A Fé da Torá (Judaica/Noaítica), Bnei Noach, Guia Bnei Noach, Perguntas & Respostas (e Guia Bnei Noach)

Visitar o doente para orar por ele

apresenta:

 

Nestes tempos de pandemia da Covid-19, mas obviamente não apenas por causa dela, é interessante e importante aprendermos a seguinte instrução:

 

Quanto a visitar os doentes*

* Refere-se às pessoas seriamente doentes a dois dias (porém, pode-se visitar imediatamente parentes ou amigos próximos).

 

Por Ieshivá Pirchei Shoshanim (lê-se pir-rrei chochanim)

 

Visitar os doentes é uma mitsvá (lei divina) para os judeus. Porém, isso não faz parte das Leis de Noá. No entanto, visitar os doentes, por muitas razões, é benéfico para o indivíduo e para a sociedade e tem uma razão lógica por trás. Portanto, é uma mitsvá que os Bnei Noach (noaítas) podem adotar e praticar.
Aquele que visita uma pessoa doente deve aproveitar a oportunidade para orar e desejar a recuperação do paciente perante A PRESENÇA DIVINA.

 

Orar pelos Doentes

O visitante deve orar pelo bem-estar da pessoa doente*. É louvável que isto seja feito na presença da pessoa doente**. No entanto, esta oração não deve ser feita de uma forma a deixar o paciente constrangido ou desconfortável.

 

* Ao visitar uma pessoa doente em uma casa, deve-se não apenas orar pelo bem-estar dela, mas também verificar se o paciente tem todas as necessidades básicas dele atendidas (medicamentos, roupas, alimentos etc.).

** Alguém que não consegue orar pela pessoa doente na presença dela pode orar por ela num momento posterior em outro local.

 

“Que você mereça uma recuperação completa” ou “Que Hashém lhe cure em breve” ou alguma outra frase simples é suficiente.

Não é adequado mencionar o nome da pessoa doente ao orar por ela na presença dela. Fazer isso pode realmente trazer julgamentos severos sobre o doente.

 

Se o paciente está dormindo ou inconsciente:

Dado que o motivo fundamental da visita ao enfermo é rezar pela recuperação dele, não importa se o paciente está ciente da presença do visitante. Portanto, ainda é uma mitsvá visitar uma pessoa doente se ela está em coma, inconsciente ou dormindo. No entanto, se a visita ao paciente pode perturbar o sono dele, então ele não deve ser visitado até que ele esteja acordado.

 

Por Yeshivá Pirchei Shoshanim
Traduzido do inglês por Projeto Noaísmo Info: © Projeto Noaismo Info

© Yeshiva Pirchei Shoshanim
© Projeto Noaismo Info

Site Bnei Noach (BRA)_Bnei Noach_Filhos de Noé_Leis Universais_Noaismo.info

https://a-fe-original–noaismo.info/site-bnei-noach-copyright/

Padrão
A Fé da Torá (Judaica/Noaítica), Bnei Noach, Guia Bnei Noach, Perguntas & Respostas (e Guia Bnei Noach)

Bnei Noach e o Shemá — PARTE 2

Bnei Noach e o Shemá — PARTE 2

 

Por Projeto Noaismo Info & Rav Shimshon Bisker

 

Vimos na Primeira Parte ( https://a-fe-original–noaismo.info/2016/03/06/site-bnei-noach-noaitas-e-o-shema-israel/ ) que o Rabino do Chabad, Tzvi Freeman, ele mesmo o editor do site Chabad.org, citou o Rabi Azulai ou Chidá como autoridade neste tema, concordando com ele que se os Bnei Noach ou noaítas querem recitar o Shemá, que recitem apenas a primeira frase, ou seja, o primeiro versículo (Deut. 6:4).

O nosso querido Rabino Consultor do Projeto Noaísmo Info, o Rav Shimshon Bisker, de Israel, explicou para o Projeto Noaísmo Info:

“Em relação a um noaíta ou Ben Noach recitar as três partes do Shemá Israel:

Apesar de não haver nenhuma proibição de um Ben Noach ler as três partes do Shemá, pois são passagens da Torá e um Ben Noach pode ler a Torá, de toda forma, no que diz respeito à recitação, aconselho somente a primeira parte, e, se quiser recitar mais, também a segunda, porém, não a terceira (volto a ressaltar que não há proibição em ler as três). Por que? Pois o tema principal da primeira parte é receber o jugo de Hashém, e isso o Ben Noach também é obrigado. O tema principal da segunda parte é o recebimento de todos os Preceitos, e, não recai sobre o Ben Noach todos os Preceitos. Porém, como também trata do tema da recompensa quando se faz a Vontade de Hashém e a sentença de quando não se faz, se quiser recitar, pode recitar, e ter em mente (quando ler sobre o cumprimento dos Preceitos) que para ele recai somente as Leis referentes aos Bnei Noach. Porém, a terceira (Números 15:37-41) não recomendo, pois o tema principal é o tsitsit, Preceito o qual não compromete o Ben Noach. É isso!”

