jesus) não seguiu a Torá nem de uma forma nem de outra* para ele ser descartado como o mashíach.

* Para aqueles messiânicos (cristãos que fingem ser judeus se travestindo de judeus) que iludidos ainda pensam que isso não é verdade e que Yeshu seguia sim, corretamente, a Torá e, portanto, não ensinou nada de diferente, ou seja, nada estranho à ela, daremos apenas dois exemplos: vejam João 14:6, e, João 8:42, 44, e tentem encontrar qualquer ponto em comum ou encontrar qualquer conexão dessas palavras com as palavras da Torá.

 

Escrito por Projeto Noaismo Info: © Projeto Noaísmo Info

Site Bnei Noach (BRA)_Bnei Noach_Filhos de Noé_Leis Universais_Noaismo.info

https://a-fe-original–noaismo.info/site-bnei-noach-copyright/

Padrão
A Fé da Torá (Judaica/Noaítica), Judaísmo

Os Verdadeiros Judeus Messiânicos

 

Os Verdadeiros Judeus Messiânicos:
os judeus que têm permanecido fiéis ao judaísmo

 

Por moré Yosef Ben Shlomo Hakohen

Como sabemos, o cristianismo diviniza Jesus e também o vê como o Messias prometido; assim, alguns judeus que têm adotado crenças cristãs nos últimos anos começaram a chamar a si mesmos de “judeus messiânicos”. Precisamos nos lembrar, entretanto, que eles não têm direito a este título já que ele pertence aos judeus que têm permanecido fiéis ao judaísmo e que, portanto, aguardam o verdadeiro Messias.

Uma das principais razões pelas quais os judeus que adotaram as crenças cristãs, incluindo a divinização de Jesus, não devem ser chamados de “judeus messiânicos” é porque nossas escrituras sagradas definem o Messias como um ser humano. Por exemplo, o Profeta Isaías descreve o Messias como um homem que descende de Jessé, o pai de Davi:

“Um rebento sairá do tronco de Ishai (Jessé) e um ramo de suas raízes brotará. E sobre ele pousará o espírito de Hashém, espírito de sabedoria e de compreensão, de capacidade de aconselhamento e de fortaleza, de conhecimento e de temor a Hashém.” (Isaías 11:1-2 Bíblia Hebraica Editora Sêfer)

A passagem acima indica claramente que o Messias é um ser humano iluminado que teme D’US, mas que não é D’US. Os cristãos, no entanto, chamam o homem que vêem como o Messias de “Deus e Salvador” – uma crença que contradiz a seguinte proclamação divina: “EU, SOMENTE EU, sou D’US, e não há SALVADOR além de MIM.” (Isaías 43:11)

Outra razão importante pela qual os judeus que têm adotado crenças cristãs não devem ser chamados de “judeus messiânicos” é porque Isaías revela na passagem seguinte que o verdadeiro Messias inaugurará uma era de paz mundial e de iluminação espiritual quando ele vier; além disso; na era do Messias, D’US também reunirá [em Israel] todos os exilados [do povo] de Israel:

“Não causarão dano e nada destruirão em MEU santo Monte (Tsión), porque o mundo inteiro estará repleto do Conhecimento de Hashém, como as águas cobrem o mar. Nesse dia o descendente de Ishai será como um estandarte de ponto de encontro para todos os povos. A ele acorrerão todas as nações, e a sua paz será com honra. Será nesse dia que Hashém O MESTRE de todos mais uma vez mostrará SUA mão para recuperar os remanescentes de SEU povo (Israel) que tiverem ficado na Assíria, no Egito, em Patros, em Cush, em Elam, em Shinar, em Chamat, e nas ilhas do mar. ELE erguerá um estandarte para as nações e ajuntará os dispersos de Israel; e ELE reunirá (em Israel) os dispersos de Judá dos quatro cantos da Terra.” (Isaías 11:9-12)

As profecias acima não foram cumpridas durante a vida de Jesus; assim, vê-lo como o Messias é uma traição à tradição profética. Os verdadeiros judeus messiânicos são aqueles que esperam o verdadeiro Messias que inaugurará a era da paz e da iluminação espiritual para Israel e para o mundo. Neste espírito, eles proclamam o seguinte princípio de nossa fé: “Eu creio com total fé na vinda do Messias, e ainda que ele possa se atrasar, no entanto, espero cada dia por sua chegada.”

Enquanto estou sentado em minha casa em Jerusalém, oro para que nossos irmãos e irmãs perdidos que têm adotado crenças cristãs retornem para seu D’US Único e Amoroso, para sua Torá que dá vida e para seu povo, para quem foi dada a Torá e suas interpretações.

Por moré Yosef Ben Shlomo Hakohen

© Yosef Ben Shlomo Hakohen
© Projeto Noaismo Info: traduzido do inglês por © Projeto Noaísmo Info

Site Bnei Noach (BRA)_Bnei Noach_Filhos de Noé_Leis Universais_Noaismo.info

https://a-fe-original–noaismo.info/site-bnei-noach-copyright/

 

Veja também

https://a-fe-original–noaismo.info/2019/12/09/site-bnei-noach-um-alerta-especialmente-para-os-judeus-cuidado-com-os-autointitulados-judeus-messianicos/

E

https://a-fe-original–noaismo.info/2020/08/03/site-bnei-noach-uma-carta-para-os-bnei-noach/

Padrão
Bnei Noach

Seja uma boa pessoa

 

Seja Uma Boa Pessoa

Para trazer o Mashíach, precisamos de boas pessoas. Com todo o devido respeito às Mitsvót que nós cumprimos e à Chassidút que nós aprendemos, Mashíach virá se cada um de nós for uma boa pessoa. Isto se aplica tanto aos judeus quanto aos não-judeus.
O valor numérico de Mashíach é igual a: yihyê ish tov/será uma boa pessoa.

 

Por Rabi Yitzchak Ginsburgh
(Gal Einai Israel)

Traduzido por Projeto Noaismo Info

Site Bnei Noach (BRA)_Bnei Noach_Filhos de Noé_Leis Universais_Noaismo.info

https://a-fe-original–noaismo.info/site-bnei-noach-copyright/

Padrão
Bnei Noach

Uma Mensagem do Rabi Eli Levy

ב”ה

Uma Mensagem do Rabi Eli Levy (Chabad)

 

Um Mashíach Real

 

Para muitos, a era messiânica é um mito inalcançável e utópico. Mas para nós, (judeus) chassidim, é uma realidade possível. Já nos sentimos no mundo vindouro.

O Rebe (Rabino Menachem Mendel Schneerson) nos pediu para trazer o Mashíach. Trazemo-lo com boas ações, trazendo luz à nossa volta e vendo a era messiânica como algo atual e verdadeiro.

O Mashíach está a um passo.

Por Rabi Eli Levy
© Jabad.com (Chabad)

Traduzido do espanhol por Projeto Noaismo Info: © Projeto Noaismo Info

Site Bnei Noach (BRA)_Bnei Noach_Filhos de Noé_Leis Universais_Noaismo.info

https://a-fe-original–noaismo.info/site-bnei-noach-copyright

Padrão