A Fé da Torá (Judaica/Noaítica), Perguntas & Respostas (e Guia Bnei Noach), Sobre nós, Vídeo

O Projeto Noaismo Info acredita que o Rebe é o Mashiach?

PERGUNTAS & RESPOSTAS

 

Pergunta:
O Projeto Noaismo Info acredita que o Rebe é o Mashiach? Vocês apoiam esta ideia?

E além disso, os Bnei Noach podem acreditar que o Rebe do Chabad (Rabi Menachem Mendel Schneerson) é o Mashíach?

 

Resposta:
Ficamos felizes em responder as suas perguntas.
Vamos aos esclarecimentos:

A posição do Projeto Noaismo Info sobre a identidade do Mashíach (do messias) é a mesmíssima posição do nosso Rabino Consultor, o Rav Shimshon Bisker, a saber, que quando O PRÓPRIO Hashém o revelar, então aí sim nós o anunciaremos.

Também aproveitamos a ocasião para trazermos aqui a posição da Ask Noah. O Rabi Dr. Michael Schulman, dono e diretor da Organização Ask Noah International, declarou para o Projeto Noaismo Info:
“A política oficial da minha organização Ask Noah International é que não promovemos, nem negamos, a questão de se o Rebe era ou é Mashíach presumido (Mashiach Be Chazaká) ou definitivo (Mashiach Vadái).
Meu entendimento é que a questão de se o Rebe SERÁ Mashíach Vadái é uma questão de fé.”

 

O Rabino Consultor do Projeto Noaismo Info, o Rav Shimshon Bisker, nos declarou:
O Rebe foi um grande tsadíc, ninguém discute, somente que declarar um messias é muito grave (mesmo quando se trata de um grande tsadíc que pode ser que realmente tinha a possibilidade de ser revelado como o messias).
O problema é que muitas pessoas já anunciam o Rebe como o messias, e não que será o messias.
A tentativa de promover um messias (que pode vir dos vivos ou dos mortos, segundo o próprio Talmud) não se trata de avodá zará (idolatria). De toda forma, anunciar um messias é grave e quando tentam nos forçar a receber um messias, devemos tomar cuidado e saber como tratar do tema. Uma posição neutra é melhor para não acabar falando do que não é necessário, entrando em discussões, e também não entrar em questões as quais “não fomos chamados”… .”

 

Abaixo, no vídeo, o nosso Rabino Consultor, o Rav Shimshon Bisker, discorre um pouco mais sobre este tema.

Finalizaremos esta matéria com palavras do Rabi Avigdor Miller:
“Quero contar-lhes umas palavras do velho Rebe de Lubavitch (o rebe anterior) — não sou um lubavitcher, mas o velho Rebe de Lubavitch disse algo. Em seu tempo, houve um certo ano em que eles disseram que o Mashíach (Messias) viria naquele mesmo ano. Ele se arriscou muito.
“O Mashíach virá este ano”, disse ele.
Isso foi há muitos anos — o velho Rebe (o rebe anterior), não o de agora.

E os lubavitcher? Eles estavam se organizando, fazendo pronunciamentos: “Este ano! Este ano!”
Todo mundo estava ridicularizando isso.
E o ano passou e nada aconteceu.
Então eu lhe ofereci um consolo; lhes ofereci meu pequeno simples consolo. Eu disse: “O Rebe de Lubavitch tem razão; ele estava certo. Ele mesmo redimiu muitos judeus de se perderem; ele foi um Mashíach para muitos judeus.”

E quanto a você? Só se vive uma vez neste mundo, e seu trabalho é ser um Mashíach para resgatar ao menos a si mesmo. E se alguém vem e lhe resgata como o velho Rebe de Lubavitch fez, ele também é um Mashíach.

O velho Rebe de Lubavitch fundou yeshivás onde quer que ele fosse. Para quantas crianças, para quantos meninos e meninas judeus, ele era um Mashíach? Deste modo o Mashíach veio; em certo sentido veio.

E por conseguinte, mesmo sendo uma virtude que todos devam esperar todos os dias que o Mashíach venha, mas, enquanto isso ocupem-se e se redimam. Você ouviu isso? Não espere. Há muita coisa para fazer.”

 

© Projeto Noaismo Info
© Rabi Dr. Michael Schulman
© Rav Shimshon Bisker
© Rabi Avigdor Miller
Todas as traduções por Projeto Noaismo Info: © Projeto Noaismo Info
Vídeo editado por Projeto Noaismo Info

Site Bnei Noach (BRA)_Bnei Noach_Filhos de Noé_Leis Universais_Noaismo.info

https://a-fe-original–noaismo.info/site-bnei-noach-copyright/

Padrão
A Fé da Torá (Judaica/Noaítica), Bnei Noach, Perguntas & Respostas (e Guia Bnei Noach)

As Sete Leis de Noá da Torá são eternas para os Bnei Noach assim como o povo judeu também é eterno

As Sete Leis de Noá da Torá são eternas para os Bnei Noach assim como o povo judeu também é eterno

 

Por Projeto Noaísmo Info e O Rebe

 

