Bnei Noach pode usar tsitsit e kipá?

Perguntas & Respostas

 

Pergunta:

Rabi, sou Bnei Noach, posso usar tsitsit e quipá?

 

Resposta:

Não, você deve se concentrar especificamente nas sete mitsvót.

Por Rabinos da Hidabroot Brasil (Organização mundial Hidabroot, a maior Rede de Televisão Judaica do mundo (sede em Israel))

 

Veja mais em:

https://a-fe-original–noaismo.info/2017/11/23/os-bnei-noach-e-o-talit-tsitsit/

https://a-fe-original–noaismo.info/2015/11/14/os-bnei-noach-e-o-uso-da-kipa/

 

A Organização mundial JUDAICA Hidabroot (ou, Hidabrut) tem como fundador e presidente o Rabi Zamir Cohen (autor, por exemplo, de A Revolução Iminente: A Ciência Descobre as Verdades Bíblicas), produtor do primeiro canal de televisão judaica ortodoxa do seu tipo.

 

“Esse é o nosso objetivo (da Hidabroot) — conectar o povo judeu à Torá e com o nosso PAI CELESTIAL.
Todo mundo (i.e., todo judeu) tem de ser um sheliach. Parte de nossa responsabilidade para com o nosso próximo é aproximá-lo da Torá. Noach foi criticado por ser um tsadíc privado. Em vez de ensinar as pessoas sobre o ONIPOTENTE onde quer que ele fosse, como Avraham, ele esperou que as pessoas viessem até ele.”
— Rabi Zamir Cohen.

Site Bnei Noach (BRA)_Bnei Noach_Filhos de Noé_Leis Universais_Noaismo.info

© Projeto Noaismo Info (Site Bnei Noach)

Os Bnei Noach e o talít (tsitsít)

Os noaítas e o talit (tsitsit)

Perguntas e Respostas

 

Por Projeto Noaismo Info e Ask Noah Int. e Rav Shimshon Bisker

 

Pergunta:
Tem um livro que enumera seis mandamentos divinos judaicos proibidos para os Bnei Noach (noaítas). Não está citado nesta lista o uso de talít por um noaíta. Assim, minhas perguntas são:

O noaíta pode usar talít?
Existe talít noaítico (ou seja, talít para não-judeus, mais especificamente para noaítas (Filhos de Noá/Benêi Nôach))?
O noaíta pode usar algo semelhante a um talít?

 

Resposta:
De fato, pouquíssimos mandamentos judaicos são expressamente e especificamente proibidos para os não-judeus. No entanto, isso não significa que porque outras mitsvót não são proibidas então os Bnei Noach podem se comprometer com elas. Mesmo que não há nenhuma proibição para outros mandamentos judaicos, ainda assim, de toda forma, eles são impróprios para os Bnei Noach — eles não são necessários para os Bnei Noach e daí é apropriado que os Bnei Noach se ocupem com as suas obrigações.
Este é o caso de inúmeros símbolos do judaísmo. Um deles, por exemplo, o talít.

Vejamos o que é um talít.
Leia a explicação em:

http://pt.chabad.org/library/article_cdo/aid/602882/jewish/Talit-e-Tsitsit.htm

 

Como pode-se inferir da leitura deste link, o talit (xale de orações) — talit gadol (grande) e talit catán (pequeno) — com o seu tsitsít (franjas) são observâncias concernentes, pertencentes, referentes aos judeus. Isso fica mais evidente ainda nas próprias berachót (bênçãos) recitadas pelos judeus:

(ao vestir o talit catán)
“Bendito és…, que… nos ordenou (aos judeus) sobre a mitsvá (lei) de tsitsít”;

(e ao envolver-se no talit gadol)
“Bendito és…, que… nos ordenou (aos judeus) envolver-se em tsitsít.”

Tanto Rabi Maimônides quanto o Rebe esclarecem que as berachót (bênçãos) são um meio de se saber quais mitsvót são específicas dos judeus, ou em outras palavras, impróprias, indevidas, para não-judeus.

Portanto, não existe talít noaítico — não existe talít e tsitsít próprios para noaítas. O talit gadól e o talit catán com os seus tsitsiót são materiais caracteristicamente judaicos. E daí também os noaítas não podem de maneira alguma vesti-los, e nem se vestirem de algo parecido.
O nosso querido Rabino Consultor do Projeto Noaísmo Info, o Rav Shimshon Bisker, de Israel, explica:
“Um ben-Noach não deve querer parecer e agir como judeu; e existe uma pressão errônea sobre esse tema. Essa é a verdade.”
O Rav Shimshon Bisker prossegue:
“De fato, ocorre um erro na visão da maioria dos bnei-Noach que tentam se conduzir como judeus. Em vez de colocarem ênfase e força no aprimoramento como ben-Noach, no que estão obrigados, se iludem com um sentimento judaico de um serviço que não cabe a eles.

