Uma Mensagem do Rabi Eli Levy

Uma Mensagem do Rabi Eli Levy (Chabad)

 

Bereshít – Uma recordação da infância

 

Estimados Leitores:

Como todo começo, Bereshít (Gênesis), o primeiro livro da Torá, oculta os segredos e as chaves da humanidade como um todo. Do mesmo modo que na vida de um indivíduo as recordações da infância ficam profundamente gravados, assim também os acontecimentos do Bereshít são chaves para o progresso de toda a humanidade.

Um detalhe interessante é a expulsão do primeiro homem Adám junto com sua mulher Chavá do Gan Éden. O homem e a mulher são criados na perfeição pelas mesmas mãos de D’us numa sexta à tarde. No Jardim do Éden eles têm todos os manjares da terra disponíveis, não existe o mal, nem a morte, nem as doenças, não há dor e eles não têm de se esforçar para subsistirem, tudo é perfeito.

Até que o homem peca e é expulso para um lugar no qual deve se esforçar para conseguir sustento, a mulher deve sofrer para ter e criar seus filhos, a luta contra o mal é constante, a dor e a morte são algo cotidiano.

A Chassidút nos ensina que a razão que D’us teve para criar o mundo é conseguir que este mundo de obscuridade com nosso esforço se transforme em um lugar para a divindade, por isso podemos dizer com segurança que o objetivo não era o paraíso, D’us queria que o humano lute e supere os obstáculos da vida. Então, por que não o criou diretamente neste mundo (obscuro)? Para que lhe mostrar o caramelo e depois tomá-lo?

Justamente essa era a vontade divina. Como na psicologia humana sempre buscamos voltar a esses momentos lindos da infância, assim também D’us queria que saibamos que o mundo em seu estado original é um verdadeiro paraíso, e está em cada um de nós voltar a recuperá-lo. O mal, a dor, a morte e a fome são apenas passageiros e circunstanciais, D’us nos deu as forças para revertê-los e, com a chegada do Mashíach, voltarmos a esse Éden.

 

Por Rabi Eli Levy
© Jabad.com (Chabad)

Traduzido do espanhol por Projeto Noaismo Info: © Projeto Noaismo Info

Site Bnei Noach (BRA)_Bnei Noach_Filhos de Noé_Leis Universais_Noaismo.info

© Projeto Noaismo Info (Site Bnei Noach)

O CORPO DE ADAM ORIGINALMENTE INCLUÍA MACHO E FÊMEA

O CORPO DE ADÁM ORIGINALMENTE INCLUÍA MACHO E FÊMEA

 

Por Rabi Avraham Yehoshua Heshel (Chabad)

 

E HaVaYaH D’us fez cair um sono profundo sobre o homem, e este adormeceu; e ELE tomou um de seus lados e fechou a carne em seu lugar. E HaVaYaH D’us modelou o lado que ELE tinha tomado do homem em uma mulher, e a trouxe para o homem. (Gên. 2:21)

 

Sabemos que Adám foi o epítome de toda a criação, a obra do PRÓPRIO D’us. Ele incluiu toda a santidade e todas as almas de Israel [e de Bnei Noach]. O lado inteiro da santidade estava ligado a ele e nele incluído.

Além disso, Adám originalmente incluía ambos, macho e fêmea, uma vez que foi criado com os dois corpos [ligados].

Tudo no mundo tem de conter o conceito de ambos, masculino e feminino. Isto é especialmente verdadeiro no serviço de D’us, onde os elementos masculino e feminino correspondem, respectivamente, a [se] “lembrar” [de servir D’us e] “manter” [sua observância].

A essência dos elementos masculino e feminino, respectivamente, é o conceito de dar e receber. Assim, por exemplo, uma pessoa pode alcançar grande afeição, santidade e pureza de pensamento. Essa pessoa então  prazer espiritual para as Luzes supernas, universos e atributos. Este é o conceito do elemento masculino.

Ao mesmo tempo, no entanto, esta pessoa recebe sustento espiritual dos universos supernais. Este é o conceito do seu elemento feminino. Todo Israel também participa deste elemento feminino quando este sustento é transmitido a eles, proporcionando-lhes tudo o que precisam, tudo o que eles recebem, “as crianças, a vida e os alimentos” etc.

O conceito do alto que concede sustento espiritual é a essência masculina. O fluxo espiritual torna-se o sêmen, e as essências masculina e feminina se reúnem para mais uma vez dar à luz através da transmissão de amor para o mundo. Para além do seu efeito imediato, cada ação também afeta as gerações futuras. A escritura é então despertada, dando origem a um outro fluxo espiritual naquela data futura [como em aniversários].

Assim está escrito: “E ELE (D’us) tomou um de seus lados”; isto significa que o lado e o conceito de feminilidade foi tomada de Adám. ELE (D’us), então, “fechou a carne em seu lugar”; D’us colocou em seu lugar um conceito da física. De acordo com este conceito, o tsadíc tem o poder de aceitar o fluxo supernal e transmitir todos os tipos de boas do alto para o mundo inferior. Ele pode até mesmo transmitir isso para o físico.

Parashá Vaetchanan (81c); adaptado por Aryeh Kaplan

(The Chasidic Masters/Moznaim Press)

 

© Chabad.org
© Projeto Noaismo Info
Traduzido por Projeto Noaísmo Info: © Projeto Noaismo Info

Site Bnei Noach (BRA)_Bnei Noach_Filhos de Noé_Leis Universais_Noaismo.info

© Projeto Noaismo Info (Site Bnei Noach)

 

Para mais detalhes, veja as matérias

Adam E Chava (Bereshit)

e

A Criação Simultânea de Adão e Eva