Pode-se ler a Torá em uma tradução cristã da bíblia

O Site Bnei Noach,
a-fe-original-·-noaismo.info
(Projeto Noaismo Info),
APRESENTA

 

Perguntas e Respostas

 

Ler uma tradução cristã da Torá

 

Pergunta:
“Se uma pessoa tem um livro de Torá que foi traduzido por um idólatra, por exemplo, ela tem junto com um outro tipo de testamento a tradução do velho testamento — “que é de fato a Torá, o único testamento” – Rav Shimshon Bisker —, o que ela tem de fazer: tem de por na guenizá (um local especial nas sinagogas)? Ela pode estudar nesse livro?”

Resposta:
O Rabino Supervisor do Site Bnei Noach Projeto Noaísmo Info, o Rav Shimshon Bisker, de Israel, responde:

“Tem pessoas que usam das Escrituras de Hashem, das próprias Escrituras onde Hashem expressa a Vontade DELE, para manipular pessoas para levar para outro tipo de fé, outro tipo de crença; elas distorcem, deturpam, para manipular (outras) pessoas a pensarem como elas, custe o que custar. Então, temos de tomar muito cuidado.
Na verdade, tem pessoas que fazem isso ingenuinamente. Tem muitas armadilhas. Quando fizeram novos testamentos, pegaram expressões, passagens, palavras dos profetas verdadeiros, fazendo (assim) associações dos novos testamentos com o velho testamento, com os profetas verdadeiros. Ingenuinamente uma pessoa (até) quer fazer o bem para os outros mas ela acaba explicando a Torá de forma errada. Mas também tem pessoas que fazem isso de maneira maliciosa, deturpando entendimentos das próprias Escrituras de Hashem.

Quando a pessoa tem firme a base da Emuná — que a Torá nos ensinou os 13 Princípios de Fé, como foram organizados segundo o Rabi Maimônides — tem que estar claro para a pessoa que a Torá nunca vai falar contra os Princípios que ela mesma colocou de fé em Hashem, Princípios que a própria Torá se preocupou para que a gente esteja firme e forte (espiritualmente). Pessoas assim nunca vão deixar se enganar com intermediários ou com coisas erradas porque não tem como, já que D’US revelou os 13 Princípios DELE na Torá e estes 13 Princípios de fé são verdadeiros em qualquer contexto.

Saiba que a Torá já revelou os Princípios que ela exige de todo ser-humano e não pode ser que de repente ela vai contra os próprios princípios dela. [Repetidamente as Escrituras de Hashem] reconfirma a Aliança Eterna com o povo de Israel[, então, como pode ser que] de repente no meio deste contexto (destas profecias dos verdadeiros profetas) eles (as pessoas citadas acima) vão colocar algo de uma fé diferente, algo de idolatria, algo de alguém que foi contra os Sábios de Israel, alguém que se rebelou contra os Princípios de Fé do judaísmo, da Torá, que são os Princípios da eternidade, vão explicar que chegou um homem e mudou o pacto.

[As profecias dos verdadeiros profetas mencionam explicitamente] os conversos ao judaísmo, e não o contrário — que os integrantes de Israel vão se juntar a outros povos, que (os judeus) vão deixar a fé deles para se juntar a outro tipo de fé.
Pessoal, vamos fazer a Vontade de Hashém de verdade, estudar e ensinar Torá de verdade. O mundo está chegando na conclusão dele; cada um que realmente quiser entender Hashem de verdade ainda tem a chance, e a (chance) de consertar também a fé dele enganosa: idolatrias, intermediários… — de tirar tudo, apagar tudo, e se conectar diretamente com Hashém. [Portanto,] é claro que não se deve ler uma tradução que foi feita por idólatras, ela é tendenciosa. O que eu aconselho da melhor tradução [judaica ortodoxa em português] que vi até hoje é a que é vendida na Livraria e Editora Sêfer: a Bíblia Hebraica.

Qualquer tradução de Torá que é feita por qualquer pessoa que está envolvida com idolatria, com idéias idolátricas, uma pessoa que é idólatra, não recai sobre essa tradução nenhum tipo de santidade e de valor. Um livro de Torá traduzido por alguém que está em idolatria não recai dever-se conduzir com respeito com ele, o contrário, o local dele é no lixo. A pessoa pode simplesmente colocá-lo no lixo. O lixo é o lugar mais adequado para uma tradução da Torá que foi feita por uma pessoa que está envolvida com idolatria. Então, não se deve estudar num livro da Torá que foi traduzido por uma pessoa idólatra.”

© Rav Shimshon Bisker
© Projeto Noaismo Info

Sobre o procedimento de Bnei Noach para com uma tradução judaica ortodoxa da Torá, veja

(em breve)

 

Você pode adquirir uma tradução judaica da Torá (bem como do Livro dos Salmos) na Livraria e Editora Sêfer.

https://www.sefer.com.br/

 

E na nossa Livraria virtual Projeto Noaismo Info você pode adquirir, graças a D’us, para um entendimento mais profundo do livro do profeta Jonas e do livro de Ester, o livro DIGITAL do nosso querido Rav Shimshon Bisker: O Livro de Yoná (o profeta Jonas).

Curso Bnei Noach parte 30 – ESPECIAL: LIVRARIA virtual Projeto Noaismo Info

Site Bnei Noach (BRA)_Bnei Noach_Filhos de Noé_Leis Universais_Projeto Noaismo Info

© Projeto Noaismo Info (Site Bnei Noach)