Nós judeus devemos desestimular um ben-Noach de cumprir algo que não faz parte de sua função. Cada um deve se dedicar ao que cabe a si. Um ben-Noach deve colocar ênfase no crescimento da fé e do aprimoramento pessoal, e, também, dentro do possível, ajudar e apoiar o Povo de Israel a cumprir a sua função.

No caso de um ben-Noach que deseja cumprir Preceitos que não cabem a ele, nós devemos desestimular essa conduta. Um ben-Noach não deve se passar por judeu ou parecer ser judeu de forma alguma, já que isso gera mal-entendidos e mistura de identidades [espirituais] e pode causar também profanação do Nome de Hashém.”

 

O Rabi Jacob Immanuel Schochet (Chabad), que foi o primeiro rabino supervisor da Organização Internacional Ask Noah, diz:
“Os homens noaítas (ou mulheres) não devem comprar seu próprio talit gadol para usar durante suas orações diárias da manhã, ou um talit catán para usar continuamente (quer as franjas — tsitsít — estejam à mostra ou não). O talít é um símbolo caracteristicamente judaico. Assim, um noaíta que usa talít [pode acabar levando judeus e não-judeus à mal-entendidos, fazendo-os pensar que ele é judeu.]

Os noaítas não devem adquirir e/ou usar [em particular ou publicamente] talít (tsitsít) ou tefilín, ou fazer as outras coisas citadas em tal livro. Existem linhas claras de distinção(*) entre judeus e gentios e estas devem permanecer exatamente assim. [Veja

https://a-fe-original–noaismo.info/2018/05/06/nao-recebemos-nenhum-merito-por-observar-mandamentos-que-nao-nos-sao-pertinentes/

 

* Obviamente essas “linhas claras de distinção entre judeus e gentios” não são uma invenção dos judeus, elas foram divinamente estabelecidas. Sim, foi O PRÓPRIO Hashém QUEM as definiu (tratam-se das mitsvót chamadas Eidut (ou Edót)), e, portanto, aqueles que ultrapassam estes limites de identidade desrespeita O PRÓPRIO CRIADOR.]

 

(O Rabi Schochet prossegue)

E com todo o devido respeito, este interesse em uma roupa de oração para os noaítas [mesmo que fosse apenas] parecida com um talít com tsitsít (franjas) — quanto mais o próprio talít — pode ser o início de um caminho perigoso para o movimento Bnei Noach ou noaítico. Segue as mesmas linhas da fundação de uma nova forma de religião para os noaítas. É também uma distorção da idéia e do princípio do talít (judaico).

Portanto, deve-se enfatizar que as únicas “ferramentas de aprimoramento” para a oração dos noaítas são a sinceridade e a submissão a D’us.”

 

O Rabi Tzvi Freeman, editor do Chabad.org., explica sobre a ligação entre o noaísmo e o judaísmo (entre os noaítas/Benêi Nôach e os judeus/Benêi Yisrael):
“O caminho dos Filhos de Noá (Bnei Noach) está integralmente ligado ao povo judeu, mas nós judeus não queremos criar uma nova religião. Tampouco queremos que os Filhos de Noá estejam imitando as práticas que são específicas do povo judeu.”

 

Por Projeto Noaismo Info e Ask Noah Int. e Rav Shimshon Bisker

© Rabi Jacob Immanuel Schochet (Chabad)
© Ask Noah Int.
© Rav Shimshon Bisker

© Rabi Tzvi Freeman (Chabad)

Tradução do inglês por Projeto Noaismo Info: © Projeto Noaismo Info

Site Bnei Noach (BRA)_Bnei Noach_Filhos de Noé_Leis Universais_Noaismo.info

© Projeto Noaismo Info (Site Bnei Noach)

 

Veja também:

https://a-fe-original–noaismo.info/2018/06/12/mandamentos-para-os-judeus-e-mandamentos-para-os-bnei-noach/

 

https://a-fe-original–noaismo.info/2018/06/14/os-bnei-noach-e-o-uso-da-kipa/

 

https://a-fe-original–noaismo.info/2016/08/01/maimonides-e-os-bnei-noach/