 

Para uma versão alternativa do Shemá Israel devidamente apropriada para ser recitada pelos noaítas (Bnei Noach), revisada e aprovada pelo próprio Rav Shimshon Bisker, veja ou baixe (gratuitamente em PDF) O Guia Bnei Noach de Bênçãos e Orações Diárias:
https://a-fe-original–noaismo.info/2017/09/09/site-bnei-noach-guia-de-bencaos-e-oracoes-diarias-para-os-bnei-noach/

 

(PARA O PDF)

Bnei Noach oram? Como são as preces dos Bnei Noach? — Guia/Sidur Bnei Noach

 

Por Projeto Noaísmo Info & Rav Shimshon Bisker

© Rav Shimshon Bisker
© Projeto Noaismo Info

Site Bnei Noach (BRA)_Bnei Noach_Filhos de Noé_Leis Universais_Noaismo.info

https://a-fe-original–noaismo.info/site-bnei-noach-copyright/

Padrão
A Fé da Torá (Judaica/Noaítica), Conhecendo O CRIADOR (D'us), Guia Bnei Noach, Perguntas & Respostas (e Guia Bnei Noach)

O que significa estar sob as asas da PRESENÇA DIVINA?

orgulhosamente apresenta:

EM HOMENAGEM AO MORÉ SR. CHAIM REISNER, O FUNDADOR DA ORGANIZAÇÃO ASK NOAH INTERNATIONAL, PELO UM ANO DE SEU FALECIMENTO, E EM HOMENAGEM AO REBE PELO SEU 119° ANIVERSÁRIO DE NASCIMENTO

 

Estar sob as asas da Shechiná

 

Atenção:
Nas palavras transliteradas, o “ch” tem som de “RR”: Charán.
Nas palavras transliteradas, o “sh” tem som de “CH”: Shechiná (shechiná, lê-se cherriná); Rashi; Moshe.

 

Pergunta:
O que significa estar “sob as asas da Shechiná”?

 

Resposta:
Vejamos a explicação de Rashi sobre Gênesis 12:5. Mas antes, vejamos o que diz Gênesis 12:5:
“E Avram tomou Sarai, sua esposa, e Lot, seu sobrinho, e todos os seus bens que eles tinham adquirido e todas as pessoas que eles fizeram em Charán, e partiram em direção à terra de Canaan. E eles chegaram à terra de Canaan.”

Rashi explica o significado midráshico da frase “e todas as pessoas que eles fizeram em Charán“:
“Aqueles que ele (Avram) introduzira sob as asas da Shechiná — PRESENÇA DIVINA.
Avraham convertia os homens, e Sarai as mulheres. Assim, as Escrituras atribuem a eles (o mérito), como se eles os houvessem feito.”

Isto foi antes da Torá ser dada no Monte Sinai, quando os israelitas se tornaram o povo judeu, então a “conversão” referida por Rashi significa que Abraham e Sara convenceram muitas pessoas em sua cidade natal de Charán a rejeitar a idolatria e a aceitar e seguir o Único D’US Verdadeiro, e essas pessoas foram inspiradas a se tornarem seus seguidores. Abraham e Sara não apenas ensinaram seus seguidores a acreditar no Único D’US, CRIADOR do Céu e da Terra, mas também a observar os Sete Mandamentos que D’US ordenou através de Noá. Em termos simples, estas pessoas se converteram em gentios justos — pessoas não-judias que elevaram suas almas. Com esta fé e obediência a D’US, elas mereceram receber bênçãos e ter uma estreita ligação com A PRESENÇA DIVINA de D’US (a Shechiná), e ganhar recompensa espiritual neste mundo e em sua vida após a morte. O termo eufemístico para este avanço espiritual é estar “sob as asas da Shechiná”.

