O Projeto Noaismo Info acredita que o Rebe é o Mashiach?

PERGUNTAS & RESPOSTAS

 

Pergunta:
O Projeto Noaismo Info acredita que o Rebe é o Mashiach? Vocês apoiam esta ideia?

E além disso, os Bnei Noach podem acreditar que o Rebe do Chabad (Rabi Menachem Mendel Schneerson) é o Mashíach?

 

Resposta:
Ficamos felizes em responder as suas perguntas.
Vamos aos esclarecimentos:

A posição do Projeto Noaismo Info sobre a identidade do Mashíach (do messias) é a mesmíssima posição do nosso Rabino Consultor, o Rav Shimshon Bisker, a saber, que quando O PRÓPRIO Hashém o revelar, então aí sim nós o anunciaremos.

Também aproveitamos a ocasião para trazermos aqui a posição da Ask Noah. O Rabi Dr. Michael Schulman, dono e diretor da Organização Ask Noah International, declarou para o Projeto Noaismo Info:
“A política oficial da minha organização Ask Noah International é que não promovemos, nem negamos, a questão de se o Rebe era ou é Mashíach presumido (Mashiach Be Chazaká) ou definitivo (Mashiach Vadái).
Meu entendimento é que a questão de se o Rebe SERÁ Mashíach Vadái é uma questão de fé.”

 

O Rabino Consultor do Projeto Noaismo Info, o Rav Shimshon Bisker, nos declarou:
O Rebe foi um grande tsadíc, ninguém discute, somente que declarar um messias é muito grave (mesmo quando se trata de um grande tsadíc que pode ser que realmente tinha a possibilidade de ser revelado como o messias).
O problema é que muitas pessoas já anunciam o Rebe como o messias, e não que será o messias.
A tentativa de promover um messias (que pode vir dos vivos ou dos mortos, segundo o próprio Talmud) não se trata de avodá zará (idolatria). De toda forma, anunciar um messias é grave e quando tentam nos forçar a receber um messias, devemos tomar cuidado e saber como tratar do tema. Uma posição neutra é melhor para não acabar falando do que não é necessário, entrando em discussões, e também não entrar em questões as quais “não fomos chamados”… .”

 

Abaixo, no vídeo, o nosso Rabino Consultor, o Rav Shimshon Bisker, discorre um pouco mais sobre este tema.

Finalizaremos esta matéria com palavras do Rabi Avigdor Miller:
“Quero contar-lhes umas palavras do velho Rebe de Lubavitch (o rebe anterior) — não sou um lubavitcher, mas o velho Rebe de Lubavitch disse algo. Em seu tempo, houve um certo ano em que eles disseram que o Mashíach (Messias) viria naquele mesmo ano. Ele se arriscou muito.
“O Mashíach virá este ano”, disse ele.
Isso foi há muitos anos — o velho Rebe (o rebe anterior), não o de agora.

E os lubavitcher? Eles estavam se organizando, fazendo pronunciamentos: “Este ano! Este ano!”
Todo mundo estava ridicularizando isso.
E o ano passou e nada aconteceu.
Então eu lhe ofereci um consolo; lhes ofereci meu pequeno simples consolo. Eu disse: “O Rebe de Lubavitch tem razão; ele estava certo. Ele mesmo redimiu muitos judeus de se perderem; ele foi um Mashíach para muitos judeus.”

E quanto a você? Só se vive uma vez neste mundo, e seu trabalho é ser um Mashíach para resgatar ao menos a si mesmo. E se alguém vem e lhe resgata como o velho Rebe de Lubavitch fez, ele também é um Mashíach.

O velho Rebe de Lubavitch fundou yeshivás onde quer que ele fosse. Para quantas crianças, para quantos meninos e meninas judeus, ele era um Mashíach? Deste modo o Mashíach veio; em certo sentido veio.

E por conseguinte, mesmo sendo uma virtude que todos devam esperar todos os dias que o Mashíach venha, mas, enquanto isso ocupem-se e se redimam. Você ouviu isso? Não espere. Há muita coisa para fazer.”

 

© Projeto Noaismo Info
© Rabi Dr. Michael Schulman
© Rav Shimshon Bisker
© Rabi Avigdor Miller
Todas as traduções por Projeto Noaismo Info: © Projeto Noaismo Info
Vídeo editado por Projeto Noaismo Info

Site Bnei Noach (BRA)_Bnei Noach_Filhos de Noé_Leis Universais_Noaismo.info

© Projeto Noaismo Info (Site Bnei Noach)

Como Ajudar Alguém a Sair da Idolatria?/Por Que Pedidos de Idólatras São Atendidos?/Como Identificar Idéias Idólatras?

