A Fé da Torá (Judaica/Noaítica), Bnei Noach, Perguntas & Respostas (e Guia Bnei Noach)

Qual é a expressão hebraica mais comum entre os Bnei Noach?

A Fé Original: Noaismo.info
O Site Bnei Noach

 

B”H

 

Qual é a expressão hebraica mais comum entre os Bnei Noach (Noaítas)?

 

Esta certamente não é uma pergunta fácil. Até se a pergunta fosse qual é a expressão hebraica mais comum entre os judeus a resposta seria difícil. Porém, assim como há uma determinada opinião de que a expressão hebraica mais comum entre os judeus, pelo menos entre os religiosos, é “Barúch Hashém”, assim também nós somos da opinião de que esta é a expressão hebraica mais comum entre os Bnei Noach ou Noaítas.

Entre nós, Noaítas, é comum usarmos as três formas dessa expressão:

a forma abreviada: B”H (normalmente utilizada no início de um texto, de uma carta…);

a forma hebraica por inteiro: Barúch Hashém (também escrito como Barúch Ashêm);

e até a própria forma em português: Graças a D’us (ou, Graças a Hashém).

 

Baruch Hashem significa literalmente “Que D’us (ou, Hashém) seja louvado (ou, abençoado)!”, e pode ser usado tanto em seu significado literal quanto em seu sentido mais comum de “Graças a D’us!”.

 

Além disso, nos ariscamos a dizer que há mais algumas expressões hebraicas que são as mais comuns no movimento noaítico (movimento bnei Noach). São elas:

 

Shalóm. Apesar de seu significado literal ser paz, shalóm normalmente é usado como um cumprimento, significando igualmente “Olá!”, bem como uma despedida, significando igualmente “Até logo!” ou ainda “Tudo de bom!”;

 

Shavúa Tov. Literalmente, “Boa Semana!”;

 

e, Mazál Tov. Mazál Tov tanto tem o sentido de “Boa Sorte!” quanto serve de congratulação a outrem: “Parabéns!”, “Felicitações!”.

 

Apesar de um pouco menos comum, mas pode acontecer de você se deparar com Todá ou Todá Rabá: “(Muito) Grato!”; “(Muito) Agradecido!”.

 

E também, pelo menos uma vez no ano, é comum a expressão Shaná Tová: “Bom Ano (novo)!” (ou, Shaná Tová Umetucá: “Um Ano (novo) Bom e Doce!”).

 

Apesar de muitas pessoas (incluindo até mesmo muitos Bnei Noach) não saberem, há muitas expressões, digamos, religiosas, usadas em português que até têm seus correspondentes em hebraico, mas que são mais comuns no próprio português e inclusive entre os próprios judeus. Elas são:

“Se D’us quiser!”;

“Com a ajuda de D’us!”;

“D’us nos livre!” (ou, “D’us me livre!”, ou também, “D’us os livre!”);

“D’us não o permita!”;

“D’us o(a) abençoe!”;

e, “Vai com D’us!”.

 

Para conhecimento, em hebraico: se D’us quiser=im yirtsê Hashém; com a ajuda de D’us=beezrát Hashém; D’us nos livre=chas vechalilá; D’us não o permita=chas veshalóm; D’us o(a) abençoe=Hashém ievarêch otchá; vai com D’us=lech leshalóm (lembrando que, como dissemos, essas expressãos são mais usadas no português pelos Bnei Noach e até judeus).

 

Por Projeto Noaismo Info: © Projeto Noaismo Info

Site Bnei Noach (BRA)_Bnei Noach_Filhos de Noé_Leis Universais_Noaismo.info

https://a-fe-original–noaismo.info/site-bnei-noach-copyright/

Padrão