O Lubavitcher Rebe expôs em uma palestra:
“Falando de Avraham e Sarah, a Torá se refere às “pessoas que eles fizeram em Charán”. Rashi explica que se diz que eles “fizeram” as pessoas, “pois eles as introduziram sob as asas da PRESENÇA DIVINA (a Shechiná)”. Avraham “convertia” os homens, e Sarah “convertia” as mulheres. A Escritura considera isto como se eles as tivessem “feito”.
Rashi não diz “conversão ao Judaísmo”, pois este é um fenômeno que começou apenas depois da revelação da Torá (no Monte Sinai). Em vez disso, ele enfatiza, “eles as introduziram sob as asas da PRESENÇA DIVINA”. Isto também explica por que o Targum Onkelos (a tradução aramaica) traduz o versículo como: “aqueles que eles fizeram subservientes à Torá[*]”, e não “aqueles que eles converteram”.” [Enquanto o Rabi Moshe Wisnefsky traduz:
“Os seguidores que eles tinham persuadido a aceitar o monoteísmo”. Observação do Projeto Noaísmo Info.

* A Torá das Sete Leis — as Leis Noaíticas.]

 

Por Organização Internacional Ask Noah (que reconhece e aprova o Projeto Noaísmo Info)
Traduzido por Projeto Noaísmo Info

© Ask Noah International
© Projeto Noaismo Info

Site Bnei Noach (BRA)_Bnei Noach_Filhos de Noé_Leis Universais_Noaismo.info

https://a-fe-original–noaismo.info/site-bnei-noach-copyright/

Padrão
A Fé da Torá (Judaica/Noaítica), Bnei Noach, Guia Bnei Noach, Perguntas & Respostas (e Guia Bnei Noach)

Bnei Noach podem doar sangue e fazer transfusão de sangue?

apresenta:

 

PERGUNTAS E RESPOSTAS

Pergunta:
Os noaítas (Bnei Noach) podem doar sangue e fazer transfusão de sangue?

 

Resposta:
É verdade que em 28 de dezembro de 2017 o Projeto Noaísmo Info publicou a matéria Transfusões de sangue são permitidas no Judaísmo?  (clique para acessá-la —— e a propósito, aproveitamos para informar que esta matéria foi REFORMADA ——) que, obviamente, deixa apenas indiretamente claro que por conseguinte os Bnei Noach podem doar sangue e fazer transfusão de sangue. Porém, baruch Hashém (graças a D’US), trazemos agora a resposta direta referente à posição noaítica sobre doação e transfusão de sangue.

O nosso querido Rav, o Rav Shimshon Bisker, de Israel, o Rabino Consultor do Projeto Noaísmo Info, nos explica:

“O tema da transfusão de sangue foi amarrado por um tabu e por dogmas.

De fato, a Torá cita que o espírito da pessoa paira no sangue, e, por outro lado, o sangue extraído de animais e pessoas são usados para práticas de ocultismo e bruxaria. Portanto, não é difícil entender que certas instituições e seitas proibiram a transfusão de sangue. Porém, não é assim.
O sangue extraído da pessoa não carrega o seu espírito.
Sempre que reste à pessoa a quantidade suficiente de sangue para a sua sobrevivência, a parte do espírito que paira no sangue segue conectada a esse sangue restante.
Mas, mesmo que não fosse assim, a instrução da Torá referente à salvar uma vida vai além de todo esse entendimento, inclusive, é permitido transgredir as Leis da Torá para salvar uma vida [ — como dissemos, a matéria anterior foi reformada, e isto porque exatamente
este tema (de transgressões de mandamentos para salvar uma vida) foi adicionado nela — ]. Sendo assim, uma pessoa que necessita transfusão de sangue não deve se preocupar com tudo isso, e sim, estar plenamente tranquila de que a vontade de Hashem quanto à vida é revelada, e está muito além desses cálculos ocultos de nossos olhos. Isso é válido para os integrantes de Israel e da mesma forma para os Bnei Noach.”

© Rav Shimshon Bisker
© Projeto Noaismo Info

Site Bnei Noach (BRA)_Bnei Noach_Filhos de Noé_Leis Universais_Noaismo.info

https://a-fe-original–noaismo.info/site-bnei-noach-copyright/

Padrão
A Fé da Torá (Judaica/Noaítica), Bnei Noach, Guia Bnei Noach, PDF, Sidur Bnei Noach

Prece para estes dias de pandemia mundial

Abrimos este espaço para informarmos que, barúch Hashém (Graças a D’US), a Editora e Livraria Sêfer está disponibilizando gratuitamente a Prece para estes dias de pandemia mundial.

⇑ CLIQUE AQUI PARA ACESSAR O SITE DA SÊFER ⇑

Preencha os campos (naturalmente que, em Pratíca o judaísmo?, se você é ben-Noach você selecionará que não), e clique em Quero receber a Prece. Você a receberá em seu email.

Site Bnei Noach (BRA)_Bnei Noach_Filhos de Noé_Leis Universais_Noaismo.info

Padrão