 

Como Ajudar Alguém a Sair da Idolatria?

 

 

Por Que Pedidos de Idólatras São Atendidos?

 

 

Como Identificar Idéias Idólatras?

 

 

 

Em homenagem ao Rav Shimshon Bisker.

Duas Importantes Mensagens Para Você

 

Por Rav Shimshon Bisker

 

Neste vídeo o Rav Shimshon Bisker também explica o que é o Rosh Hashaná

Observação: lembrando que quando o Rav fala de ouvir o toque do shofár, ele está se referindo aos judeus, pois trata-se de uma mitsvá caracteristicamente judaica, ou seja, que compromete apenas os integrantes de Israel.

 

O Projeto Noaismo Info (o Site Bnei Noach: a-fe-original–noaismo.info) deseja a toda a comunidade noaítica (a comunidade Bnei Noach) e aos seus um novo ano bom e doce.

No que os judeus e os noaítas acreditam?

No que os judeus acreditam?
Visão Judaica X Visão Cristã

 

Por Rabino Gilberto Ventura

 

O Projeto Noaismo Info apresenta esse vídeo do Rabino Gilberto Ventura para todos os cristãos (e pessoas de outras fés) que realmente queiram aprender quais são algumas das diferenças mais fundamentais entre o judaísmo e o cristianismo, como:
Qual o papel dos mandamentos?
Quem cria o mal? D’us ou Satanás?
Como os judeus expiam o pecado se não tem mais sacrifícios no templo?

É interessante e importante também aprender que a Fé Judaica é a Fé da Torá, e que a Fé da Torá não é apenas a Fé Judaica, mas é também a Fé Noaica (ou seja, a fé referente ao Pacto Universal feito com Nôach (Noé ou Noá) depois do dilúvio) ou Fé Noaítica (quer dizer, a Fé dos noaítas, os não-judeus que abandonam suas religiões e aderem à crença na Torá e no D’us de Israel, Hashém (também chamado de O ETERNO), mas que não se convertem ao judaísmo). Portanto, segundo a Torá, a Palavra Original de D’us, D’us deu dois Caminhos Espirituais para toda a humanidade, um, o judaísmo para os próprios judeus, e o outro, o noaísmo (ou o movimento bnei noach) para os não-judeus. Assim, devemos ressaltar que o noaísmo não é um ramo do judaísmo. Nós não somos judeus. Nós não nascemos de mãe judia e não nos convertemos ao judaísmo. Porém, devemos ressaltar também que o noaismo não é um ramo do cristianismo. Nós não somos cristãos (não somos yeshuanistas). Nós não cremos mais em novo testamento (ou brit hadashá). Nós abandonamos totalmente a crença em Jesus (em todas as suas formas: como messias, como filho unigênito de D’us, como co-criador do universo, como deus encarnado, como anjo materializado, como profeta, como rabino, etc). Inclusive, não cremos que algum Yeshua ben (filho de) Miriam (Maria) é hamashíach. Nós também não somos messiânicos (os autointitulados “judeus” messiânicos, que não são judeus coisa alguma, e sim cristãos fantasiados de judeus), e nem os messiânicos são noaítas. Os messiânicos são cristãos que se passam por judeus. Para que? Para querer dizer que existe pelo menos um grupo de “judeus” que acredita em Jesus (a quem chamam de Yeshua). Os messiânicos são cristãos que fingem ser judeus para tentarem fisgar judeus desinformados e não praticantes.

É até interessante que muitos Bnei Noach ou noaítas são ex-messiânicos, mas que, infelizmente, mesmo tendo deixado essa forma de cristianismo, muitos ainda se apegam ao costume de se judaizarem (de quererem continuar com práticas religiosas judaicas, mais especificamente, de quererem continuar copiando-as), seja por “sentirem” que possuem uma alma ou um coração judaico, seja por desejarem a conversão, seja por pensarem que a judaicidade* deveria ser uma questão universal (i.e., que a judaicidade deveria ser praticada por todo o mundo, e não apenas pelos próprios judeus).