Desde que o ser humano foi criado por Hashém que toda a humanidade está sujeita ao cumprimento das Sete Leis Divinas Universais, primeiramente dadas a Adám e Chavá (Adão e Eva), e posteriormente dadas a Nôach (Noá) e Naamá, e finalmente reveladas a toda a humanidade através da Torá, entregue por Hashém a Moshé (Moisés) e ao povo judeu no monte Sinái em 2448 depois da Criação.
Portanto, diferente das 613 mitsvót judaicas que foram surgindo gradativamente desde Avrahám (Abraão) (o primeiro judeu) até a entrega da Torá no Sinái, as Sete Leis Universais existiram desde sempre. E o surgimento do povo judeu se deu exatamente por causa delas, das Leis Universais de Hashém, ou seja, o povo judeu surgiu não para por um fim nelas, mas para protegê-las (do esquecimento das nações por causa de rejeição e abandono).
Todas as nações — todos os povos — são criações de D’us, obviamente. O povo judeu também é criação de D’us. Mas, mais do que apenas ser criação de D’us, o povo judeu foi escolhido por D’us para servi-LO eternamente (nunca O abandonando por completo, nunca O esquecendo por completo) e para representá-LO diante de todas as nações do mundo*. (* “Uma nação de sacerdotes — o povo a quem ELE escolhera para SI, para receber SUA Torá e para servir de guia e inspiração [espiritual e moral] aos demais povos do mundo. Ensinamos ao mundo o monoteísmo e lhes demos a nossa Torá, que é a base da civilização e da fé entre os homens.” – Revista Morashá) Assim, mesmo que a partir de então todas as pessoas do mundo abandonassem seu CRIADOR e se esquecessem de SUAS Leis Universais, o povo judeu estaria ali servindo como um lembrete, um aviso Divino, para elas.
Mas, se — como está evidente acima — o povo judeu tem uma missão divina diferente da missão divina de todas as outras nações, o que torna o judeu diferente do não-judeu? Qual é a diferença entre o judeu e o não-judeu?
O próprio Rebe, o Rabi Menachem Mendel Schneerson, o líder espiritual da nossa geração, responde:

“Somos todos iguais, biologicamente e fisiologicamente. Só que o papel do judeu é diferente do papel do não-judeu. D’us fez estas distinções e ninguém pode mudar isso. A diferença entre judeus e não-judeus se expressa em relação à observância da Torá. Se requer que o povo judeu observe 613 mitsvót da Torá e que os gentios do mundo só cumpram as Sete Leis Noaíticas (Universais). Esta não é uma responsabilidade pequena, já que é um ingrediente essencial na criação do mundo.”

O povo judeu é diferente dos povos não-judeus porque recebeu do MESMO CRIADOR 613 mandamentos: as Sete Leis Universais (sim, os judeus não estão dispensados delas) acrescidas de 606 mandamentos. Isto é o que identifica o judeu, esta é a sua identidade, esta é a Identidade Judaica (estar sujeito ao cumprimento de 613 mandamentos divinos).
Se o povo judeu surgiu para assegurar que todas as pessoas do mundo NUNCA se esquecessem das Sete Leis Universais de Hashém, então, assim como o povo judeu é eterno, assim também as Sete Leis Universais de Hashém são eternas para todos os povos. Como Hashém é eterno, nada do que ELE cria se desfaz. Portanto, as Sete Leis Universais de Hashém são eternas, vão existir para sempre. E para serem cumpridas por quem? Pelos não-judeus, é óbvio. Então os não-judeus também existirão para sempre, pois também são criações de Hashém. E dessa maneira, portanto, o mesmo se dá com o povo judeu e com as 613 mitsvót da Torá, cada um também existirá para sempre.
“Assim como D’us é eterno, também é eterna a sua aliança com o povo judeu.”
“Assim como D’us é eterno, assim também o povo judeu é eterno.”
“A Torá é eterna, e tudo o que nela está escrito também é eterno.”
“Nosso interesse (dos judeus) não é eliminar as nações do mundo, mas refiná-las. Elas não deixam de existir após a conclusão do processo de refinamento (do mundo). Mesmo no futuro (messiânico), as nações continuarão a existir.” Continuar lendo

Padrão
A Fé da Torá (Judaica/Noaítica), Bnei Noach, Perguntas & Respostas (e Guia Bnei Noach)

Nova Página do Site

Apresenta

 

Pela graça de D’us, uma nova página no site

 

https://a-fe-original–noaismo.info/o-que-e-o-refinamento-do-mundo-dos-nao-judeus/

Site Bnei Noach (BRA)_Bnei Noach_Filhos de Noé_Leis Universais_Noaismo.info

Padrão
Bnei Noach

Seja uma boa pessoa

 

Seja Uma Boa Pessoa

Para trazer o Mashíach, precisamos de boas pessoas. Com todo o devido respeito às Mitsvót que nós cumprimos e à Chassidút que nós aprendemos, Mashíach virá se cada um de nós for uma boa pessoa. Isto se aplica tanto aos judeus quanto aos não-judeus.
O valor numérico de Mashíach é igual a: yihyê ish tov/será uma boa pessoa.

 

Por Rabi Yitzchak Ginsburgh
(Gal Einai Israel)

Traduzido por Projeto Noaismo Info

Site Bnei Noach (BRA)_Bnei Noach_Filhos de Noé_Leis Universais_Noaismo.info

https://a-fe-original–noaismo.info/site-bnei-noach-copyright/

Padrão
Bnei Noach

Nova página do site do Projeto Noaismo Info

 

No mês de aniversário do Projeto Noaísmo Info, uma nova página, graças a D’us.

Confira:

https://a-fe-original–noaismo.info/site-bnei-noach-palavras-do-rebe-a-toda-a-humanidade-a-todos-os-nao-judeus-do-mundo/

Site Bnei Noach (BRA)_Bnei Noach_Filhos de Noé_Leis Universais_Noaismo.info

Padrão