 

* Dentro do próprio judaísmo temos dois aspectos de serviço espiritual a D’us. Um, é a Fé Judaica, que também pode ser chamada exatamente e simplesmente de judaísmo, a qual é universal, porque é a Fé da Torá, e é a mesmíssima Fé que a Fé Noaítica. O outro, é a Judaicidade, ou seja, a identidade judaica e a natureza judaica. A prática judaica, naturalmente e logicamente, não é universal, é particular, ou seja, cabe apenas aos próprios judeus. A Judaicidade (ou judeidade) é definida apenas dentro do próprio judaísmo, ela é definida apenas pelos próprios judeus. Não somos nós não-judeus que definimos quem é e quem não é judeu. É muita petulância querermos achar ou pensar que sim.

 

Portanto, o esclarecimento da Fé Judaica é também simultaneamente um esclarecimento da Fé Noaítica, da Fé dos noaítas ou Bnei Noach, da Fé do movimento bnei noach (sim, o noaísmo se trata de um movimento, não é uma religião). Enquanto é esclarecido a diferença entre a crença judaica e a crença cristã, ao mesmo tempo é esclarecido também a diferença entre a crença noaítica (a crença bnei noach) e a crença cristã/messiânica.

 

 

Observação: o que o Rabino Gilberto Ventura diz sobre o dia de Shabát, deve ser entendido da maneira correta, que o aspecto festivo ritualístico é particular, ou seja, foi dado por D’us apenas aos judeus, mas que a instrução por trás do mandamento religioso judaico, a idéia de separar um momento da semana para a espiritualidade, isso sim pode ser feito por qualquer pessoa (e na verdade, em qualquer dia).

Site Bnei Noach (BRA)_Bnei Noach_Filhos de Noé_Leis Universais_Noaismo.info

© Projeto Noaismo Info (Site Bnei Noach)

O coronavírus e a Torá (A Palavra) de D’us

 

Nesse incrível vídeo, o Rabi Eliahu Hasky explica o que é o coronavírus e como ele surgiu e também qual Recado O CRIADOR da humanidade está querendo passar para ela com esse acontecimento.

O Rabi fala das Sete Leis de Noé da Torá para todos os não-judeus do mundo. Você já as conhece? Sabe do que elas tratam? Quer aprender sobre elas? Acesse e estude as seguintes matérias:

 

E para ficar familiarizado(a) com as palavras utilizadas neste Site, veja

https://a-fe-original–noaismo.info/2019/04/12/dicionario-do-noaismo/

Site Bnei Noach (BRA)_Bnei Noach_Filhos de Noé_Leis Universais_Noaismo.info

© Projeto Noaismo Info (Site Bnei Noach)

E Todos os Povos se Reunirão a Você

 

E  (na Era Messiânica) Todos os Povos se Reunirão a Você (Povo de Israel)

 

Este é o tema desta mensagem do Rabi David Eddy Khafif, Diretor do Beit Chabad Vila Mariana, S. Paulo, Brasil, igualmente interessante e importante para judeus e não-judeus.

Site Bnei Noach (BRA)_Bnei Noach_Filhos de Noé_Leis Universais_Noaismo.info

A história de uma Bnei Noach

Por Eliana, uma Bat Noach estrangeira

 

A mãe de Eliana pensava que era judia (ela não era messiânica, ela se associava com o reformismo e o conservadorismo) e descobriu através de sua filha (a Eliana) que não era. Ambas agora são Bnei Noach (lê-se Benêi Nôarr) ou noaítas.

 

(Legendado para o português.)

Site Bnei Noach (BRA)_Bnei Noach_Filhos de Noé_Leis Universais_Noaismo.info

Isaías 53 trata de quem?

A Fé da Torá abrange as Fés Judaica e Noaítica, as quais são, na verdade, uma e a mesma Fé

 

Sobre Isaías 53

Isaías 53 trata de um indíviduo (que segundo o cristianismo — incluindo a sua versão hebraísta, os messiânicos — é Jesus/Yeshuá) ou trata de um povo (que segundo o judaísmo e o noaísmo é o Povo Judeu, Israel)?

Conheça a resposta assistindo os seguintes (4) videos:

 

E leia todo o capítulo 53 de Isaías da Bíblia Hebraica em português, enquanto você acompanha a explicação do Rabino, em

Isaías 53 trata de quem? – Parte 2

 

Por Rabi Gilberto Ventura

 

· Por que os judeus não acreditam em Jesus — Isaías 53 — Introdução

 

· Isaías 53 — Por que não pode ser Jesus/Yeshua

 

· Isaías 53 — Quem é o Servo Sofredor? Jesus ou Israel?

 

· Messias/Mashíach — ARGUMENTO FINAL!

Site Bnei Noach (BRA)_Bnei Noach_Filhos de Noé_Leis Universais_Noaismo.info

© Projeto Noaismo Info (Site Bnei Noach)